INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

4 dicas para montar seu planejamento de marketing e vendas para 2022

Atualmente é preciso que se fale seriamente sobre o planejamento de marketing e de vendas para 2022.

De fato, sem a devida teorização e racionalização das estratégias desses dois departamentos, não é possível falar em um negócio que possa crescer de maneira sólida e sustentável. Talvez ele não conseguisse nem mesmo se manter de pé.

Se considerarmos o tamanho da concorrência e da competitividade atual, concluiremos isso. 

Basta abrir um motor de busca e procurar por algo como empresa especializada em contabilidade, para encontrar centenas ou milhares de resultados.

Lembrando que alguns deles vêm com a opção geográfica de mapa e GPS, o que facilita que o cliente vá até o local, caso more perto. 

Falando no cliente, ele é outro motivo para que as empresas aprendam a se posicionar cada vez melhor.

Isso porque as novas gerações, que compõem a maioria do mercado atual, têm um perfil bem diferenciado de compra. 

Elas buscam uma relação mais complexa com as marcas, pautada em soluções completas e experiências marcantes e memoráveis.

Diante de um cenário tão desafiador e cheio de inovações, no qual as novidades realmente parecem surgir a cada segundo, não é difícil imaginar o impacto positivo que um planejamento bem estruturado e antecipado para 2022 pode proporcionar.

Por exemplo, se a empresa lida com sistema de gestão para pequenas empresas, ela tem de ser a primeira a mostrar que domina uma cultura organizacional de ponta, com uma gestão de processos e de operações que atinge a excelência.

Justamente por este motivo escrevemos este artigo, explicando as 4 melhores dicas para montar seu planejamento de marketing e vendas para conquistar um ano de 2022 que já começará bem, o que aliás faz toda diferença.

Realmente, se os resultados do primeiro trimestre forem positivos, pode ter certeza de que isso vai impactar em todos os demais meses. 

Por outro lado, começar o ano sem planejamento e no negativo, com certeza vai desmotivar todo mundo e piorar a situação.

Inclusive, um dos pontos altos deste assunto é o fato de que hoje tais estratégias e recursos evoluíram tanto que já podem ajudar qualquer empresa, seja para quem fabrica agenda escolar personalizada, presta serviço ou vende no varejo.

Por isso, se o seu objetivo é entender a fundo como alguns ajustes no planejamento de marketing e de vendas podem tornar seus 2022 muito melhor, garantindo com isso um crescimento sólido e sustentável, basta seguir adiante na leitura.

 

Que tipo de planejamento é esse?

Tudo no mundo comercial e corporativo precisa começar com um bom planejamento. 

O próprio negócio deve ser fundado com base em um Business Plan (Plano de Negócios), no qual os sócios fundadores definem pontos fundamentais.

A própria cultura corporativa deve sair dali, depois se exprimindo por meio dos famosos pilares de missão, visão e valores, ou por meio da filosofia da marca. 

O marketing e as vendas também fazem parte desse processo, mas aqui vamos tratá-los à parte.

De fato, tanto negócios que estão começando agora quanto outros mais maduros, como um escritório de gestão patrimonial já consolidado, precisam definir muito bem o planejamento de Marketing e Vendas, que consiste em levantar os seguintes pontos:

 

  • Definição do público-alvo;
  • Estudo de mercado e da concorrência;
  • Definição de objetivos e metas;
  • Definição de análises e métricas;
  • Levantamento de orçamento;
  • Definição das equipes e responsabilidade.

 

Enfim, trata-se de fazer reuniões e documentar um mapa ou um passo a passo de tudo o que a empresa pretende atingir, detalhando quais os esforços que serão feitos, por quais meios, como analisar o avanço e daí em diante.

Deste modo, toda empresa precisa ter uma visão muito clara das diferenças entre estratégia, execução, operação e suporte. 

No primeiro nível estão os donos e sócios, no segundo os diretores, gestores e líderes em geral.

Até que chegamos à operação ou suporte, que segue na responsabilidade dos funcionários e colaboradores, como ponta da lança e com o diferencial de poder dar feedbacks de como a estratégia idealizada está se traduzindo na realização.

 

1.     A ponte entre os departamentos

O primeiro ponto fundamental que surge quando falamos de planejamento para marketing e vendas é a questão da ponte que precisa existir entre os dois setores.

O grande drama aqui é o fato de que não é possível unificá-los, pois realmente são equipes distintas, que precisam continuar atuando assim. 

Contudo, a falta de sinergia e de sincronia entre ambas pode trazer prejuízos enormes.

Por exemplo, se um blog de escritórios virtuais capta muitos leads por mês, é preciso saber como exatamente fazer a gestão deles, por meio de um CRM e de um funil muito bem determinado (falaremos disso adiante, com dicas práticas).

O que ocorre é que se essa ponte não estiver bem feita, as equipes podem simplesmente perder o timing correto e deixar o lead cair nas garras da concorrência.

Afinal, enquanto você tenta nutrir e preparar seus contatos comerciais para a venda, não se esqueça de que eles devem estar contando com a concorrência também.

Por isso, ao montar seu planejamento para 2022, é preciso que haja uma estratégia muito clara sobre como tocar essa frente. 

A dica de ouro é, obviamente, fazer muitas reuniões, sempre alinhando os objetivos com o papel de cada equipe.

Mas, há um outro segredo que pode fazer toda diferença: a contratação de um SDR (Sales Development Representative), que em português seria o Representante de Desenvolvimento de Vendas.

É ele quem consegue desenhar uma estratégia mais bem definida que segue desde a captação e nutrição de leads, feita pelo back office, até a gestão do time de vendedores, sejam eles internos ou externos.

2.     O poder dos motores de busca

Engana-se muito quem pensa que os buscadores como Google, Bing, Yahoo e Ask Brasil, que são os mais utilizados no nosso país, deverão sair do radar em 2022.

Na verdade, é certo e líquido que a influência deles só vai crescer. Por isso, a grande dica está justamente em saber identificar essas novas tendências, como o uso de multimídias diversas.

Neste caso, um blog de totens personalizados não publica apenas artigos escritos, mas também áudios, vídeos, infográficos e muito mais. Outro exemplo é considerar o voice search, que é a busca por comando de voz.

Como esse formato a pessoa pronuncia a palavra-chave em voz alta, sendo que isso pode impactar diretamente no uso que se vinha fazendo das keywords.

Mais um exemplo, para mostrar como os buscadores estão evoluindo, é a pesquisa por meio de imagens. 

Com isso uma pessoa pode fotografar um carro ou uma bolsa e clicar em procurar, sem digitar nada, só com a imagem, para achar um produto igual.

Por isso, o planejamento para 2022 tem que considerar cada funcionário dentro do seu papel de ficar em dia com os parâmetros e algoritmos dos motores de busca.

3.     As redes e mídias sociais

As mídias sociais também têm passado por uma verdadeira revolução, pois cada vez mais empresas e autônomos anunciam seus produtos ou serviços ali.

Diante disto, é preciso que sua marca saiba se posicionar, como uma gráfica que faz folder de apresentação e precisa aprender a marcar presença nestas plataformas.

A grande dica é ficar de olho na proposta central da rede, que pode ser focada em um mundo corporativo, ou em textos, imagens, vídeos, lives e outros formatos.

O importante é não lutar contra essa tendência, portanto, mesmo que decida marcar presença em todas as redes, escolha sua top 1 e foque os esforços nela desde o começo do ano.

 

4.     Entenda o outbound 2.0

Por fim, além de todo o trabalho no marketing digital, é preciso colocar seu time de vendas em uma frente mais ativa e propositiva, planejando isso desde agora para toda a proposta já engatilhada em 2022.

Como vimos, cabe ao marketing captar leads e realizar vendas digitais, mas isso não impede os vendedores e consultores de também correrem atrás.

Se a empresa trabalha com automação de residências, ela precisa planejar um formato de marketing e vendas com base no outbound 2.0, que consiste em dividir as funções de cada estágio da venda, potencializando e muito os resultados finais.

Basicamente, é preciso que cada equipe se concentre em uma etapa da jornada da compra, desde os primeiros contatos pelo e-mail ou pelo telefone, até os estágios finais de visita ao cliente, negociação e fechamento.

Assim cada funcionário agrega com o que tem de melhor, em vez de um vendedor sozinho fazer estudo, prospecção, visita, venda, suporte e afins, dispersando de sua missão e perdendo uma energia que poderia ser melhor aproveitada.

 

Conclusão

Resumindo, um bom planejamento de marketing e vendas para 2022 pode ser a diferença entre uma empresa começar o ano com um ótimo desempenho, ou simplesmente perder mais um ano sem conseguir os resultados que merece.

Com os conceitos fundamentais e os 4 conselhos práticos que trouxemos acima, fica bem mais fácil começar algo com o pé direito.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Auris

Por: Auris Ideias Digitais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

Comments are closed.

Últimos Artigos e Notícias

Shopping Basket

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência no nosso site.