Captura de tela 2021-05-01 172608

Gestão de Vendas: o que é e como devo aplicar?

Em um mercado cada vez mais competitivo, conquistar novos clientes e ganhar a fidelidade daqueles que já consomem em sua empresa é cada vez mais importante e para isso a gestão de vendas pode se mostrar fundamental.

Pode-se afirmar que, basicamente, os clientes s√£o respons√°veis por gerar lucro e movimentar as vendas, ou seja, a alma de qualquer neg√≥cio. Inclusive, essas transa√ß√Ķes definir√£o o seu sucesso ou fracasso perante o mercado.¬†

Por esse motivo, a gest√£o de vendas, processo que permite controlar e otimizar as opera√ß√Ķes e atendimentos realizados, √© de fundamental relev√Ęncia para todo o desenvolvimento e estrutura√ß√£o de uma empresa.

Contudo, para alcançar um maior êxito nas vendas, é preciso aumentar a produtividade por meio do planejamento, monitoria e análise de dados, entre tantas etapas que envolvem o gerenciamento do setor. 

Para isso, é necessário primeiro compreender realmente o que é a gestão de vendas e o que ela pode fazer por sua empresa.

O que √© gest√£o de vendas e qual a sua import√Ęncia?

De forma sucinta, √© poss√≠vel definir a gest√£o de vendas como o departamento respons√°vel pela cria√ß√£o, controle e administra√ß√£o de todas as a√ß√Ķes relativas √†s vendas de uma empresa.¬†

O objetivo √© sempre aumentar o desempenho do neg√≥cio e, consecutivamente, os lucros. Al√©m de procurar estabilizar as poss√≠veis oscila√ß√Ķes de vendas no decorrer dos meses.

Para isso, é realizado o acompanhamento detalhado de cada fase desse processo, desde a montagem de um planejamento estratégico, estudo de produto, programa de fidelização de clientes, até a averiguação e constatação dos pontos favoráveis e os pontos de melhoria, bem como o gerenciamento de estoque.

Além destes pontos, o setor ainda deve abranger os procedimentos de distribuição de produtos, as estratégias de publicidade e marketing, assim como a definição de preços, metas e atendimentos, buscando formas de se destacar.

Com tanta concorrência, é preciso se manter atualizado sobre as mudanças mercadológicas para se manter competitivo e a gestão de vendas pode ser uma ferramenta crucial nesse processo.

Desse modo, pode-se afirmar que a gestão é importante para garantir a excelência das atividades, proporcionando benefícios e suportes como:

  • Auxiliar na divulga√ß√£o da empresa;
  • Favorecer uma vis√£o ampla sobre o setor que se est√° inserido;
  • Melhorar a abordagem com o cliente;
  • Definir um percurso de compra mais efetivo;
  • Otimizar o processo de fechamento de vendas;
  • Propiciar o alcance de objetivos;
  • ¬†Realizar adapta√ß√Ķes necess√°rias para o mercado.

Desta forma, investir em uma equipe treinada e preparada, garantindo a integração de todos os setores do segmento de venda irá certificar a eficiência e os melhores resultados para o seu negócio como um todo e, para isso, o uso de ferramentas adequadas pode ser crucial.

Características que envolvem a gestão de vendas

Como dito anteriormente, a gerência dos processos de venda envolvem várias tarefas de setores distintos. 

Por isso, existem seis passos que você pode seguir para realizar uma melhor organização.

1.   Planejamento estratégico 

Tudo se inicia com o estabelecimento das metas almejadas, mensuráveis e realistas pela e para a empresa. 

O planejamento consiste na formula√ß√£o das etapas que devem ser seguidas, com o objetivo de melhorar as a√ß√Ķes de venda e alcan√ßar as metas do plano de marketing.¬†

Por esse motivo, deve constar neste documento como ser√° realizada a gest√£o, quem ser√£o os respons√°veis, qual ser√° a estimativa de vendas (totais e por vendedor), as medidas que dever√£o ser tomadas para a corre√ß√£o de falhas, entre outros aspectos para o funcionamento ‚Äúoperacional‚ÄĚ do neg√≥cio.

2.   Estudo de produto

√Č preciso conhecer o produto que est√° sendo vendido para torn√°-lo interessante ao mercado e demonstrar quais dores do p√ļblico ele pode solucionar, fator extremamente necess√°rio para a qualidade de vendas e para a a√ß√£o do marketing.

Exatamente por isso deve haver um estudo em conjunto com o setor de marketing para entender sua finalidade e as melhorias que podem ser feitas para atrair compradores/investidores.

3.   Gerenciamento da equipe de vendas 

Os vendedores precisam conhecer os produtos que vendem, além de estarem preparados e treinados para a realização de um bom atendimento. 

Quanto melhor for sua motivação e orientação, maiores são as chances de efetividade de vendas bem sucedidas. 

Inclusive, o uso de ferramentas adequadas pode auxiliar muito nesse processo, permitindo um controle rápido da atuação de cada vendedor, bem como o controle de como o atendimento foi feito e a pessoa responsável por ele.

Para isso, um CRM bem definido é uma boa alternativa para esse gerenciamento, principalmente por otimizar o histórico e auxiliar na integração entre as equipes.

Essa ferramenta pode, ainda, contribuir para a mensuração das estratégias usadas, bem como a identificação de possíveis ofensores para a efetivação da venda.

Al√©m do CRM, aplicativos como o Trello e o Slack tamb√©m s√£o sugest√Ķes de softwares que podem ser utilizados para facilitar a comunica√ß√£o entre equipes e para gerir projetos e metas di√°rias.

4.   Escolha de indicadores

Essa é a definição de quais dados deverão ser coletados para realização de uma análise sobre a qualidade e desempenho de uma empresa, bem como a identificação das falhas e as melhorias que devem ser feitas nos processos.

Informa√ß√Ķes como leads, satisfa√ß√£o dos clientes, sa√≠da de produtos, crescimento de vendas, dentre outros aspectos podem ser avaliados, conforme objetivos tra√ßados.

Neste ponto, o uso de plataformas de CRM online, tamb√©m podem auxiliar na compila√ß√£o e gera√ß√£o de relat√≥rios sobre as informa√ß√Ķes do empreendimento com mais facilidade, de modo que sejam monitorados com mais agilidade e com mais recorr√™ncia, caso seja necess√°rio.

5.   Pontos críticos e favoráveis

Com as informa√ß√Ķes dos indicadores coletados, √© necess√°rio fazer a avalia√ß√£o dos pontos positivos e de melhoria do seu neg√≥cio.¬†

Assim, será possível enxergar quais atitudes devem ser tomadas para favorecer o processo de vendas e quais deverão ser corrigidas para otimizar os atendimentos e o percurso do cliente.

6.   Gerenciamento de valores, equipes e estoque

Envolve a gestão de todas as áreas do setor de vendas. Desde a parte financeira (gastos e faturamento), organização das equipes, análise de equipamentos e organização de estoque, promovendo uma melhor integração e controle dos materiais e valores necessários para o funcionamento.

Para isso, o uso de softwares, como o sistema ERP, pode auxiliar no trabalho de gerenciar todas essas diversas áreas de forma efetiva e, por vezes, até automatizada.

Sendo assim, seguir os passos da gestão de vendas pode auxiliar na construção de um relacionamento com o cliente (CRM) mais efetivo e que aumentará as compras e a interação dos consumidores que já são fiéis à marca. 

Al√©m disso, se essas pessoas estiverem satisfeitas com o atendimento e a qualidade do produto, elas tendem a atrair novos clientes para sua empresa por meio do compartilhamento org√Ęnico, o que pode ter ainda mais valor para o p√ļblico consumidor.

Assim, com uma empresa organizada, treinada e com foco nas metas, a conquista de novos clientes pode ser feita muito mais naturalmente e com mais qualidade, não somente alcançando as metas estabelecidas, mas acelerando todos os resultados comerciais. 

Conte√ļdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Top News Tech, site voltado para a veicula√ß√£o de conte√ļdos ricos e relevantes para empresas de diversos nichos, bem como estrat√©gias que contribuem para o desenvolvimento do neg√≥cio.

blurry-female-vlogger-online-streaming

Produção de vídeos: Como a criação de vídeos pode auxiliar na divulgação de um e-commerce?

Todo mundo j√° ouviu que uma imagem diz mais que mil palavras. Imagine, portanto, o poder de multim√≠dias audiovisuais, sobretudo na internet e nas redes sociais. Da√≠ a import√Ęncia da produ√ß√£o de v√≠deos, da qual falaremos abaixo.

De fato, n√£o apenas o webdesigner ou profissional da √°rea de marketing precisam estar atentos ao tema, como tamb√©m todos os empres√°rios, aut√īnomos, freelancers e at√© os influencers digitais que quiserem melhorar sua atua√ß√£o digital.

Se a marca lida com roupas femininas para revenda, por exemplo, certamente vai ter um resultado muito melhor caso recorra a esse tipo de multimídia. 

Inclusive, existe um conceito na esfera digital de hoje que √© o de ‚Äúdar a cara‚ÄĚ.¬†

Isso quer dizer que por trás de toda marca precisa haver um porta-voz, um rosto com o qual as pessoas possam se identificar. 

Tanto que um dos grandes esfor√ßos das maiores empresas do mundo √©, justamente, tornar a marca mais pr√≥xima do p√ļblico.

As redes sociais j√° est√£o a√≠ para facilitar nesse esfor√ßo, por meio de postagens din√Ęmicas, uma linguagem mais informal e at√© recursos visuais como memes e gifs.

Contudo, √© no audiovisual, no v√≠deo de conte√ļdo ou de chamada, que est√° o grande segredo.

√Č ali que as pessoas identificam uma autoridade capaz n√£o apenas de representar a marca e aproxim√°-la do p√ļblico, como tamb√©m de provar sua autoridade.¬†

Isto é, capaz de mostrar seu conhecimento naquele segmento ou nicho de mercado.

No fundo, as pessoas j√° n√£o buscam apenas rela√ß√Ķes de compra e venda, mas uma solu√ß√£o completa ou uma experi√™ncia marcante da qual elas se lembrem.¬†

Portanto, isso exige que cada um seja uma autoridade no seu assunto. Imagine alguém da área de TI, por exemplo, que lida com controle de acesso digital e afins.

Esse profissional vai precisar trazer novidades constantes sobre o seu setor, comprovando que est√° em dia com as inova√ß√Ķes e que domina tecnicamente o assunto.

Por isso, a produ√ß√£o de v√≠deos tem muito a ver com marketing de conte√ļdo, ou seja, n√£o se trata apenas de filmar os produtos, como se fosse um comercial de televis√£o transportado para a esfera das plataformas digitais.

Pode ser isso também, mas é preciso ir muito além. Portanto, decidimos escrever este artigo, trazendo várias ideias bacanas sobre como a criação de vídeos pode auxiliar na divulgação da sua marca e do seu e-commerce.

O mais bacana √© que os conselhos servem para qualquer segmento, seja uma ind√ļstria petroqu√≠mica ou uma loja virtual que vende camiseta dry fit branca masculina.

Sendo assim, se você quer entender mais sobre o assunto e mudar seu negócio online de patamar, basta seguir adiante na leitura.

Como dar os primeiros passos?

Antes de tudo √© preciso pensar de modo estrat√©gico, ou seja, n√£o sair pegando uma c√Ęmera qualquer para gravar v√≠deos. √Č necess√°rio pensar em termos de autoridade de marca.

Claro que no seu e-commerce você já pode gravar vídeos para cada produto novo que for anunciar, pois isso já é bem melhor do que simplesmente postar uma foto.

Contudo, você vai precisar divulgar essa loja virtual. Aí é que entram outras estratégias de marketing digital, tais como:

  • Blogs e vlogs;
  • Redes sociais em geral;
  • Marketing de conte√ļdo,
  • Podcasts e afins;
  • Lives e entrevistas.

Enfim, há toda uma rede de divulgação, crescimento e influência que você pode (e deve) criar. 

Se a marca lida com sala comercial pequena, por exemplo, que tal um v√≠deo sobre ‚ÄúOs 10 principais motivos para alugar salas comerciais pequenas”?

No fundo, essa postura é que vai garantir o seu sucesso no curto, médio e longo prazo. 

Inclusive, nesses ambientes as pessoas tendem a repudiar alguém que já chega logo vendendo algo.

Os tempos mudaram, e hoje √© preciso come√ßar fazendo alguns materiais de conte√ļdos gratuitos, que gerem valor para as pessoas e fa√ßam elas engajarem primeiro.

Outro tipo de campanha que bomba é mostrar os bastidores e o dia a dia, seja da empresa inteira ou de um profissional liberal.

Ao fazer isso as pessoas sentem que tem alguém por trás daquela solução, então não se trata apenas de algo frio ou maquinário.

Sobre a parte técnica dos vídeos

Na internet h√° uma infinidade de rankings sobre c√Ęmeras de qualidade, bem como sobre para que serve cada modelo espec√≠fico e o custo-benef√≠cio envolvido.

Nossa inten√ß√£o aqui n√£o √© tratar disso. Saiba apenas que √© importante pesquisar bem antes, verificar as qualifica√ß√Ķes nas lojas virtuais e ter certeza de que aquele aparelho vai atender sua demanda, seu tipo e espa√ßo de filmagem, entre outros.

Por exemplo, se voc√™ vai fazer uma filmagem em local aberto, com raios solares interferindo nas lentes, a realidade √© uma. J√° se a empresa trabalha com montagem de stands em galp√Ķes cobertos, a demanda mudou bastante.

Tudo isso precisa ser levado em conta na hora de escolher um equipamento adequado, que n√£o apenas caiba no seu bolso, mas que com certeza vai atender em termos de qualidade e assertividade.

Como dar a minha cara para os vídeos?

Sabe quando você assiste três segundos de um vídeo e já sabe de que marca é, mesmo sem ela ter aparecido na tela? O que permite esse tipo de identificação é a identidade visual, que é um ponto fundamental na produção de multimídias.

Ter um logotipo e um slogan n√£o basta, embora tamb√©m sejam indispens√°veis. √Č preciso ir al√©m e adotar uma paleta espec√≠fica de cores, al√©m de tra√ßos que tenham uma harmonia.

Por exemplo, uma loja de uniforme esportivo masculino pode escolher cores mais vivas, porque lida com esportes. 

Os traços podem ser retilíneos, que puxam para algo mais estoico, exatamente como uma vida de exercícios e busca por resultados.

Já uma marca de roupas para bebês, por exemplo, pode preferir traços arredondados, além de cores frias, que transmitem mais sobriedade e tranquilidade, como um azul, um rosa ou um amarelo claro.

Na hora de fazer vídeos é possível integrar esses elementos da identidade visual em barras de rodapé, letras, legendas e até mesmo em filtros que deixam a produção com a sua cara.

Por dentro das aberturas e vinhetas

Novamente, a identidade visual é tudo. Na hora de fazer uma vinheta ela precisa aparecer com destaque, inclusive é o seu momento de colocar a filosofia da marca em movimento, com um vídeo que diga tudo sobre sua proposta.

Ela tamb√©m pode conter m√ļsicas de fundo e elementos chamativos e marcantes, que fazem a pessoa se lembrar de voc√™ mesmo depois de o v√≠deo ter acabado.¬†

A vinheta precisa ser curta, algo entre 10 e 20 segundos de duração. 

Outra estratégia que tem feito sucesso é investir em uma introdução do tema, que inclusive pode vir antes da vinheta.

Por exemplo, sobre uma sala comercial compartilhada, você pode começar com a introdução do vídeo, que traria uma das melhores cenas da filmagem da sala, depois a vinheta corta o vídeo e ao retornar, o material transcorre na íntegra.

Isso tem uma função grande de aumentar o engajamento, pois além de a vinheta ser chamativa, a introdução faz um suspense que tende a aumentar o engajamento e o tempo de permanência no vídeo.

Em uma √©poca em que todos lutam por audi√™ncia e pela aten√ß√£o do p√ļblico, esse tipo de diferencial pode mudar tudo em termos de aumento e ades√£o de p√ļblico.

Outros segredos bastante √ļteis

Tudo no universo da compra e da venda se resume à experiência. Portanto, seu esforço deve girar em torno de fazer o cliente em potencial se sentir utilizando aquele produto ou resolvendo a vida com aquele serviço.

No caso de produtos é um pouco mais fácil, desde que você saiba explorar os detalhes. 

Filmar os produtos em uso, as facilidades que traz, as vantagens que tem em relação a outros da concorrência, e daí em diante.

Um segredinho é indicar ao menos um ponto fraco (se você não for o fabricante), para ressaltar os benefícios. Isso transmite autenticidade ao seu discurso.

Já o vídeo de serviços tende a ser mais difícil, então um diferencial bacana é trazer cases de sucesso. 

Assim, se você vai vender um projeto de loja de roupa, traga testemunhos de clientes satisfeitos, pois isso é o que vai dar vida à sua solução.

Considera√ß√Ķes finais

Há mais uma série de pequenas dicas que poderíamos dar aqui, como sempre fechar com um CTA (Chamado para Ação) ou ainda, nunca falar de valores, pois eles podem mudar a qualquer momento no seu e-commerce, e o vídeo se perderia.

No entanto, o mais importante é levar em conta tudo o que dissemos acima sobre estratégia de marca, identidade visual, qualidade de produção e os demais segredinhos que trouxemos.

No fundo, há novidades todo dia sobre esse assunto, mas seguindo o que aconselhamos aqui, certamente você vai se diferenciar no curto, médio e longo prazo.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde voc√™ pode encontrar centenas de conte√ļdos informativos sobre diversos segmentos.

bancos

5 melhores bancos digitais e como escolher o seu

Conheça os principais bancos digitais do Brasil e saiba como escolher o seu

Conheça os principais bancos digitais do Brasil e saiba como escolher o seu.

Os bancos digitais vieram para mudar completamente a rela√ß√£o entre os clientes e as institui√ß√Ķes financeiras. Com o objetivo de trazer mais facilidade para o usu√°rio, nos √ļltimos anos temos visto surgirem in√ļmeras alternativas no mercado brasileiro.

Para quem est√° buscando o cart√£o de cr√©dito ideal, √© fundamental conhecer as melhores op√ß√Ķes de bancos digitais dispon√≠veis e avaliar os pr√≥s e contras de cada um deles.

1. Nubank

O Nubank √© um dos pioneiros em fintechs no Brasil. Especialista em servi√ßos financeiros digitais, o aplicativo √© simples e pr√°tico e oferece atendimento r√°pido e personalizado. O banco possibilita que o cliente gerencie todas as suas transa√ß√Ķes por meio do aplicativo.

Entre as principais características destacamos a abertura de conta gratuita, ausência de taxa para transferências e depósitos, abertura de conta para pessoa física e pessoa jurídica, cartão de crédito internacional físico e virtual, opção de depósito em conta via boleto e transferência bancária, PIX, pagamento por aproximação, investimento em CDI e poupança, recarga de celular, ausência de taxa de manutenção, saques na rede de Bancos 24horas e serviços adicionais como empréstimo e seguro de vida.

2. Inter

Outro banco que ocupa posi√ß√£o de destaque no mercado de fintechs √© o Banco Inter. Com oferta de abertura de conta gratuita, aus√™ncia de cobran√ßa de taxas para transfer√™ncias e servi√ßos b√°sicos, o Banco Inter tamb√©m tem cart√£o internacional. Ainda, h√° servi√ßo de emiss√£o de at√© trinta boletos por m√™s, cashback, dep√≥sito em dinheiro e cheque, investimento em tesouro direto, CDB, poupan√ßa e LCI, PIX, servi√ßos de recarga de celular, saques gratuitos na rede de Bancos 24horas e servi√ßos adicionais como c√Ęmbio, financiamento, cons√≥rcio e seguro.

3. Neon

O Neon é outra alternativa que tem se destacado entre os bancos digitais. A fintech oferece abertura de conta gratuita, sem cobrança de taxas para transferências e serviços básicos. Para os clientes que precisam emitir boletos, oferece o serviço de forma gratuita com um limite calculado de acordo com a análise do perfil do cliente.

Os cart√Ķes tamb√©m s√£o internacionais, de cr√©dito e d√©bito, sem cobran√ßa de anuidade. Na op√ß√£o cr√©dito, o limite √© gerenci√°vel de acordo com a an√°lise do¬† perfil do cliente. Os dep√≥sitos podem ser realizados via boleto, o banco oferece tamb√©m PIX e recarga de celular, al√©m de investimentos em CDI e CDB. Al√©m disso, o cliente pode optar por saques gratuitos na rede de Bancos 24 horas, com algumas limita√ß√Ķes, por fim, oferece servi√ßos de empr√©stimos.

4. C6 Bank

O C6 √© provavelmente o banco mais completo de todas as op√ß√Ķes dispon√≠veis. Al√©m da conta e do cart√£o de cr√©dito, tamb√©m oferece aos clientes produtos de investimento, TAG de ped√°gio gratuita e conta internacional em d√≥lar. A abertura de conta √© gratuita e n√£o s√£o cobradas taxas para transfer√™ncia de servi√ßos b√°sicos. Para quem usa cart√£o de cr√©dito, o C6 oferece cart√Ķes de cr√©dito internacionais f√≠sicos e virtuais, inclusive na op√ß√£o Black. O limite do cr√©dito √© gerenciado de acordo com o perfil do cliente.

O banco tem ainda a op√ß√£o de conta MEI, conta global, pagamento por aproxima√ß√£o, dep√≥sito em dinheiro via boleto, investimentos em CDI e CDB, PIX, recarga por celular com benef√≠cios exclusivos para clientes TIM, saques gratuitos na rede de Bancos 24 horas e servi√ßos adicionais como: C6+Benef√≠cios, √Ātomos, C6 Travel, C6 Kick, C6 Tag e C6 Pay.

5. Mercado Pago

O Mercado Pago √© uma plataforma de pagamentos que foi criada pelo Mercado Livre. Com o passar do tempo, acabou sendo uma alternativa tamb√©m para quem busca op√ß√Ķes de servi√ßos de bancos digitais.

A abertura de conta √© gratuita e n√£o s√£o cobradas taxas para transfer√™ncia e servi√ßos b√°sicos. Com cart√Ķes internacionais f√≠sicos e virtuais, o Mercado Pago oferece ainda cashback, cr√©dito, investimentos em CDI e poupan√ßa, al√©m da possibilidade de dep√≥sito via transfer√™ncias TED, boletos e entre contas do Mercado Pago.

Ainda, o Mercado Pago tem a opção PIX, pagamento por aproximação, pagamento por QR Code e recarga de celular. Oferece também saques na rede de Bancos 24 horas e via QR Code, além dos serviços adicionais: descontos em lojas e aplicativos, maquininhas Point, QR Code de pagamento para negócios e vínculo com a conta Mercado Livre.

Al√©m destes bancos, outras op√ß√Ķes dispon√≠veis no mercado e que valem uma pesquisa s√£o: Banco Original, PagBank, Next e Agibank. O N26 ‚ÄĒ que ainda n√£o est√° em opera√ß√£o ‚ÄĒ promete ser outra op√ß√£o bacana para os usu√°rios que apreciam servi√ßos digitais.

A abertura de conta √© gratuita e n√£o s√£o cobradas taxas para transfer√™ncia e servi√ßos b√°sicos. Com cart√Ķes internacionais f√≠sicos e virtuais, o Mercado Pago oferece ainda cashback, cr√©dito, investimentos em CDI e poupan√ßa, al√©m da possibilidade de dep√≥sito via transfer√™ncias TED, boletos e entre contas do Mercado Pago.

Ainda, o Mercado Pago tem a opção PIX, pagamento por aproximação, pagamento por QR Code e recarga de celular. Oferece também saques na rede de Bancos 24 horas e via QR Code, além dos serviços adicionais: descontos em lojas e aplicativos, maquininhas Point, QR Code de pagamento para negócios e vínculo com a conta Mercado Livre.

Al√©m destes bancos, outras op√ß√Ķes dispon√≠veis no mercado e que valem uma pesquisa s√£o: Banco Original, PagBank, Next e Agibank. O N26 ‚ÄĒ que ainda n√£o est√° em opera√ß√£o ‚ÄĒ promete ser outra op√ß√£o bacana para os usu√°rios que apreciam servi√ßos digitais.

internet sports2

Os brasileiros e o esporte: como as pessoas est√£o se exercitando e consumindo conte√ļdo esportivo no pa√≠s?

A pandemia e o distanciamento social transformaram as salas de estar do mundo todo em arenas e estádios. Diretamente do sofá, as pessoas acompanharam partidas, reviram os melhores momentos de seus ídolos e muitas vezes se sentiram mais próximas deles. A COVID-19 mudou os hábitos e o consumo de todos. No mundo dos esportes não foi diferente.

Agora, com novas tend√™ncias consolidadas, como as pessoas est√£o vendo esportes ou fazendo exerc√≠cio? A pesquisa ‚ÄúGoogle Sports Study: os brasileiros e o esporte‚ÄĚ reuniu dados e insights elencando 4 tend√™ncias macro dentro do tema. Acompanhe.

1. Novas atividades que representam novas oportunidades

Sim, o futebol continua sendo a paix√£o nacional. Ele surge como esporte preferido de 70% dos brasileiros1. Mas, com mais acesso a conte√ļdo, as pessoas passaram a acompanhar outras pr√°ticas esportivas, como o basquete, a terceira modalidade mais acompanhada na m√≠dia, que tamb√©m cresce 13pp na prefer√™ncia dos brasileiros2.

Outro dado curioso é que, mesmo em tempos de pandemia, o brasileiro está mais plural na hora de se exercitar. Caminhada, futebol, corrida, musculação e ciclismo são algumas das atividades preferidas.

Os brasileiros e o esporte: como as pessoas est√£o se exercitando e consumindo conte√ļdo esportivo no pa√≠s?

Para al√©m da TV, as pessoas est√£o acompanhando cada vez mais esportes no YouTube: os usu√°rios de Youtube s√£o mais interessados em esportes que a m√©dia. No caso do basquete, por exemplo, esse interesse √© 42% acima da m√©dia3. N√£o √† toa, LeBron James teve praticamente o mesmo volume de buscas que Gabigol nos √ļltimos meses no Brasil, enquanto as buscas pela modalidade cresceram 89% no pa√≠s4.

Os brasileiros e o esporte: como as pessoas est√£o se exercitando e consumindo conte√ļdo esportivo no pa√≠s?

Quanto mais consumidores entram no universo dos esportes, mais as marcas ganham uma oportunidade de conectar pessoas ao universo das modalidades esportivas ‚ÄĒ e tamb√©m dos seus √≠dolos. Se a TV foi fundamental para vender o estilo de esportistas como Michael Jordan nos anos 1980, hoje a internet nos aproxima ainda mais desses √≠dolos.

A moda, por exemplo, é um segmento que vem sendo influenciado nesse processo. Estilo, conforto e tecnologia dos materiais esportivos são elementos levados para o dia a dia e se tornam tendências, construindo um novo estilo: o athleisure.

Os brasileiros e o esporte: como as pessoas est√£o se exercitando e consumindo conte√ļdo esportivo no pa√≠s?

2. Esporte e bem-estar

Durante a pandemia, mais do que perder alguns quilos ou correr atr√°s da barriga sarada, o ‚Äúestar bem‚ÄĚ se tornou fator de m√°xima import√Ęncia na vida das pessoas. Por isso tamb√©m houve um crescente interesse por outras atividades f√≠sicas, como a yoga, por exemplo.

Os brasileiros e o esporte: como as pessoas est√£o se exercitando e consumindo conte√ļdo esportivo no pa√≠s?

Mesmo buscando nos esportes formas de se manter saud√°vel e relaxar, a rotina esportiva s√≥ √© uma constante para 19% dos brasileiros5. √Č nesse cen√°rio que 2 em cada 3 brasileiros dizem estar insatisfeitos com sua pr√°tica de exerc√≠cio atual6. Como melhorar? Com a alta procura por exerc√≠cio f√≠sico em casa, as marcas procuram se adaptar, oferecendo servi√ßos e equipamentos multifuncionais e compactos que atendam essa nova necessidade.

Os brasileiros e o esporte: como as pessoas est√£o se exercitando e consumindo conte√ļdo esportivo no pa√≠s?

A maioria dos brasileiros que se exercitam em casa fazem isso sozinhos, sem aux√≠lio de um treinador. √Č nesse contexto que os v√≠deos de profissionais no YouTube fazem o papel de orientar essa turma.

Os brasileiros e o esporte: como as pessoas est√£o se exercitando e consumindo conte√ļdo esportivo no pa√≠s?

Indo al√©m da academia em casa, com a flexibiliza√ß√£o, muita gente foi para a rua justamente para se exercitar. E na vida outdoor, surf e skate t√™m se destacado nos √ļltimos anos.

Os brasileiros e o esporte: como as pessoas est√£o se exercitando e consumindo conte√ļdo esportivo no pa√≠s?-7

3. Futebol além do campo

Apesar das novas modalidades esportivas que geram interesse nos brasileiros, ou mesmo da onda de wellness em torno dos exercícios, o futebol continua soberano quando o assunto é o esporte mais consumido no Brasil. Modalidade altamente afetada durante o período mais crítico da pandemia, o futebol retoma com a força de antes e os fãs do esporte vão além de acompanhar as partidas.

Os brasileiros e o esporte: como as pessoas est√£o se exercitando e consumindo conte√ļdo esportivo no pa√≠s?

A intera√ß√£o vai al√©m dos 90 minutos da partida: as pessoas t√™m buscado conte√ļdo cada vez mais variado relacionado ao futebol. Cruzando as buscas no Google por futebol com os hor√°rios de jogos ao vivo, percebemos que 45% das buscas acontecem durante os jogos e 40% da procura depois que ele termina7. Ou seja: a intera√ß√£o continua, principalmente com os torcedores buscando por an√°lises e melhores momentos. N√£o √† toa, em 2020 os jogadores foram o foco de interesse, com um aumento de 11 pontos percentuais no share das buscas por futebol8.

Os brasileiros e o esporte: como as pessoas est√£o se exercitando e consumindo conte√ļdo esportivo no pa√≠s?

4. Sportainment

Seja o futebol, sejam outras modalidades, 50% dos brasileiros dizem ter alto interesse em acompanhar conte√ļdo esportivo.9¬†A TV j√° foi o principal canal para se manter informado sobre o tema. Mas, com um consumo de conte√ļdo menos concentrado em um s√≥ ve√≠culo, as plataformas online t√™m se tornado cada vez mais relevantes se comparadas aos meios tradicionais.

Essa tend√™ncia de consumo pulverizado de conte√ļdo favorece diretamente o sportainment, uni√£o entre esporte e entretenimento, criando um novo meio de campo para o marketing esportivo.

Os usu√°rios de YouTube, por exemplo, acompanham mais esportes que a m√©dia dos brasileiros, assim como tamb√©m s√£o mais praticantes de esportes que a m√©dia nacional. O consumo de conte√ļdo esportivo na plataforma sem um primetime determinado ganha um car√°ter mais descompromissado, dando lugar aos conte√ļdos nost√°lgicos, divertidos, curiosos, al√©m, √© claro, dos conte√ļdos ao vivo. √Č na plataforma que os brasileiros encontram sua dose di√°ria de entretenimento, assistindo a v√≠deos de esporte para relaxar.

Os brasileiros e o esporte: como as pessoas est√£o se exercitando e consumindo conte√ļdo esportivo no pa√≠s?

O conte√ļdo nativo do YouTube, feito de ‚Äúde f√£ para f√£‚ÄĚ, tem estabelecido uma conex√£o real com os espectadores. A aposta no sportainment, mais especificamente, d√° lugar a muitas formas de se consumir conte√ļdo ‚ÄĒ aproximando consumidores de seus esportes e √≠dolos.

Como as marcas podem jogar esse jogo?

O ecossistema da produ√ß√£o e do consumo de conte√ļdo sobre esportes est√° mudando, e existem diferentes formas de as marcas interagirem com os consumidores. Pense em algu√©m que decidiu correr na rua. Que t√™nis comprar? Qual a melhor roupa para o treino? Por onde come√ßar a corrida?

Os brasileiros e o esporte: como as pessoas est√£o se exercitando e consumindo conte√ļdo esportivo no pa√≠s?

De uma busca no Google Shopping para a compara√ß√£o de pre√ßos a v√≠deos tutoriais de corrida no YouTube, as pessoas est√£o em busca de respostas sob medida. E como os esportes tamb√©m s√£o um reflexo do momento em que vivemos, vale lembrar da necessidade de humanizar as rela√ß√Ķes e agir de acordo com o contexto: com hist√≥rias relevantes e que inspirem, principalmente em uma jornada de compra que n√£o √©¬†nem um pouco linear. Nessa esteira, as plataformas Google est√£o no centro dessa mudan√ßa e procuram facilitar essa conex√£o.

Fonte: Think with Google

two-women-carrying-shopping-bags-while-using-smartphone-and-holding-coffee-in-the-city-street_t20_d12wRA

ZMOT РConheça a Chave para Influenciar o Consumidor

O que você diria se eu te contasse que está perdendo grandes oportunidades ao não investir no ZMOT?

Talvez você sequer saiba o que é isso, mas não se preocupe porque vou te contar em detalhes!

O ZMOT (Zero Moment of Truth), ou Momento Zero da Verdade, é um conceito que tem o objetivo de entender como os consumidores tomam sua decisão de compra e quais fatores podem influenciá-los nessa trajetória.

Isso quer dizer que o ZMOT é a oportunidade perfeita para que a sua marca entre em ação, se fazendo presente e convencendo o cliente de que ele deve escolher você!

Esse momento da verdade foi uma descoberta feita pelo Google em parceria com a Shopper Science. Após estudar mais de 5000 empresas, eles chegaram a 4 pilares de influência que estruturam o ZMOT.

Como sabemos da import√Ęncia desse momento, vamos te mostrar em detalhes cada um deles.

 

zmot

 

4 Pilares do ZMOT

Ao tomar uma decis√£o, seja qual for, as pessoas podem ser influenciadas por in√ļmeros fatores externos, como opini√Ķes ou pre√ßos, quando falamos de produtos.

Graças ao estudo que mencionamos acima, foi possível organizar os principais fatores de influência sobre o consumidor em 4 pilares chave que permitem às empresas darem aquele empurrãozinho no cliente e convencê-lo a comprar.

Esses pilares se unem a estratégias do Marketing Digital abrindo fronteiras promissoras para as empresas.

Os pilares s√£o:

  1. Ranqueamento
  2. Avalia√ß√Ķes
  3. Listas Comparativas
  4. Promo√ß√Ķes e Cupons

Ranqueamento

Estar presente em boas classifica√ß√Ķes nos ranqueamentos de busca online √© essencial para que seu cliente consiga chegar at√© voc√™.

Entretanto, alguns dados podem deixar mais claro at√© que ponto vai essa import√Ęncia.

Um estudo realizado pela Advanced Web Ranking descobriu que o 1¬ļ link org√Ęnico ranqueado no google tem um percentual de cliques de 33%. J√° o 2¬ļ colocado atinge cerca de 15% das intera√ß√Ķes.

Esses valores v√£o diminuindo drasticamente at√© chegarem a uma porcentagem irrelevante, como √© o caso do 15¬ļ link, que consegue apenas 0,04% dos cliques.

E uma vez que o Google é responsável por 90% de todas as pesquisas online, ser bem ranqueado Рem especial nessa plataforma Рé extremamente importante.

Para isso, foque seus esforços em estratégias de SEO. Elas podem te ajudar a melhorar o ranqueamento e os cliques.

Avalia√ß√Ķes

Você confia em tudo o que vê na internet? Provavelmente não, e nem deveria.

O mesmo acontece quando pensamos em consumir online. Os clientes n√£o costumam confiar de primeira nas empresas e acabam por buscar avalia√ß√Ķes positivas para se sentirem seguros ao realizar uma compra.

Segundo a Bright Local, 95% dos jovens entre 18 e 34 anos afirmam pesquisar por coment√°rios positivos e 57% deles s√≥ efetuam uma compra caso as avalia√ß√Ķes sejam entre 4 e 5 estrelas.

Isso significa que criar uma boa reputa√ß√£o online pode ser a diferen√ßa para as suas convers√Ķes!

Listas Comparativas

√Č comum que fiquemos indecisos entre produtos semelhantes quando estamos comprando. Por isso as tabelas e listas comparativas s√£o t√£o importantes.

Ao fornecer as informa√ß√Ķes sobre os produtos de forma f√°cil e din√Ęmica, voc√™ n√£o s√≥ vai melhorar a User Experience (UX) do seu site como tamb√©m vai contribuir para que o consumidor avance na jornada de compra.

As listas comparativas podem ser simples, o essencial √© mostrar para o cliente que voc√™ entende a d√ļvida dele e est√° disposto a ajud√°-lo nessa decis√£o.

Além do mais, essa é uma maneira excelente de influenciá-lo e também fixar a sua marca na mente do cliente através das heurísticas.

Promo√ß√Ķes e Cupons

A busca por promo√ß√Ķes na internet costuma consumir cerca de 2 horas semanais da vida de um cliente comum. Isso porque 85% deles tendem a procurar por descontos para lojas online e f√≠sicas.

Esses dados, fornecidos pela Acess Development, apenas confirmam algo que já sabíamos: o preço é um fator de decisão importantíssimo.

Mas olhe para isso como uma oportunidade de gerar mais convers√Ķes!

Se seus clientes buscam por cupons, descontos e promo√ß√Ķes, ofere√ßa isso a eles. Essa √© uma forma muito f√°cil e produtiva de convert√™-los durante o ZMOT.

Conclus√£o

O Momento Zero da Verdade √© uma grande oportunidade que podemos usar para conhecer o consumidor e a forma como ele toma suas decis√Ķes.

Quanto mais informa√ß√Ķes tiver sobre isso, mais f√°cil ser√° entender a import√Ęncia dos 4 pilares.

Essa é uma forma extremamente proveitosa de influenciá-los a escolherem você.

Deixe um coment√°rio para n√≥s contando o que achou do conte√ļdo!

packet

A import√Ęncia das embalagens no e-commerce

As embalagens no e-commerce s√£o extremamente importantes, pois elas asseguram a integridade dos produtos contra danos, avarias e outros problemas que podem ocorrer durante o envio das mercadorias.

Mas, além disso, os invólucros também são uma maneira de cativar o cliente, demonstrando que a empresa tem cuidado com os produtos e realiza um trabalho profissional, com atenção aos mínimos detalhes.

No artigo de hoje, saiba mais sobre a import√Ęncia das embalagens no e-commerce e quais as vantagens de us√°-las no seu neg√≥cio. Acompanhe a leitura!

Por que devo usar embalagens?

Seja com uma caixa de encomenda 6b ou uma simples sacola, as embalagens tornaram-se imprescindíveis para as empresas. Afinal de contas, elas asseguram a qualidade dos produtos, fazendo com que eles cheguem inteiros à casa do consumidor.

Por√©m, percebeu-se que as embalagens tamb√©m s√£o √≥timas ferramentas de marketing, pois al√©m da prote√ß√£o, elas igualmente melhoram o relacionamento com o p√ļblico, imprimem a identidade da marca e ajudam na divulga√ß√£o do seu neg√≥cio.

Portanto, as embalagens tornaram-se um fator de competitividade essencial dentro de um mercado cada vez mais competitivo e exigente.

As marcas de luxo dão um bom exemplo nesse sentido. Não é incomum vermos sacola de tecido personalizada, com o logo da empresa e as cores da identidade visual, ou até mesmo, caixas belíssimas que ajudam na composição do produto.

Fora que a abertura das embalagens fornece uma experi√™ncia √ļnica aos compradores. Podemos ver isso nos famosos unboxings (desembalando), que s√£o conte√ļdos famosos e populares no YouTube e perfis no Instagram.

Ou seja, os invólucros são parte do marketing visual, sensorial e de experiência, para que o cliente sinta que adquiriu muito mais do que um simples produto, mas também está comprando algo diferenciado e especial.

Fora que a proteção é incomparável! Imagine que um motoboy entregador acaba deixando a mercadoria cair no chão durante o trajeto até o consumidor final.

Sem uma embalagem adequada, o produto pode se danificar, ainda mais se for algo frágil, como vidro. Mas com o invólucro correto, é possível assegurar que o item se mantenha inteiro, sem danos.

Isso vale para todos os tipos de envios, n√£o s√≥ com a contrata√ß√£o de servi√ßo de motoboy terceirizado, mas a log√≠stica de caminh√Ķes, por exemplo, tamb√©m pode oferecer riscos √† integridade das mercadorias, quando n√£o protegidas adequadamente.

Como escolher as embalagens certas para seus produtos?

Diante de todas as vantagens das embalagens, os negócios estão priorizando cada vez mais o uso de invólucros resistentes, ainda mais os e-commerces (já que eles trabalham diretamente com a entrega dos produtos).

No entanto, muitas pessoas t√™m d√ļvidas de como escolher as embalagens certas. Afinal de contas, n√£o se pode usar a mesma caixa que abriga marmitas para empresa para embalar pe√ßas de roupas, por exemplo.

Por isso, separamos algumas dicas que podem te ajudar na escolha dos pacotes corretos. Confira!

1 РConheça quais produtos irá oferecer

Entender as características dos produtos é o primeiro passo para escolher a embalagem certa. Para isso, leve em consideração alguns pontos da mercadoria:

  • Tamanho;
  • Peso;
  • Fragilidade;
  • Perecividade;
  • Temperatura ideal.

Essas especifica√ß√Ķes ajudam na escolha da embalagem com o n√≠vel de resist√™ncia correto e, al√©m disso, caso a sua mercadoria exija um condicionamento espec√≠fico, √© poss√≠vel procurar pelo inv√≥lucro correto.

Por exemplo, no embalo de uma lava louça compacta, é preciso escolher uma embalagem que suporte os atritos do deslocamento. Porém, ao abrigar um alimento, é necessário optar por pacotes com capacidade térmica.

Da mesma forma, é fundamental conhecer a quantidade média de produtos adquiridos para a venda, especialmente se o seu e-commerce costuma vender itens em grande quantidade, ou mescla mercadorias grandes, pequenas e médias.

Isso facilita na hora de escolher as embalagens ideais para a logística.

2 РConsidere os quesitos de proteção

Como percebemos, a questão da proteção é um dos itens mais importantes na escolha das embalagens. Por esse motivo, vale a pena conhecer quais são os principais materiais usados na confecção de embalagens, bem como na proteção dos produtos. São eles:

  • Almofadas de ar: para produtos pequenos;
  • Pl√°stico-bolha: para produtos mais fr√°geis;
  • Papel kraft ou papel seda: para envolver produtos resistentes;
  • Caixa de papel√£o ou envelope: para diversos tipos de produtos.

Aqui, nos quesitos de prote√ß√£o, vale a pena considerar a facilidade de transporte tamb√©m. Por exemplo, na log√≠stica de um kimono infantil jud√ī, pode ser muito mais f√°cil usar um envelope do que uma caixa grande de papel√£o.

3 – Tenha embalagens personalizadas

Para atingir os objetivos de marketing, vale a pena investir em embalagens personalizadas para os seus produtos.

Verifique o custo de estamparia, bem como a impress√£o do logo em alguns inv√≥lucros. Isso ajuda na gera√ß√£o de brand awareness, al√©m de ser uma forma de mostrar a sua empresa para um n√ļmero maior de pessoas.

4 – Explore os cinco sentidos do comprador

Mais do que entregar um produto sem avarias, as embalagens também são parte da experiência de compra. Por esse motivo, elas se tornaram indispensáveis para todos os tipos de empresas, principalmente os e-commerces.

Sendo assim, vale a pena explorar mais os cinco sentidos dos compradores para criar uma afetividade do p√ļblico com a marca.

Você pode usar materiais com um toque diferenciado, ou até mesmo borrifar uma essência nos produtos. Além disso, vale a pena incluir alguns brindes, como balinhas ou canetas.

Outra alternativa √© incluir um cart√£o da loja ou at√© mesmo uma cartinha, agradecendo o consumidor pela compra. √Č um gesto simples, mas que faz toda a diferen√ßa na fideliza√ß√£o dos clientes.

5 – Desenvolva embalagens que facilitem o carregamento

Além de pensar nos compradores, é importante levar em conta a facilidade do carregamento, tanto para os clientes quanto para os responsáveis logísticos.

Inclusive, quanto mais fácil for de carregar, menor é o risco de avarias. Assim, no caso de mercadorias grandes, como uma mesa grande para escritório, vale a pena dividi-la em mais de uma caixa, por exemplo.

6 – Coloque o valor do frete

O valor do frete deve estar incluso como parte da compra do consumidor. Dessa forma, o cliente saberá que está pagando para ter segurança no envio da sua mercadoria, já que toda a compra de embalagens e o envio logístico têm um custo para os e-commerces.

No entanto, tente realizar algumas promo√ß√Ķes, como fretes gr√°tis em compras acima de um limite de gastos, ou descontos. Isso ajuda a convencer os clientes, tornando-os mais pr√≥ximos de fazer uma compra com voc√™.

Importante ressaltar que as embalagens menores e mais leves tendem a custar menos. Ou seja, você tem a oportunidade de baratear o frete, mas sempre mantendo o cuidado com a segurança da mercadoria.

Quais s√£o os principais tipos de embalagens?

Agora que você já sabe como escolher a embalagem ideal, está na hora de conhecer quais são os principais pacotes usados pelos e-commerces. Dessa forma, você terá uma ideia mais concreta de qual invólucro é o melhor. Veja a seguir:

Caixas de papel√£o

As caixas de papel√£o s√£o as embalagens mais famosas dos e-commerces, pois elas ganham no quesito versatilidade. Afinal, elas s√£o capazes de transportar a grande maioria dos produtos, tendo diversidade de tamanhos e comprimentos.

Além disso, as caixas de papelão ocupam pouco espaço e são fáceis de montar. Por isso, são as preferidas dos responsáveis logísticos.

Para escolher as caixas certas, uma dica é identificar a quantidade média de produtos vendidos, para encontrar embalagens padronizadas para o seu negócio.

Não deixe de usar proteção interna, como plástico-bolha ou almofadas de ar, no caso de produtos frágeis.

Envelopes de papel kraft

O papel kraft ajuda na criação de embalagens com diversas resistências. Inclusive, a grande vantagem desse modelo é que a maioria já vem com uma fita colante, que ajuda no fechamento do invólucro.

Em geral, os envelopes de papel kraft são usados para empacotar livros, CDs, bijuterias e pequenas peças de roupas. Por vezes, podem ser substituídos por envelopes de plástico.

Além disso, esse tipo de embalagem é mais fácil e barato de personalizar. Por esse motivo, os envelopes são a preferência de grande parte dos e-commerces.

Conclus√£o

As embalagens são fundamentais para os e-commerces. Mais do que ajudar a proteger os produtos contra avarias e danos, elas também contribuem com a experiência de compra. 

N√£o √© √† toa que muitos e-commerces s√£o conhecidos pelo envio de embalagens diferenciadas, que encantam o p√ļblico.

O artigo de hoje buscou trazer algumas dicas de como escolher a embalagem ideal, considerando as características da sua mercadoria. Dessa forma, você poderá melhorar o marketing da sua empresa e se destacar da concorrência.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde voc√™ pode encontrar centenas de conte√ļdos informativos sobre diversos segmentos.

Screenshot 2021-02-24 003835

Remarketing para e-commerce: saiba como fazer

O retargeting é uma estratégia muito usada para atrair pessoas que entraram em seu site para comprar, mas acabaram desistindo. O remarketing para e-commerce consegue identificar páginas que o usuário está acessando para tentar engajá-lo novamente.

Esses an√ļncios podem aparecer em diversos locais, como:

  • Redes sociais;
  • Motores de busca;
  • Portais de not√≠cia;
  • E-mails.

A frequ√™ncia e os locais onde ser√£o inclu√≠das as propagandas depende da estrat√©gia que voc√™ pretende utilizar para encontrar seu p√ļblico.

Uma pessoa pode encontrar sua loja em um flyer digital, escolher alguns produtos e abandonar o carrinho. √Č preciso compreender o porqu√™ esse cliente fez isso e como traz√™-lo de volta.

O remarketing é uma estratégia fundamental para o aumento de vendas de seu e-commerce, além de diminuir taxas de abandono de carrinhos e outras métricas que podem prejudicar o desempenho da empresa.

Entretanto, para conseguir atingir seus clientes, √© preciso conhecimento sobre seu p√ļblico-alvo. √Č importante em estrat√©gias de remarketing que voc√™ consiga criar campanhas que efetivamente atraiam interessados para concluir a compra.

Quanto mais informa√ß√Ķes voc√™ conseguir sobre seu p√ļblico-alvo, melhor conseguir√° qualific√°-lo.

Isso significa saber onde moram, quanto ganham por m√™s, qual a influ√™ncia que eles possuem dentro de casa no que diz respeito a poder de compra, entre muitas outras informa√ß√Ķes relevantes para conseguir identificar um padr√£o.

Uma pessoa que procure um vinho pequeno para lembrança, provavelmente, terá um evento especial próximo, por isso é importante rapidez para conseguir converter o cliente de volta.

Vale lembrar que muitas pessoas costumam entrar em sites do qual j√° s√£o clientes para observar produtos, e costumam ser o tipo de p√ļblico que deixa um carrinho de compras abandonado.

Neste caso, √© importante cruzar informa√ß√Ķes de compras anteriores e de dados informativos deste cliente para conseguir encontrar a melhor forma de a√ß√£o para tomar, conhecendo-o melhor no processo.

Com o avanço da tecnologia, ferramentas de inteligência artificial têm tomado espaço em análises e controle desse tipo de informação.

Um e-commerce de refei√ß√Ķes para empresa pode usar essas ferramentas para conseguir encontrar os melhores resultados de clientes em busca de seus servi√ßos.

Assim, um cliente que deseje um produto, coloque-o no carrinho, mas desista porque o item est√° acima de sua capacidade de compra.

Ele acabar√° recebendo informativos e propagandas personalizadas, indicando op√ß√Ķes similares ao que ele desejava, por√©m com um valor mais acess√≠vel.

Esse tipo de ferramenta acaba sendo um grande auxílio para as empresas, que conseguem identificar as necessidades dos clientes automaticamente, aumentando a capacidade de criar um bom recurso de remarketing.

Por que as pessoas desistem?

De acordo com pesquisas realizadas pelo SEBRAE, o n√ļmero de convers√Ķes m√©dias em um e-commerce ainda √© muito baixo.¬†

Por conta disso, muitas empresas têm buscado mudar esses resultados, entendendo que existe um enorme potencial de mercado neste formato.

Mesmo empresas de servi√ßo, como motoboy expresso, tem uma alta taxa de abandono em suas op√ß√Ķes digitais.

Um dos grandes indicadores dessas pesquisas é a quantidade de carrinhos abandonados em sites. 

Um carrinho abandonado é a representação do ato de escolher um produto e desistir na hora de completar o pagamento.

Muitas vezes, a pessoa pode apenas estar procurando op√ß√Ķes de valores mais em conta ou n√£o encontrou o produto espec√≠fico que estava procurando.¬†

Outras pessoas acabam desistindo por falta de informa√ß√Ķes no site, o que deve ser reparado o quanto antes.

Entretanto, existem alguns fatores importantes que devem ser levados em conta quando pensamos em abandono de carrinhos de compra. Verifique se seu site possui uma forma simples de conclusão ou se o processo é burocrático.

Muitas pessoas desistem de comprar quando existe um trabalho muito grande para conseguir concluir o cadastro e efetuar o pagamento, sendo um fator importante para o abandono de carrinho.

Uma empresa que trabalha com gravação áudio precisa compreender o que fez o cliente desistir para conseguir tentar mudar a cabeça dele.

Além disso, identifique se você oferece abertamente todos os protocolos de segurança financeira. 

Uma vez que os clientes ter√£o que passar dados importantes, como n√ļmero de cart√£o e documentos, √© imprescind√≠vel que o cliente se sinta seguro na hora da opera√ß√£o.

Quanto mais detalhes você conseguir identificar, melhor será o processo de chamar novamente seus clientes e conseguir efetuar a conversão.

Vantagens do remarketing

A ferramenta apresenta diversos benefícios, que vão muito além do óbvio que é o retorno financeiro. 

Por isso, quanto mais clientes você conseguir trazer de volta e completar a compra, melhor sua empresa ficará.

Exposição

Quanto mais um cliente estiver exposto a uma marca, mais chances ele terá de consumí-la. Por isso, é importante que ele tenha um contato frequente e direto com sua empresa. Entretanto, é preciso tomar cuidado com essa estratégia.

Assim, uma pessoa que esteja procurando um anel de diamante noivado acabar√° encontrando diversas op√ß√Ķes no seu site.

Se a propaganda surgir de forma inc√īmoda, atrapalhando a leitura de um artigo ou a utiliza√ß√£o de uma rede social, isso pode acabar tendo um efeito negativo e afastando o cliente.

√Č importante que ele mantenha a marca sempre na cabe√ßa para voltar ao site e comprar.

Um cliente exposto por muito tempo poderá ponderar sobre os valores e a vontade de consumir o produto, voltando ao e-commerce para concluir a operação e tornar-se um consumidor de fato.

Aumento de convers√£o

A taxa de conversão é quando o cliente avança no funil de vendas. Esse termo é utilizado em todas as etapas, sendo a principal delas a de vendas, na qual a conversão se dá quando o cliente efetivamente compra um produto da marca.

Mais pessoas comprarão suas semijoias alianças com uma boa estratégia de remarketing para trazer seus clientes de volta.

Por isso, quanto mais você conseguir cativar o cliente e fazê-lo voltar com as estratégias de remarketing, maiores serão as chances de você conseguir efetivar uma conversão. 

Esse tipo de ação é fundamental para conseguir bons resultados para a empresa.

Melhoria no ROI

A sigla ROI significa Return of Investment, inglês para o termo retorno de investimento. Trata-se do valor recuperado após uma venda.

Todo o gasto feito para adquirir o cliente, desde o custo de produção até publicidade e outros fatores cria o CAC ou custo de aquisição do cliente.

Essa métrica então é utilizada junto com o ROI para definir se a empresa está de fato obtendo lucro ou se está sendo prejudicada na operação.

O ideal é que se faça uma balança, na qual o valor do CAC deve ser sempre muito menor que o do ROI. Isso significa que você está conseguindo converter cada vez mais clientes usando menos investimento, e por consequência gerando lucro.

As estratégias de remarketing costumam não ter custos elevados, e podem acabar conseguindo reduzir o CAC e aumentar o retorno do investimento para a conquista de um determinado cliente.

Segmenta√ß√£o de p√ļblico

Quanto mais voc√™ conhecer seu p√ļblico-alvo e identificar os detalhes que as pessoas que deixam o carrinho abandonado possuem em suas rotinas, mais voc√™ pode criar esfor√ßos para conseguir acessar essa clientela.

Assim, voc√™ conseguir√° compreender quais a√ß√Ķes devem ser tomadas para conseguir um melhor engajamento com uma parte espec√≠fica de seu p√ļblico.¬†

O importante é conseguir converter em compra, diminuindo assim a taxa de abandono de carrinho.

Uma empresa de servi√ßo de motoboy precisa identificar seu p√ļblico e quem est√° interessado em consumir os servi√ßos para conseguir uma melhor convers√£o.

Isso ajuda voc√™ a conseguir encontrar um espa√ßo melhor de mercado e aprimorar seus n√ļmeros, conseguindo convers√Ķes melhores e compreendendo quais a√ß√Ķes de marketing tomar no futuro para evitar esse abandono.

Al√©m disso, quanto mais segmentado seu p√ļblico for, mais f√°cil ser√° criar estrat√©gias que atinjam diretamente as pessoas, conseguindo resultados muito maiores por conta da valoriza√ß√£o de seu p√ļblico alvo.

Flexibilidade de orçamento

Todas as ferramentas de marketing e publicidade tem um custo que deve estar inserido em seu orçamento para este fim. 

Entretanto, algumas a√ß√Ķes exigem um pouco mais desse or√ßamento para conseguir resultados positivos.

Uma das principais vantagens do remarketing √© justamente que o valor de or√ßamento que deve ser separado para a√ß√Ķes desse tipo √© altamente male√°vel, se adaptando a necessidade e a realidade da empresa para conseguir uma boa resposta.

Além disso, você pode identificar quais são as melhores ferramentas de divulgação que se pode investir, selecionando aquelas que apresentam bons resultados. Com isso, você conseguirá aumentar suas possibilidades de engajamento.

Considera√ß√Ķes finais

O remarketing é uma estratégia fundamental para qualquer e-commerce, pois ele visa reencontrar um cliente que estava próximo da conversão e desistiu. 

Assim, você não só consegue completar uma transação, mas diminui a taxa de abandono em seu site.

Essas m√©tricas s√£o muito importantes para conseguir identificar os resultados que sua empresa tem apresentado, o que √© um norte para todas as a√ß√Ķes de estrat√©gia de marketing que ser√£o escolhidas para o e-commerce.

Por isso, quanto mais você conseguir trazer de volta clientes que chegaram perto de concluir uma operação, melhor ficará o resultado final da empresa, alcançando um status de liderança no mercado.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde voc√™ pode encontrar centenas de conte√ļdos informativos sobre diversos segmentos.

scoring

Lead scoring: saiba mais sobre o tema

Você já ouviu falar do lead scoring? Para quem trabalha com marketing digital, conhecer mais sobre esse conceito é algo imprescindível para a análise das suas campanhas, já que é possível descobrir como anda a conversão de leads (potenciais clientes).

Então, se você ainda não conhece essa classificação, acompanhe o artigo de hoje e saiba mais sobre o tema!

O que é lead scoring?

O lead scoring nada mais é que um sistema de pontuação, que classifica os seus clientes, determinando se eles estão realmente prontos para fazer uma compra. Ou seja, assim que o lead recebe determinados pontos, o time de vendas já pode entrar em contato.

Isso aumenta as chances de venda, visto que nem sempre, um usu√°rio que acabou de encontrar o seu creme para clarear o rosto est√° pronto para fazer uma compra. √Äs vezes, √© preciso aliment√°-lo com mais conte√ļdo, convencendo-o dos benef√≠cios do seu produto.

A pontua√ß√£o do lead scoring √© definida com base no perfil do seu potencial cliente, em compara√ß√£o com a persona da empresa, bem como por suas a√ß√Ķes durante a jornada de compra.¬†

Nesse sentido, quanto mais próximo o lead for da sua persona, mais pontos ele ganha.

Ao mesmo tempo, se o lead realizar a√ß√Ķes junto a sua empresa, como download de materiais, participa√ß√£o em pesquisas, visitantes constantes √† sua p√°gina, entre outras coisas, ele tamb√©m vai aumentando os pontos.

Afinal de contas, essas a√ß√Ķes mostram que o usu√°rio pode estar interessado no seu produto ou servi√ßo.

Quais as vantagens do lead scoring?

O lead scoring é uma das estratégias mais importantes do marketing digital, já que é possível visualizar o quanto um usuário está realmente interessado no produto ou serviço da sua marca.

Al√©m disso, d√° para perceber que nem todo lead √© igual. Por vezes, uma pessoa que acabou de conhecer a sua empresa de refei√ß√Ķes coletivas decide fechar um neg√≥cio r√°pido, enquanto um outro usu√°rio demora mais tempo.

Desse modo, os vendedores podem trabalhar com dados concretos sobre cada um dos leads, orientando a melhor abordagem e melhorando o relacionamento com os clientes.

A seguir, conheça algumas das principais vantagens do lead scoring para o seu negócio.

Redução de custos

Quando aplicamos o lead scoring, é possível conhecer mais sobre o lead e, consequentemente, direcionar melhor os esforços de marketing e vendas. Com isso, há uma significativa redução de custos, principalmente com estratégias desnecessárias.

Além do mais, os times de marketing e vendas vão gastar menos tempo preparando e abordando os leads, ao mesmo tempo em que têm um boa taxa de conversão.

Ou seja, é uma diminuição do CAC (Custo de Aquisição de Clientes), com o encurtamento do tempo médio de vendas, bem como a menor quantidade de recursos para conquistar o consumidor.

Vale dizer que essa redução pode ser vista em qualquer negócio, tanto em uma empresa de montagem de stands para feiras, quanto comércios de mais serviços.

Ganho de produtividade

Diferentes departamentos da sua empresa podem usar o sistema de pontuação para avaliar o nível de amadurecimento dos leads, incluindo:

  • Marketing;
  • Vendas;
  • Atendimento;
  • Relacionamento.

Isso quer dizer que diferentes profissionais são beneficiados com o lead scoring, o que contribui para o aumento da produtividade do seu negócio.

Al√©m do mais, as informa√ß√Ķes do lead scoring ajudam a equipe de marketing a concentrar seus esfor√ßos nos leads que t√™m uma pontua√ß√£o ideal, ao mesmo tempo em que √© poss√≠vel acompanhar os outros potenciais clientes e investir em fluxos de nutri√ß√£o.

Com o tempo, mais pessoas passam a conhecer mais sobre a sua empresa, seja por meio de conte√ļdo relevante ou flyer de festa. De qualquer forma, o resultado √© um crescimento na taxa de convers√£o.

Estratégias mais assertivas

Para gerar e nutrir os leads, a equipe de marketing precisa elaborar uma s√©rie de campanhas, como produ√ß√£o de conte√ļdo, oferta de materiais ricos, entre outros.

Em conjunto, √© necess√°rio ter uma forte presen√ßa nas redes sociais. At√© porque d√° para encontrar de tudo nessas plataformas, desde an√ļncios de terapia manual at√© conte√ļdos interativos.

Assim, √† medida que o lead scoring torna-se recorrente na sua empresa, √© poss√≠vel fazer an√°lise do desempenho de cada campanha e, desse modo, identificar quais conte√ļdos tiveram mais sucesso entre os potenciais clientes.

O sistema de pontua√ß√£o tamb√©m permite descobrir qual o melhor padr√£o de linguagem para lidar e interagir com o p√ļblico, aumentando as chances de convers√£o.

Ou seja, as suas estrat√©gias de marketing tornam-se mais eficientes, desde a simples elabora√ß√£o de placas informativas personalizadas, at√© a cria√ß√£o de conte√ļdos valiosos.

Como aplicar o lead scoring na sua empresa?

Diante de todas as vantagens do lead scoring, várias empresas buscam aplicar a estratégia de pontuação para analisar o amadurecimento dos potenciais clientes. No entanto, antes de tudo, é preciso focar em um planejamento adequado.

A falta de um plano detalhado pode comprometer toda a aplicação da sua estratégia. Tanto que alguns negócios buscam ajuda de agências especializadas em marketing.

Abaixo, separamos algumas dicas de como aplicar o lead scoring na sua empresa. Confira!

1 – Identifique o MQL e o SQL

O primeiro passo para colocar em prática a estratégia do lead scoring é identificar quem são os MQL (Marketing Qualified Leads) e os SQLs (Sales Qualified Leads).

De modo resumido, os MQLs s√£o os leads que j√° conhecem a sua empresa, mas ainda n√£o est√£o prontos para a compra. Por isso, a equipe de marketing deve focar na entrega de mais conte√ļdos relevantes.

J√° os SQLs s√£o os leads que podem ser repassados para o time de vendas.

Assim, se um usu√°rio est√° pronto para comprar, os vendedores podem sugerir op√ß√Ķes de delivery do produto com motoboy entrega, ou at√© mesmo um desconto, para convencer o SQL a fechar a compra.

A partir dessa definição, é possível entender mais sobre a realidade do seu negócio e aplicar o lead scoring corretamente, de acordo com as necessidades de cada departamento da sua empresa.

2 – Analise as informa√ß√Ķes da base de leads

Depois de identificar os MQLs e SQLs, √© o momento de analisar as informa√ß√Ķes da sua base de leads. Assim, voc√™ consegue definir a pontua√ß√£o que cada um dos leads deve receber ao longo da jornada de compra.

Uma dica: para ter um lead scoring eficaz, vale a pena fazer uma pesquisa de mercado, identificando a sua persona e as caracter√≠sticas do p√ļblico. At√© porque os usu√°rios interessados em encaderna√ß√£o capa dura, por exemplo, t√™m um perfil espec√≠fico.

Por conta disso, faça o cruzamento de dados para obter a melhor pontuação para o seu lead scoring.

3 РDetermine pontos de ativação

Agora é o momento de determinar qual é a pontuação que encaminha o lead para o time de vendas. Essa decisão deve ser tomada em conjunto entre o time de vendedores e de marketing, para evitar quaisquer erros que possam prejudicar a compra.

Ao estabelecer um limite de ativação, é mais fácil decidir o nível de maturidade do cliente, além de classificá-lo dentro do sistema de pontuação.

4 РCrie um padrão de pontuação

O próximo passo é definir um padrão de pontuação. Pode parecer meio óbvio, mas o planejamento é essencial para determinar quantos pontos cada ação tem e o quanto um lead precisa alcançar para estar próximo da compra.

Por mais conhecimento que o time de marketing tenha, os pontos não devem ser definidos aleatoriamente, ou distribuídos de maneira igual para todos os leads.

Ao contrário, é preciso considerar as particularidades de cada usuário, bem como as atividades mais e menos importantes. A partir daí, é possível orientar a estratégia e a abordagem correta para os clientes.

O padrão de pontuação impede que os leads sejam classificados erroneamente e passem para o time de vendas sem estarem prontos para a compra. Se isso ocorrer em demasia, a empresa pode ter mais gastos e menos lucros, pois as vendas não são concretizadas.

Por esse motivo, vale a pena determinar critérios realistas, além de considerar as individualidades de cada lead no processo de compra.

Considera√ß√Ķes finais

O lead scoring é uma das estratégias mais eficientes para a classificação dos potenciais clientes, em especial no marketing digital.

Com um sistema de pontos bem definidos, é possível orientar as melhores estratégias e verificar se o usuário está perto de realizar uma compra. Porém, para que isso traga resultados, é fundamental ter um planejamento.

O artigo de hoje trouxe algumas dicas de como aplicar o lead scoring na sua empresa. Desse modo, você vai perceber todas as vantagens da estratégia e o aumento das vendas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde voc√™ pode encontrar centenas de conte√ļdos informativos sobre diversos segmentos.

ciclo-de-vida-venda

Ciclo de venda: o que é e como auxilia na sua estratégia

O ciclo de venda diz respeito ao tempo que um produto ou serviço leva para ser vendido. Este depende de várias etapas, que vão desde o primeiro contato do cliente com a marca até a fase do pós-venda.

Vender é uma necessidade, mas também um desafio para qualquer empresa. Isso acontece porque uma série de obstáculos pode surgir até que o cliente realmente queira adquirir o que você oferece.

Da√≠ surgem as d√ļvidas sobre como passar em cada etapa da venda, sem perder uma boa oportunidade de neg√≥cio.

Entender como funciona o ciclo de vendas é o primeiro passo a ser dado, afinal, esse processo se encaixa perfeitamente à nova relação de compra e venda que existe atualmente.

O consumidor moderno não é mais tão fácil de ser influenciado, uma vez que tem acesso a muita informação e a diferentes possibilidades para comprar um mesmo produto ou serviço.

Isso exigiu novas habilidades da marca e estar por dentro do funcionamento do ciclo de vendas é uma forma de vencer a concorrência.

Por isso, neste artigo, vamos explicar o seu conceito, quais são suas etapas, como montar o ciclo de vendas mais adequado para seu tipo de negócio, bem como suas vantagens. Confira!

O que é ciclo de vendas?

O ciclo de vendas planeja cada ação, que começa assim que o cliente tem o primeiro contato com a marca e se encerra no pós-venda, etapa que se inicia logo após o fechamento de um negócio.

Tudo começa quando a marca prospecta novos leads, e toda a sua sequência é definida como um ciclo. Alguns processos inerentes à qualquer organização, como uma fabricante de creme para rosto, fazem parte desse ciclo.

O financeiro é o primeiro deles, e diz respeito ao investimento feito para disponibilizar determinado produto ou serviço ao cliente, afinal, é quando ele compra que o capital investido se transforma em lucro.

O processo de vendas consiste nas tarefas que levam o produto ou serviço até as mãos do cliente. 

Por fim, h√° o processo de compra, que depende do cliente e de seus h√°bitos de consumo.

Obter lucro com aquilo que você vende é um requisito mínimo, afinal, é dessa maneira que o seu negócio se mantém ativo no mercado.

As vendas acontecem quando a marca considera os hábitos e desejos de seus clientes, pois assim a experiência deles é muito melhor.

Só que perceber que o ciclo de vendas se baseia no tempo é a melhor forma de obter sucesso. Por isso, negociar um preço por muito tempo não é vantajoso, visto que pode levar a uma falta de recursos financeiros para a empresa.

Sem falar que você corre o risco de ter esse ciclo interrompido pelo próprio cliente, devido a uma experiência que não se encaixou no tempo dele.

Ademais, quando uma gráfica de calendário personalizado com fotos reduz os gastos para encerrar o ciclo, por exemplo, consegue aumentar sua produtividade e aumentar as vendas.     

O funcionamento é bem simples, e consiste em acompanhá-lo para entender a situação do lead. Assim, os processos são bem executados em cada estágio, por meio de abordagens, materiais e estratégias adequadas.

V√°rios setores da empresa trabalham ao mesmo tempo para fechar uma venda o quanto antes e garantir a satisfa√ß√£o do cliente. √Č assim que se come√ßa a entender a import√Ęncia do ciclo de vendas.

As empresas que trabalham com vendas mais complexas, como as B2B (Business-to-Business, ou de empresa para empresa), não costumam diminuir esse ciclo. 

Mas, mesmo no caso de vendas mais simples, muitos negócios se perguntam qual o momento ideal de entrar em contato com o cliente.

√Č normal n√£o saber se ele teve tempo para pensar e, com isso, solicitar uma resposta. Seria √≥timo se soub√©ssemos com precis√£o qual √© o momento de partir para uma abordagem de venda.

Portanto, o ciclo de vendas ajuda tanto uma empresa de convites personalizados como um aut√īnomo a identificar melhor esse momento, da√≠ a sua import√Ęncia. Isso acontece por meio de est√°gios, conforme veremos a seguir.

Etapas do ciclo de vendas

Independentemente de qual segmento seu negócio está inserido, o ciclo de vendas depende das mesmas etapas, que são:

  • Prospec√ß√£o;
  • Contato inicial;
  • Qualifica√ß√£o;
  • Apresenta√ß√£o;
  • Avalia√ß√£o;
  • Fechamento;
  • P√≥s-venda.

A prospec√ß√£o √© quando a marca est√° em busca de seus potenciais clientes. J√° o primeiro contato √© aquele e-mail inicial, um brinde em uma feira de neg√≥cios, a oferta de um conte√ļdo rico, entre outros.

A qualificação consiste em saber quais dos leads estão prontos para a compra, e assim, seguir para a etapa de apresentação.

Nessa fase, uma fabricante de lembrancinha com chocolate, por exemplo, apresenta o seu produto e sua proposta comercial.

Durante a etapa de avaliação, empresa e cliente começam a negociar, o que pode envolver um tempo de espera, até que o cliente analise a proposta.

No fechamento, por sua vez, é quando a compra é efetivada e aí entra o pós-venda, que é descobrir se o cliente está satisfeito e solicitar que ele indique a sua marca para outras pessoas.

Para elaborar o seu ciclo de vendas, é preciso definir quais dessas etapas são cabíveis para a sua organização e saber como cada uma será realizada.

Trata-se de estabelecer metas e objetivos alinhados com as estratégias do seu negócio e com o processo de compra do cliente.

Assim, √© necess√°rio conhecer esse processo, que engloba objetivos e metas da marca, mas tamb√©m os h√°bitos e desejos do consumidor, sendo que estes √ļltimos s√£o vitais para o ciclo de vendas.

Por exemplo, se o seu cliente costuma pesquisar solu√ß√Ķes na internet, n√£o faz sentido anunciar seu produto ou servi√ßo no jornal para estabelecer um primeiro contato.

√Č necess√°rio saber quais s√£o os h√°bitos de compra dele, como √© influenciado, de que maneira ele realiza suas pesquisas, com quem busca indica√ß√Ķes, quando est√° dispon√≠vel, os lugares que costuma frequentar e o que √© importante para ele.

Quanto mais informa√ß√Ķes uma loja de vinho malbec argentino conseguir levantar, mais assertiva ser√° a sua abordagem e melhor ser√° o tempo do ciclo de vendas.

A elabora√ß√£o dele vai al√©m de saber o que fazer, mas tamb√©m como, onde e quando fazer. √Č necess√°rio se atentar √† qualifica√ß√£o do lead para saber se ele est√° pronto para a abordagem de vendas.

Para isso, tamb√©m √© importante investir em estrat√©gias de Inbound e Outbound Marketing. No caso do Inbound, fazer uso de estrat√©gias de nutri√ß√£o de leads, como a cria√ß√£o de conte√ļdo relevante para eles.

No caso do Outbound, é fundamental usar estratégias para alcançar quem decide pela compra, ou seja, quem tem autonomia para comprar ou não.

Da mesma forma, é interessante usar algumas ferramentas de auxílio, como o CRM (Customer Relationship Management, ou Gestão de Relacionamento com o Cliente), que ajuda a acompanhar e gerir o ciclo de vendas.

Por fim, seja uma empresa de serviço de entrega motoboy ou uma loja de roupas infantis precisa acompanhar as métricas, como os indicadores de venda, que são essenciais para garantir bons rendimentos.

Quais os resultados e vantagens obtidos?

Usar o ciclo de vendas corretamente traz uma série de benefícios que se refletem diretamente nos resultados da organização.

Por exemplo, é por meio dele que você vai saber o momento de agir, assim, a empresa evita entrar com uma abordagem de vendas com um lead que ainda não está maduro para a decisão de compra.

Uma empresa de aluguel de endereço fiscal ainda consegue conhecer melhor os seus consumidores, visto que ela terá acesso aos hábitos de seu perfil de cliente.

Esse tipo de informação ajuda a reformular o processo de vendas e até a realizar projetos de maneira mais efetiva.

√Č uma forma de compreender a situa√ß√£o dos leads e entender suas dores, trabalhando uma abordagem personalizada, oferecendo aquilo que seja realmente do interesse dele.

Também é uma maneira de prever melhor as vendas, uma vez que estamos nos referindo a uma prática repetitiva e constante, que depois de um tempo, torna as vendas mais previsíveis.

Com isso, fica mais f√°cil mensurar alguns indicadores, como n√ļmero de convers√Ķes, fechamento em algumas √©pocas, ticket m√©dio constante, entre outras possibilidades.

Esse ciclo, por fim, alinha as estratégias de marketing e vendas, melhorando a relação entre elas e estabelecendo o papel de cada setor. Essa união tem como objetivo fazer com que as áreas trabalhem juntas para alcançar o mesmo objetivo.

Conclus√£o

O ciclo de vendas é capaz de auxiliar empresas dos mais variados setores, como uma papelaria que produz carimbo empresarial a organizar melhor esse processo e conseguir vender mais e melhor.

Assim como posicionar a sua marca como uma organização preocupada em solucionar os problemas e necessidades de seus clientes..

Ele é benéfico para a marca, que consegue investir em esforços mais eficazes para vender, mas também para os clientes, que receberão propostas quando realmente estiverem maduros para a compra.

Al√©m disso, v√£o adquirir produtos e servi√ßos que realmente sejam √ļteis para as suas necessidades, o que melhora a imagem e a credibilidade de uma marca.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde voc√™ pode encontrar centenas de conte√ļdos informativos sobre diversos segmentos.

nutrição de leads

Nutrição de Leads: como fazer de forma eficiente

Atrair clientes, esse é um dos principais objetivos de um estabelecimento, afinal de contas, para que o comércio sobreviva é preciso que alguém consuma os serviços. Portanto, uma das maneiras encontradas para fazer isso é com a nutrição de leads. 

Entender o p√ļblico que √© atingido por um neg√≥cio e mant√™-lo com uma produ√ß√£o de conte√ļdo em troca de dados pode ser uma solu√ß√£o para um com√©rcio que se sente perdido, bem como n√£o sabe de que forma conseguir novos consumidores.¬†

Nesse sentido, investir na nutrição ajuda o comércio na sua estratégia, já que para o seu bom desempenho ele necessita que as pessoas se interessem por ele. Então, veja como usar esse recurso de modo adequado. 

Nutrição de leads do que se trata?

Para que, por exemplo, uma empresa de motoboy se mantenha, ela precisa de clientes, assim como qualquer comércio. Desse modo, ela procura maneiras para divulgar os seus serviços e captar novos consumidores. 

Assim, ela consegue que mais indivíduos conheçam o seu trabalho, então, quando uma pessoa precisar, vai procurar pelo estabelecimento. Nesse sentido, os leads são esses possíveis consumidores que a empresa vai atingir. 

Na prática, eles ainda não se tornaram clientes, só há a possibilidade disso acontecer porque o indivíduo demonstrou algum tipo de interesse, mas isso não significa que ele vá fazer alguma aquisição. 

Desse modo, quando se tem uma lista de leads, há a necessidade de nutri-los, isso nada mais é do que a elaboração de materiais que interessem a essas pessoas. Assim, para enviar as matérias, os leads fornecem dados que ajudam o comércio a aperfeiçoar a sua tática.

Mas atenção, esses materiais não são sobre qualquer coisa, é preciso que eles tenham relação com o estabelecimento e de preferência que trate de algum problema do lead que foi identificado na estratégia. 

Por que nutrir os leads?

Pode parecer bobagem, ou at√© tempo desperdi√ßado, alimentar os interessados,¬† mas com essa produ√ß√£o os leads s√£o educados e ficam por dentro de suas a√ß√Ķes, desse modo, √© poss√≠vel conquist√°-los.¬†

O processo √© assim: por meio de e-mails, ou outros formatos que o com√©rcio ache relevante para o seu p√ļblico, ele recebe conte√ļdos que tenham rela√ß√£o com o estabelecimento, que podem ser informa√ß√Ķes sobre promo√ß√Ķes ou sobre utilidades.¬†

Assim, por meio dessas produ√ß√Ķes, uma loja de convites personalizados, por exemplo, mostra para os seus leads a relev√Ęncia das suas mercadorias, bem como explica por quais motivos a pessoa deve adquirir esse item.

Esse √© o objetivo de nutrir esse indiv√≠duo, aos poucos ele vai sendo convencido de que precisa daquele produto, assim, pessoas que est√£o pr√≥ximas disso, com a ajuda dos conte√ļdos, concluem mais rapidamente a aquisi√ß√£o.¬†

Mas a técnica também funciona para aqueles que estão no início da jornada de aquisição, assim, quem ainda está conhecendo o comércio e pesquisando também pode ser impactado. 

Nesse caso em específico, o indivíduo está mais longe da aquisição e precisa se convencer de que ele realmente necessita da mercadoria, assim, aqui a nutrição de leads atua como uma espécie de vendedor.

E essa √© a diferen√ßa do meio digital para o f√≠sico, essa atividade de nutri√ß√£o pessoalmente √© feita pelo vendedor no momento do atendimento, ali ele mostra os benef√≠cios, as fun√ß√Ķes e como outros usu√°rios avaliaram a experi√™ncia.¬†

No meio digital nada disso √© poss√≠vel, por isso a t√©cnica de nutri√ß√£o √© uma solu√ß√£o que consegue desempenhar esse papel e mostrar para o usu√°rio as melhores condi√ß√Ķes.¬†

Além disso, essa técnica é vantajosa, pois o comércio que a utiliza pode:

  • Reduzir os custos;
  • Ter um relacionamento direto com o cliente;
  • Ter bons retornos financeiros;
  • Aumentar a possibilidade de compras dos leads.¬†¬†

Nesse sentido, a equipe de marketing de uma loja de placas informativas para restaurantes, por exemplo, pode ter menos trabalho para conquistar novos clientes, logo, o dono pode reduzir o orçamento para esse setor. 

Isso porque a equipe não precisa se dedicar tanto quanto anteriormente para que os leads sejam conquistados. Com o contato já se consegue fazer isso, porque frequentemente o indivíduo está sendo alimentado. 

Além disso, o negócio sempre está em contato direto com o lead, isso ajuda para que a empresa não seja esquecida. Assim, mesmo que o indivíduo não esteja em um momento de finalizar a aquisição, quando esta hora chegar, ele vai lembrar daquele comércio.

Outro fator é que o recurso traz bons retornos para quem a usa, na prática aqueles indivíduos que não estavam pensando em fazer uma aquisição podem ser convencidos e concluir a ação

Já aqueles que estão pesquisando ou apenas descobrindo a sua empresa também podem ser levados a concluir a ação. Com a técnica, todos que chegam na página de uma loja de notebook para escritório, por exemplo, serão nutridos. 

A diferen√ßa √© que existe a possibilidade de identificar em que momento da compra cada um est√°, e assim, disponibilizar conte√ļdos que se adequem a este momento.

Isso porque se a pessoa s√≥ est√° pesquisando, n√£o faz sentido ela receber um conte√ļdo de quem est√° perto da compra.¬†

Por fim, a técnica ajuda aqueles que estavam perto de finalizar a aquisição, a realmente concluí-la. Assim, as chances de que o indivíduo faça a compra são maiores. 

Como fazer nutrição de leads

Com os resultados que são adquiridos com a técnica e os feitos que são gerados, o negócio pode prosseguir para a próxima etapa, realizando a nutrição de maneira adequada.

Veja como fazer isso:

Faça um planejamento

Tudo nessa vida precisa de planejamento, sendo que com essa estratégia não seria diferente, por isso é essencial que sejam pensadas táticas para atrair os leads. 

Devem ser pensados quais ser√£o os conte√ļdos, com que frequ√™ncia eles ser√£o enviados, al√©m dos formatos.¬†

Tudo deve ser pensado e estruturado para que os resultados alcançados por um comércio de automação industrial empresas, por exemplo, sejam satisfatórios. 

Al√©m disso, √© preciso pensar nas necessidades do p√ļblico para que as produ√ß√Ķes sejam relacionadas com isso.¬†

Nesse momento, deve ser analisada a classifica√ß√£o relacionada ao momento que o lead est√°, ou seja, perto ou n√£o da aquisi√ß√£o. Assim, √© poss√≠vel planejar de forma mais coerente os conte√ļdos.¬†

Acompanhe os leads

√Č essencial que os leads sejam acompanhados pela equipe, assim a qualquer intera√ß√£o que surgir deve ter algu√©m para responder. Isso porque uma poss√≠vel venda pode ser perdida por falta de um acompanhamento.¬†

Apesar do recurso para nutri√ß√£o de leads mais usado ser o e-mail, existem outros meios em que a t√©cnica pode ser usada como redes sociais, blog e outros canais que forem identificados coerentes para o seu p√ļblico.¬†

Assim, uma loja de pe√ßas refrigera√ß√£o industrial, por exemplo, n√£o pode demorar no atendimento, principalmente para evitar que vendas ou negocia√ß√Ķes sejam perdidas.

Personalize o conte√ļdo¬†

Textos que são enviados de modo personalizado com nome têm maiores chances de serem abertos, pelo fato do indivíduo se sentir mais atraído quando mencionado.

Sendo assim, personalize as produ√ß√Ķes, opte por e-mail com men√ß√£o ao destinat√°rio, mostre para ele que ele n√£o √© mais um no meio de todos, mostre que ele √© √ļnico.¬†

Por isso, fa√ßa isso no t√≠tulo e no corpo do e-mail, seja educado e cumprimente o lead, assim juntamente com um conte√ļdo que seja personalizado para o momento que ele se encontra na jornada de aquisi√ß√£o, o e-mail tem mais chances de ser lido.¬†

Assim, uma loja de instalação elétrica externa, por exemplo, vai ter um melhor desempenho na sua nutrição de leads, além de ter elevadas chances que os seus e-mails sejam lidos. 

Obtenha dados dos leads

A coleta de dados ajuda muito na elabora√ß√£o de produ√ß√Ķes que sejam relevantes para a nutri√ß√£o, quanto mais dados forem obtidos e mais espec√≠ficos forem, melhor. Fica mais f√°cil pensar em conte√ļdos quando se conhece melhor o p√ļblico.¬†

Desse modo, isso permite que o com√©rcio compreenda as necessidades, d√ļvidas e quest√Ķes de cada momento do lead, assim ele consegue elaborar produ√ß√Ķes de acordo com cada etapa.¬†

Assim, um estabelecimento de banner de loja, por exemplo, entende o que o seu cliente que está realizando somente uma pesquisa precisa saber para continuar a sua jornada e ser estimulado a concluir uma aquisição.

Conclus√£o

A nutri√ß√£o de potenciais compradores interessados ajuda os estabelecimentos a terem mais conhecimento sobre as produ√ß√Ķes que eles devem fazer, al√©m disso, √© poss√≠vel que eles fiquem mais pr√≥ximos dos consumidores e elevem as suas vendas,¬†

Desse modo, para os comércios que atuam no ambiente digital, investir na técnica ajuda para que vendas não sejam perdidas, além de possibilitar que a estratégia de marketing tenha um bom desempenho. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde voc√™ pode encontrar centenas de conte√ļdos informativos sobre diversos segmentos.