INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

5 ideias de conteúdos voltados para o e-commerce!

Não é novidade para ninguém que a tecnologia está gradativamente presente em nossas vidas. Cada vez mais, as pessoas se adaptam e criam novas formas de utilizá-la, e no caso de empresas, a partir dessa oportunidade surgiu o e-commerce.

O meio digital tem crescido de diversas formas através de redes sociais, novas plataformas de entretenimento e aprimoramento em ferramentas já existentes. De fato, a tecnologia está em uma busca constante de maneiras mais baratas e práticas de resolver um problema.

Mas não apenas problemas. A revolução da internet trouxe diversas praticidades e nos aproximou geograficamente das pessoas, já que com apenas alguns cliques, podemos utilizar aplicativos para nos comunicar com qualquer um que possua acesso à internet.

Enxergando esse incrível potencial, as empresas observaram uma forma de conseguir se utilizar do meio digital para expandir a sua marca e aumentar o alcance do seu negócio e, consequentemente, aumentando suas vendas.

Isso significa que qualquer produto ou serviço, desde que fosse investido no meio digital, poderia ter um aumento significativo em suas vendas, seja ele uma camiseta dry fit amarela ou qualquer outro produto.

Para entender melhor a importância do e-commerce, é importante refletir sobre alguns pontos específicos:

  • Qual é o público-alvo;
  • Qual o diferencial frente a outros produtos;
  • Quais estratégias abordar no momento das vendas;
  • Como gerar interesse pelo produto de forma prática e dinâmica.

Agora que você já entendeu o contexto pelo qual surgiram os e-commerces, vamos entender um pouco mais sobre como funcionam essas plataformas e como utilizá-las de maneira inteligente. Acompanhe!

O e-commerce e sua importância no mercado

Empresas de entregas investem em serviço de frete e transporte de pequenas cargas, por exemplo, mas investir no e-commerce deve ser uma prioridade em sua empresa, que como consequência, se torna um dos pilares e formas de negócios dela.

Inicialmente, vamos entender o que é marketing de conteúdo e algumas formas de aplicá-lo. O consumidor, hoje em dia, pesquisa sobre um produto antes de comprá-lo, para assim ter ao menos um conhecimento prévio e básico sobre o que irá consumir.

Pensando nisso, o marketing de conteúdo se aplica no e-commerce por ser uma forma de entregar ao consumidor final, conteúdo esse relacionado à empresa ou ao produto que o mesmo está adquirindo.

Por exemplo, antes de comprar qualquer fardamento esportivo feminino que veja pela frente, o consumidor irá buscar na internet informações relevantes que o ajudem a decidir qual comprar, como média de valores, diferença de tamanhos, etc.

Isso fortalece ainda mais o e-commerce, visto que muitos links podem direcionar para a sua loja, fazendo com que a sua receita aumente e mais pessoas conheçam o seu comércio, aumentando assim a autoridade e o alcance da marca.

Então, para que essa estratégia funcione, é necessário conhecer muito bem o seu público para saber exatamente como abordá-los e quais estratégias se tornam mais eficazes com eles. 

A criação de uma ou mais personas também é uma ideia bastante válida, humanizando e aproximando o público.

Portanto, reflita bastante sobre as observações pontuadas até o momento, pois são de extrema importância para iniciar o seu projeto de loja de roupa ou qualquer outra forma de negócio.

Como desenvolver os melhores conteúdos

Agora que você já entendeu um pouco melhor sobre a importância do marketing de conteúdo, principalmente relacionado ao e-commerce, listaremos algumas dicas sobre formas de levar conteúdo ao seu público-alvo e ainda conseguir expandir a sua marca:

1 – Blogs

A criação de um blog ou espaços que pareçam mais pessoais são a iniciativa perfeita para produzir conteúdo voltados para o seu e-commerce. 

Muitas lojas utilizam blogs para passar algumas informações para os seus clientes, inclusive com opiniões e críticas de especialistas.

Você também pode colocar as comparações de produtos mais vendidos no mercado e as vantagens e desvantagens de cada um, e que todos estão em sua loja. Pode ser um comparativo de itens encontrados em uma loja de material de construção, por exemplo.

Independentemente do tema, produto ou serviço abordado, ter um blog é possuir uma vertente do seu próprio negócio, trazendo mais credibilidade para a sua empresa e mais confiança ao cliente. A partir disso, o mesmo pode ir direto à sua loja comprar os itens.

2 – Vídeos

Criar um canal no YouTube, por exemplo, é uma alternativa mais do que válida para divulgar e fazer crescer o engajamento de seus clientes com a sua marca, aumentando ainda mais o marketing, confiança e relevância da sua empresa.

Vídeos são um tipo de conteúdo em que o cliente pode observar como é a aparência do produto, como ele funciona e qual é a opinião da empresa sobre o produto comercializado. 

Provavelmente, essa é a forma mais procurada para saber se vale a pena adquirir um produto.

É possível fazer o mesmo com alguns tipos de serviços, como entrega expressa motoboy, mostrando como é o tratamento dos clientes, qual o procedimento de retirada e entrega de itens, como ele dirige, etc.

3 – Análise de produtos

A opinião de terceiros vale muito para o consumidor, e investir nesse tipo de marketing pode ser a chave entre um produto de sucesso ou um tremendo erro. Esse tópico pode ser utilizado em vários outros formatos, como os outros dois citados anteriormente.

Incentivar alguns clientes que já adquiriram o produto a fazer uma crítica real e construtiva sobre a qualidade dele pode atrair muitos outros possíveis clientes a experimentar tudo o que você tem a oferecer no seu negócio.

Pode ser feito através do seu blog ou mesmo por meio de vídeos no YouTube ou alguma outra rede social, desde o unboxing (processo de desempacotar o produto da caixa e passar as primeiras impressões do mesmo), até o teste do produto de fato.

O lado positivo é que esse tipo de conteúdo voltado para o e-commerce pode ser feito com qualquer tipo de produto. Caso a sua empresa seja especializada em oferecer serviços de reforma de loja, por exemplo, mostre o passo a passo de como realizam o trabalho.

4 – Postagens com imagens

Publicações nas redes sociais trabalhadas com um belo design e mostrando algumas informações relevantes sobre seus produtos ou serviços são ferramentas poderosíssimas para gerar conteúdo de qualidade para os seus clientes e seguidores.

Esta estratégia é útil tanto para as pessoas que estão buscando informações sobre o produto, quanto como curiosidades para aqueles que podem ter visto seu produto uma vez ou outra, mas não sabem com exatidão os benefícios dele, fazendo-os cogitar na compra.

Então, por exemplo, ao fazer um post sobre roupas femininas para revenda, crie um visual agradável, onde as informações não pareçam desorganizadas. Coloque como marca d’água o logotipo de sua empresa e mantenha a constância, que o engajamento será maior.

5 – Perguntas frequentes

Tão importante quanto investir em todas as plataformas, estratégias e redes sociais já apontadas até o momento, é investir em um lugar onde as pessoas possam tirar possíveis dúvidas que surjam ao adquirir o produto ou mesmo antes de comprá-lo.

Com as redes sociais, e-mail, sessão de comentários de vídeos e até mesmo reviews do seu produto são uma abundante fonte de recursos na qual você pode filtrar as dúvidas mais frequentes e ser assertivo na hora de criar esse ambiente.

No momento em que já tiver certeza de como montá-lo, pense em publicar perguntas diretas, claras e objetivas, assim como as suas respostas. Não há necessidade alguma de escrever parágrafos adicionais apenas para enfeitar o texto.

Quando alguém vai a essa sessão, normalmente, quer esclarecer sua dúvida e já sair da página. Caso ela queira saber de outras informações sobre o produto, ela buscará as outras fontes que apontamos até o momento.

Utilize de uma linguagem simples e leve, evitando termos técnicos demais. Porém, não utilize de gírias ou vocabulário inadequado, para assim não “sujar” a imagem de sua empresa, produtos ou serviços.

Considerações finais

Vender na internet pode ser um grande desafio. Atrair novos clientes, se mostrar interessante durante todo o momento, saber se portar perante as dificuldades e a concorrência é uma tarefa árdua, mas que precisa ser feita com qualidade.

O e-commerce expandiu demais as possibilidades, além de gerar novas formas de marketing, propaganda e vendas, fazendo com que o mercado tivesse de se adaptar ao novo estilo tecnológico e acompanhar as mudanças seguintes de forma eficaz e dinâmica.

Porém, dessa forma, muito mais lojas e autônomos ganharam mais espaço para expor suas ideias e produtos, precisando apenas de um planejamento de logística para adaptar tudo que é necessário e um pouco de esforço para aprender as estratégias possíveis.

Por fim, esperamos que essas dicas e orientações tenham te dado ideias de como produzir conteúdo para seus clientes voltados para o e-commerce. 

Adapte-as para o seu estilo de negociação e de empreender, mas, acima de tudo, seja criativo e eficaz na hora de utilizá-las.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Auris

Por: Auris Ideias Digitais

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

Comments are closed.

Últimos Artigos e Notícias

Shopping Basket