Nossa equipe de especialistas está aqui para responder às suas dúvidas. Pergunte-nos qualquer coisa!
André Cardia
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Call To Action: o que é e como utilizar?

Estimular os consumidores em potencial para que avancem nas transações comerciais é decisivo para as empresas e, nesse cenário, diversas táticas são empregadas, sendo uma dessas o Call to Action (CTA) ou chamada para ação.

É um recurso indispensável no marketing digital quando se trata de conduzir o usuário a tomar uma atitude e, por esse motivo, tem grande ligação com a produção de conteúdos, ofertas e captação de leads.

Os leads são os consumidores em potencial, que em determinado ponto demonstram interesse pela empresa e certamente, o CTA pode ser um dos fatores decisivos.

O impacto da persona e do funil de vendas no CTA

Tanto a persona quanto o funil de vendas são imprescindíveis para um direcionamento mais preciso na implantação de um CTA ou de qualquer outra tática de marketing digital.

A persona indica os aspectos de um consumidor ideal, ou seja, é um perfil semifictício, enquanto o funil de vendas é uma representação da jornada de compras dos clientes, desde o primeiro contato com a empresa até a concretização do processo de aquisição.

Primeiramente, no que diz respeito à persona, entre os principais dados levantados, estão:

  • Ambições;
  • Dores;
  • Consumo de conteúdo;
  • Interesses.

Já em relação ao funil, ele pode estar em diferentes estágios: topo, meio ou fundo. O topo é marcado pela descoberta, pois o visitante não tem conhecimento sobre a empresa e muitas vezes ele se enquadra à sua necessidade.

Um exemplo de CTA adequado para esse caso, como de uma empresa que efetua poço cacimba, seria oferecer um webinar, que é basicamente uma videoconferência, nesse caso, poderia ser de uma via ou até mesmo um e-book sobre esse tipo de reserva de água.

Basicamente, no meio do funil, as soluções já começam a ser averiguadas e, conforme o cliente em potencial avança, comparações são realizadas, busca por preços e outros elementos configuram o processo da decisão de compra.

Nos casos em que há um preparo maior para a compra, as empresas podem apostar em CTAs como testes gratuitos, já que o conhecimento a respeito do serviço ou produto e da marca pode favorecer a decisão.

Ao unir esses dois conceitos, é possível perceber que a detecção da persona e do estágio no funil é capaz de contribuir de maneira significativa para criar um CTA mais eficiente devido à  maior compatibilidade com a audiência.

Objetivos e canais para o CTA

Ao longo do texto, é possível observar com clareza a versatilidade do CTA, principalmente em relação aos meios em que podem ser aplicados de acordo com os objetivos.

A landing page é um desses meios, sendo uma página específica para conversões, uma vez que possui poucos elementos, com o CTA como maior foco. 

De um modo geral, conta com um formulário em que o cliente em potencial deve preencher seus dados para obter algo, como um e-book, inscrever-se para receber novidades, descontos, entre outras possibilidades.

É uma medida valiosa para empresas, por exemplo, é possível iniciar um relacionamento mais próximo a partir dos dados de clientes que preencheram um formulário para ter acesso a um material exclusivo sobre caixa de calibração de relés

Já no caso de anúncios, é válido abordar que, como os textos comumente são curtos, é indispensável redobrar o cuidado com a escolha do CTA para garantir a eficácia. Os anúncios podem estar presentes nos mais variados locais, desde redes sociais até sites.

Em blogs, naturalmente, esse tipo de restrição é dispensada, mas é preciso que exista atenção no que diz respeito a qual cliente se pretende atrair quando se pensa nos estágios do funil de vendas.

Como solução, é possível utilizar os recursos apresentados, que são o conhecimento da persona e a aplicação do funil.

O aumento de tráfego para outra publicação da plataforma é um dos benefícios provenientes de uma chamada para ação em blog, o que contribui com as técnicas SEO, que correspondem à otimização de páginas para um melhor posicionamento nos buscadores.

Por exemplo, em um conteúdo de uma empresa que trabalha com aço, um texto com link sobre barra redonda 1 2 pode ser inserido para direcionar o leitor a outro artigo a fim de obter maiores informações sobre esse item.

Dicas para a criação do Call to Action

A essa altura do texto, já é possível perceber a importância do Call to Action para as estratégias comerciais, uma vez que ela pode influenciar inclusive a eficiência das conversões.

Portanto, ter conhecimento de medidas para criar chamadas para ação de forma adequada pode fazer toda a diferença. Confira, a seguir, alguns pontos que podem ser adotados.

Direcionamento para benefícios

Conforme citado, há táticas em que o CTA é empregado em troca de materiais valiosos, mas, de um modo geral, é interessante que esse recurso seja colocado de modo que os benefícios da ação sejam indicados.

Afinal, a percepção de uma vantagem agrega um valor significativo para o usuário, como ao oferecer dicas de aprimoramento do trabalho com metais na indústria, como dobra chapa inox e dispor um CTA estimulando o download.

O que pode potencializar os resultados desse tipo de aplicação é o reconhecimento claro de um problema, que lembre o usuário de sua necessidade. 

Consequentemente, as vantagens serão ressaltadas e as chances da ação proposta na chamada a ser atendida serão elevadas.

Estimule o senso de pertencimento

O senso de pertencimento é um conceito cada vez mais explorado no marketing digital, onde se acredita que um dos fatores cruciais para a decisão das pessoas é a ação de outras.

É uma forma de persuasão chamada de prova social e que pode ser aplicada de modos variados, sendo muito comum em formulários de landing pages.

Um exemplo seria uma empresa que trabalha com elementos para máquinas industriais, como ponte rolante apoiada e coloca uma chamada para ação apresentando um determinado número de assinantes para receber novidades, estimulando o cliente em potencial a se inscrever.

Muitas vezes, os elementos associados às provas sociais podem ser um complemento do Call to Action, usados justamente para potencializar o poder de persuasão.

Desperte a curiosidade

Formas de apresentar resultados positivos são constantemente buscadas, independentemente da área, e esse é um dos aspectos explorados quando se trata de despertar a curiosidade das pessoas.

Afinal, uma empresa que apresenta soluções que podem de fato agregar valor nos problemas que sua audiência possui, pode utilizar isso para o CTA.

Para isso, basta apresentar o que é feito e um case de sucesso, por exemplo, um profissional de marketing digital que atingiu determinado resultado por meio do e-mail marketing e que indica um e-book para leitura.

Outra possibilidade é uma empresa que comercializa e/ou aplica revestimento epóxi autonivelante de forma que a superfície fica preparada satisfatoriamente para receber diferentes tipos de revestimentos e apresenta grande durabilidade.

O público-alvo terá curiosidade de obter maiores informações sobre questões da área e como os resultados são alcançados, o que consequentemente pode influenciar as conversões.

A diversidade, nesse caso, é notável, e gatilhos mentais podem ser explorados amplamente desde a surpresa até a satisfação das pessoas.

Aproveite a agilidade

A rapidez viabilizada pelos recursos digitais também pode ser empregada como uma grande dica na elaboração do CTA.

Nesse caso, é válido observar que, nesse meio, o imediatismo é cada vez mais evidente e a chamada gratificação instantânea torna-se uma das técnicas exploradas.

Por exemplo, ao escolher fazer o download sobre a importância de utilizar um calibrador de rosca tampão para potencializar a confiabilidade do uso desse elemento, o usuário naturalmente espera que, no máximo em poucos minutos, o material esteja em seu e-mail.

Essa é uma forma de potencializar a atração das pessoas ainda mais e contribuir com a taxa de conversão.

Disponibilize um bônus

O bônus pode mudar totalmente o posicionamento do cliente em potencial, uma vez que brindes são capazes de atrair e, dependendo do desempenho, podem converter e reter consumidores.

Basta imaginar que profissionais da área de logística estão em busca de elementos que contribuam com a organização do espaço e se deparam com uma plataforma que comercializa produtos como rack metalico empilhavel.

Nesse caso, o Call to Action poderia ser implantado juntamente à disponibilização de um cupom de desconto na primeira compra.

Invista na estética

Trabalhar a estética no Call to Action também pode fazer grande diferença para os resultados obtidos.

Entre as alternativas, você pode apostar na personalização, cores diversas que se destaquem na página e até mesmo chamadas com visual de botões, que podem potencializar a atratividade.

Naturalmente, é preciso que todo o processo seja cautelosamente planejado para não comprometer a harmonia da página, sendo válido observar que o CTA pode ser implantado das mais variadas maneiras.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Mais notícias para você

Shopping Basket