INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

4 maneiras que a inteligência artificial pode ser aplicada no e-commerce

A tecnologia tem tido avanços cada vez mais impressionantes. Hoje em dia, pensar em inteligência artificial no e-commerce deixou de ser um elemento de ficção científica, para ser uma realidade próxima, com diversas vantagens para os profissionais.

As IAs, ou Inteligências Artificiais, são um dos principais recursos tecnológicos da atualidade. Tratam-se de sistemas que simulam a inteligência humana, ultrapassando a programação pré-realizada pelo especialista e tomando decisões de forma autônoma.

Cientistas buscam aperfeiçoamentos tecnológicos em fronts que vão desde partes mais técnicas, como o cabeamento estruturado de redes, até elementos que parecem ter saído de filmes de ficção científica, como robôs e máquinas pensantes.

Esse último contexto foi o que gerou toda a estrutura de pesquisa em inteligências artificiais. Esse tipo de recurso vem sendo estudado há décadas, com testes e pesquisas de como aprimorar estas tecnologias e encontrar soluções adequadas para todos os setores do mercado.

As IAs têm uma excelente capacidade de adaptação, buscando em enormes bancos de dados as soluções mais adequadas para problemas que se apresentam de forma orgânica, eliminando a necessidade de manutenções e interferência humana constante.

Em sua base, a inteligência artificial é uma máquina capaz de tomar decisões de forma independente, apoiada em dados anteriores que são analisados de forma extremamente rápida.

Isso acaba melhorando a capacidade do ser humano de resolver problemas práticos, deixando para as máquinas o serviço repetitivo e podendo se focar em pontos mais importantes.

Por exemplo, um pintor ainda usará seu trabalho mecânico para concluir uma obra, mas pode comprar um galão de tinta branca e deixar a IA misturar tonalidades até achar a cor ideal, sem gastar além do necessário.

Dentro da lógica do mercado, as inteligências artificiais podem ser grandes aliadas na hora de trabalhar com seu e-commerce. Inclusive, as estratégias de marketing digital têm trabalhado em união com esses novos conceitos tecnológicos.

Como usar as IAs em seu e-commerce?

Dentre as inúmeras opções de serviços prestados por inteligências artificiais, algumas são particularmente atrativas para o comércio, sendo muito bem utilizadas para qualquer tipo de loja.

Nesse aspecto, os e-commerces se destacam ainda mais, uma vez que todo o processo da loja é realizado em um campo digital, área nativa de atuação das IAs. Por isso, confira 4 maneiras de utilizar a Inteligência Artificial na sua loja online.

1.    Vitrines automatizadas

Conhecidos como sistemas de recomendação, essas inteligências artificiais ganharam força com os serviços de streaming, identificando os padrões de consumo dos usuários para apresentar opções similares que possam interessá-los.

Neste aspecto, a funcionalidade para o comércio toma forma de uma vitrine personalizada, onde a máquina identifica o que um cliente está buscando e oferece outros produtos similares, que possam ser do interesse do cliente e o façam consumir mais.

Uma pessoa procurando por uma cadeira confortável para escritório, por exemplo, pode acabar encontrando diversas alternativas de itens para salas comerciais, uma vez que a inteligência artificial identifica essa necessidade.

Essas vitrines são moldadas de forma automática pela própria IA, que avalia constantemente as escolhas dos usuários, para apresentar uma experiência única para cada pessoa que entra em seu e-commerce.

Esse tipo de ação acaba atraindo mais pessoas para consumirem, uma vez que conseguirão encontrar os produtos que desejam e outras opções de forma natural e sem nenhum tipo de invasão na privacidade da compra.

Em alguns casos mais avançados da ferramenta, ela pode inclusive posicionar as propagandas em locais diferentes da página, criando uma interface mais amigável para o usuário e melhorando a experiência de compra como um todo.

Essas inteligências artificiais também podem ser programadas para apresentar conteúdos fixos, como promoções e lançamentos, além de identificar os principais itens de gosto do cliente que está consumindo em sua loja.

2.    Buscas inteligentes

Alguns sistemas de busca utilizam as inteligências artificiais para refinar seus resultados, principalmente os principais motores de pesquisa da web. Entretanto, existem algumas ferramentas especializadas em comércio para ajudar o usuário a encontrar o que precisa.

Dentre as propriedades encontradas em buscadores inteligentes podemos destacar:

  • Velocidade;
  • Busca por similaridade;
  • Busca por cores;
  • Análise comportamental.

O uso mais comum de um buscador inteligente é para apresentar um resultado mais rapidamente ao cliente. Hoje em dia, as pessoas desejam muito mais dinamismo em suas ações, principalmente na internet.

Por isso, uma IA que consiga identificar as palavras que estão sendo digitadas e comece a apresentar resultados antes mesmo de terminar a digitação, acaba passando uma impressão mais profissional da loja para o usuário.

Caso você erre alguma parte da grafia ao procurar por uma loja de material de construção, por exemplo, a ferramenta irá entender a mensagem e procurar mesmo assim a solução para você.

Além disso, muitas IAs estão programadas para identificar similaridades fonéticas. Isso permite que, mesmo que você não saiba exatamente como escrever um nome de produto, ou digite alguma letra errada, a ferramenta encontre o produto que você deseja e outros similares.

O comércio eletrônico tem cada vez mais diversificado suas linhas para atender melhor os clientes.

Por isso, muitos e-commerces começaram a trabalhar com a busca por imagens para identificar produtos que muitas vezes a pessoa não sabe o nome ou como encontrá-lo, mas possui imagens sobre ele.

Algumas IAs mais avançadas possuem, até mesmo, ferramentas de identificação de cor, evitando uma série de erros e facilitando a pesquisa para o usuário interessado.

Assim, se você tirar uma foto de, por exemplo, um papel de parede para sala pequena que achou interessante, a IA pode identificar se a peça existe na loja e apresentar para você o produto.

Quando você faz muitas pesquisas sobre um mesmo assunto, é comum que a IA registre esse histórico. Então, quando você procurar um item similar na loja, o mecanismo encontrará produtos baseados no seu comportamento de consumo.

3.    Utilização de chatbots

O atendimento ainda é parte fundamental de qualquer tipo de venda, seja ela física ou virtual. No caso dos e-commerces, é comum que os clientes tenham diversas dúvidas, uma vez que não conseguem ver os produtos ou tocá-los para testar.

Por conta disso, é muito comum que diversos usuários tenham as mesmas dúvidas, o que pode acabar dando muito retrabalho para a equipe de atendimento. Para facilitar esse tipo de serviço, foram criados os chatbots.

Perguntas simples, como o quão resistente é uma tela para janela, podem ser respondidas automaticamente, facilitando assim a comunicação entre cliente e marca.

Tratam-se de inteligências artificiais de interação, que conseguem compreender as mensagens dos clientes e responder a maioria das perguntas mais frequentes de forma natural.

Além disso, os chatbots incluem perguntas em seus bancos de dados, para expandirem sua capacidade de resposta. Essas ferramentas são fundamentais para um atendimento mais rápido e personalizado.

Com os chatbots, você também tem a vantagem do atendimento irrestrito. Isso porque funcionários têm um período de atendimento, além de pausas regulares para alimentação e descanso.

Os chatbots funcionam 24 horas por dia, 7 dias por semana. Isso significa que mesmo um cliente que esteja em sua página no meio da madrugada, tem chances de encontrar as respostas que ele estava procurando.

Isso garante que alguém que precisa de uma resposta urgente, como um organizador de festas que precise de um stand evento, tenha todas suas dúvidas sanadas e possa adquirir o produto imediatamente.

Vale lembrar que o uso de chatbots não elimina a necessidade de uma equipe de atendimento.

Essas inteligências artificiais funcionam como uma linha de frente, eliminando uma série de etapas para que apenas os clientes com dúvidas mais complexas tenham que aguardar o atendimento com uma pessoa real.

4.    Melhora na experiência do usuário

As inteligências artificiais são capazes de uma série de pequenas ações que acabam melhorando a experiência de compra de um cliente em seu e-commerce.

Através da análise e captação de dados, por exemplo, um cliente que abandonou um carrinho recentemente pode receber essa proposta de compra em seu e-mail, lembrando-o de seu interesse inicial.

Esse tipo de interação é possível porque as inteligências artificiais são capazes de captar inúmeros dados por segundo, identificando pontos como o perfil de consumo e os passos que o cliente fez até abandonar o carrinho de compras.

Muitas vezes, a pessoa decide comprar em um outro momento e acaba esquecendo que queria aqueles itens em primeiro lugar.

Por exemplo, os materiais para a pintura de fachada que você acabou deixando para depois podem aparecer em seu e-mail, lembrando de seu desejo de concluir essa reforma.

Por isso, quando uma IA identifica e envia essa tentativa de compra ao usuário, está conectando o cliente e abrindo uma nova oportunidade.

Além disso, muitas empresas precisam do feedback recebido pelos clientes. Esses feedbacks atestam a qualidade e a confiabilidade da empresa, além de serem excelentes argumentos de venda.

Considerações finais

Hoje em dia, não utilizar os avanços tecnológicos pode ser um grave problema para qualquer empresa, principalmente uma que existe dentro da rede.

A utilização de inteligências artificiais dentro dos e-commerces é um passo no futuro, que permite uma automação muito maior de processos padronizados, permitindo que você e sua equipe se foquem no contato com o cliente e em formas de ampliar as vendas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Auris

Por: Auris Ideias Digitais

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

Comments are closed.

Últimos Artigos e Notícias

Shopping Basket