INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

Big Data: O que é e como vai servir para a sua empresa?

O Big Data se tornou o objetivo de carreira para muitos profissionais, depois ele vem sendo cada vez mais utilizado por diferentes tipos de empresas.

Podemos conceituá-lo como uma revolução tecnológica que ajuda a qualificar os resultados das companhias que contam com o seu auxílio. E é exatamente isso que faz com que empresas do mundo todo se interessem por ele.

No Brasil, a ciência de dados ainda está se popularizando, e as empresas que utilizam esse recurso ou os profissionais que escolhem trabalhar com ele conseguem sair na frente da concorrência.

Essa tecnologia faz parte, inclusive, dos recursos utilizados pela indústria 4.0, e por meio dela, é possível analisar e interpretar dados, que ajudam a conduzir os negócios e melhorar as tomadas de decisão.

Se você é gestor de uma empresa ou profissional de tecnologia, precisa ficar por dentro desse conceito, pois a tendência é que ele seja cada vez mais utilizado.

Pensando nisso, neste artigo, vamos explicar o que é Big Data, como funciona, falar um pouco sobre seus conceitos e as vantagens que eles podem trazer para as empresas.

 

Entendendo o conceito de Big Data

O Big Data nada mais é do que um recurso utilizado para analisar e interpretar uma grande quantidade de dados armazenados de maneira remota.

Tudo o que está presente na internet e não é considerado sigiloso, mesmo que em quantidade muito grande, pode ser trabalhado pelo Big Data, e o agrupamento dessas informações é feito conforme o interesse do usuário.

Uma empresa de assessoria empresarial pode utilizar essa ferramenta assim como plataformas grandes da internet, como YouTube e Wikipédia.

Esse recurso integra qualquer dado coletado referente ao assunto, incluindo canais de interação não digital. Em outras palavras, onde houver um tipo de registro, essa tecnologia pode estar presente.

Só não são incluídas nessa ferramenta tecnológica informações confidenciais e inacessíveis, como informações financeiras e dados de empresas que não são públicas.

Portanto, tudo que estiver aberto ao público na internet pode ser acessado, coletado e agrupado pelo Big Data. 

Esse trabalho é feito de maneira rápida, utilizando algumas ferramentas de tecnologia da informação.

O recurso é importante porque existe uma grande quantidade de informações na internet e os números não param de crescer.

O Big Data interpreta e analisa todos os dados, para que eles sejam utilizados de diferentes formas, como:

  • Determinar as estratégias de marketing;
  • Reduzir os custos;
  • Aumentar a produtividade;
  • Mudar os rumos do negócio.

Devido a tantas possibilidades, gestores de diferentes empresas adotaram essa ferramenta tecnológica como um recurso de apoio estratégico.

No entanto, isso aconteceu porque diferentes organizações, como um fabricante de totens personalizados, entenderam a importância do Big Data.

Visto que ele ajuda a entender as tendências do mercado e de que maneira os consumidores se comportam.

Com isso, a companhia melhora suas tomadas de decisões, além de poder adotar processos de trabalho que façam com que ela se destaque perante a concorrência.

Em vista disso, não é difícil entender o quanto essa tecnologia é fundamental para o sucesso dos negócios. 

Isso acontece porque todas as informações online e offline são valiosas para o crescimento de qualquer negócio.

Para entender como funciona a extração de dados, primeiro precisamos compreender a estrutura das informações e de que maneira elas fluem dentro da companhia.

Dentro desse processo é necessário definir uma estratégia de Big Data, identificar quais serão as fontes de coleta, acessar, gerenciar e armazenar os dados, para que finalmente possamos tomar decisões baseadas nessas informações.

A partir disso, é possível entender que a extração de dados funciona por meio de sua integração, gerenciamento e análise.

Toda empresa, como aquela especializada na construção de fachada de loja, precisa entender um pouco mais sobre esse assunto, antes de começar a utilizá-lo. 

No próximo tópico, vamos abordar alguns pontos importantes sobre o assunto.

 

Tenha mais ciência sobre essa tecnologia

O Big Data é um recurso tecnológico importante porque ele é muito mais do que uma ferramenta de volume de dados. 

Na verdade, ele é um mecanismo estratégico fundamental para diferentes tipos de organizações.

Ele é capaz de coletar, organizar e permitir a interpretação de diversas informações obtidas, para que assim o gestor tenha insights valiosos, relacionados a diferentes questões.

Dentro de uma empresa, esse recurso pode ajudar a identificar novas oportunidades de negócio. 

Essa tecnologia é tão relevante, que em 2020 ela concentrava boa parte dos investimentos em recursos tecnológicos por parte das companhias.

Dentre os recursos tecnológicos que estão em alta e entre as principais tendências para os próximos anos está a inteligência artificial, design de engenharia e cibersegurança.

Ferramentas para analisar o volume de dados é o principal foco das organizações, portanto, é necessário estar atento e conhecer um pouco mais sobre ele.

Uma empresa de serviços de comunicação visual sabe que existem dois tipos de informações que podem ser coletadas por essa ferramenta tecnológica. Estamos falando das informações estruturadas e não estruturadas.

As informações estruturadas são aquelas que são organizadas em campos e colunas completos.

Os dados não estruturados, por sua vez, são aqueles que não podemos compreender em sua totalidade, por estar fora de ordem ou não serem devidamente preenchidos.

Além de servir para várias finalidades, o Big Data também é uma excelente opção de carreira. Em pouco tempo, uma empresa de consultoria administrativa e financeira vai precisar de profissionais qualificados nesse recurso.

Várias áreas de atuação podem trabalhar com o Big Data, entretanto, é necessário obter alguns conhecimentos específicos.

O administrador de banco de dados, também conhecido como DBA, é o profissional que vai gerenciar o banco de dados, como o próprio nome sugere.

Dentre as suas funções está a configuração, monitoramento e atualização, toda vez que for necessário.

Também temos o desenvolvedor, que cuida da programação e das especificações de Big Data. Com isso, ele consegue estabelecer revisar códigos, além de promover testes.

Outro profissional que atua com o Big Data é o cientista ou analista de dados, que pode trabalhar em um coworking sala privativa, fazendo análises que ajudam a obter informações, sendo capacitado para interpretar os dados.

 

Impactos positivos do Big Data

Essa ferramenta tecnológica pode ser utilizada por empresas de diferentes portes e segmentos. O principal objetivo de seu uso é poder entender melhor o comportamento dos clientes.

Com isso, é possível adotar medidas que tornem os processos mais eficientes, reduzam os custos e gerem oportunidades.

Essa ferramenta pode ser utilizada de várias formas, portanto, ela serve para diferentes finalidades. 

No caso dos bancos, por exemplo, a tecnologia ajuda a gerenciar informações que mostram os riscos de créditos, além de evitar fraudes.

As universidades que contam com serviços gráficos para os alunos também utilizam essa tecnologia para melhorar sua gestão financeira e aprimorar os processos de pesquisas acadêmicas.

O próprio governo é o usuário do Big Data, pois esse recurso ajuda a administrar dados da população e a organizar informações sobre beneficiários de programas sociais.

A área de medicina também têm adotado diferentes ferramentas tecnológicas, e um exemplo clássico disso são as operadoras de saúde.

Por meio do Big Data, elas conseguem gerenciar informações de seus pacientes, organizando melhor seus prontuários como exames, procedimentos realizados e consultas.

A indústria de manufatura também pode se beneficiar com o recurso para melhorar seu processo de produção. 

Por meio da análise de dados, essas empresas aperfeiçoam seus métodos de fabricação e garantem mais qualidade aos seus produtos.

Por fim, o varejo pode obter dados relacionados ao comportamento dos consumidores, o que permite criar soluções mais adequadas e estreitar o relacionamento com o público.

A sua empresa ou uma gráfica de plotagem de projetos também pode utilizar o Big Data para diversas finalidades, como o marketing.

Para isso, você só precisa reunir informações sobre seus clientes, entender quais são os seus hábitos e, com isso, criar ações personalizadas e direcionadas para esse público.

Também podemos aplicar esse recurso no controle de qualidade, para identificar problemas durante a produção de uma mercadoria. Uma forma de fazer isso é por meio dos testes preditivos, que ajudam a prevenir defeitos.

O setor financeiro da organização também pode utilizar o Big Data para alocar melhor seus próprios recursos. Isso acaba por evitar uma gestão incorreta das finanças e bloquear tentativas de fraude.

 

Conclusão

Portanto, a tecnologia nos traz diferentes ferramentas e uma das principais é o Big Data, que coleta dados e oferece informações valiosas para que as organizações possam aprimorar e melhorar seus processos.

Neste artigo, você aprendeu um pouco mais sobre esse conceito e as diferentes maneiras pelas quais ele pode ser aplicado.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Auris

Por: Auris Ideias Digitais

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

Comments are closed.

Últimos Artigos e Notícias

Shopping Basket

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência no nosso site.