trafego-fontes

As 5 melhores fontes de tráfego para seu negócio online

Quando pensamos em uma loja física, ao abrir esperamos que os clientes entrem e visitem a loja para ver os produtos e consequentemente vender os nossos produtos, e sobreviver a mais um mês pagando todas as contas em dia, dinamizar essas fontes de tráfego é muito importante para o negócio.

Na internet temos que pensar da mesma forma, quando temos um e-commerce ou site de serviços, precisamos mostrá-lo para que alguém se interesse por nossos produtos/serviços, para que possamos vender.

E quando falamos de internet existe uma imensidão de pessoas disponíveis para ver o que temos a oferecer, só que, imagine pegar uma pedrinha do tamanho de sua mão e joga-la em uma piscina olímpica, ela provavelmente sumirá na imensidão da piscina, o seu site é como a pedra e internet é a piscina.

Para poder mostrar o que sua empresa tem a oferecer na internet podemos utilizar várias estratégias, que podem ser utilizadas de acordo com o perfil do negócio. Aqui iremos destacar cinco fontes de tráfego que utilizamos com bastante frequência para analisar as fontes de tráfego na Auris Ideias Digitais.

Tráfego Social

Estamos falando literalmente de redes sociais Youtube, Facebook, Instagram e outros. Existem diversas estratégias que podemos utilizar nas redes sociais, porém deve ser usada com muita cautela, não adianta somente fazer posts bonitos e agradáveis, com um criativo (imagem) bonito, se não for trabalhado juntamente com alguma estratégia para conversão. Postar somente por postar não vende, não esqueça dos boletos no final no mês!

Hoje sem dúvida nenhuma (para determinados tipos de seguimentos) a melhor fonte de tráfego social é o Facebook, em companhia de outras plataformas como Instagram e o mais recente WhatsApp que agora foi liberado para anúncios. Atualmente até a produção deste texto,  o Facebook conta com surpreendentes 2.4 bilhões de usuários ativos mensais.

Claro, que dependendo do negócio temos outras redes que podem ser tão poderosas quanto, como LinkedIn, com sua rede social totalmente nichada e seletiva, até mesmo o Youtube pode trazer uma audiência enorme e exponencial para o site, tudo irá depender do seu negócio e saber onde atuar mais ativamente.

Tráfego Pago

Com certeza você já deve ter visto anúncios pela internet, e justamente esses anúncios são o tráfego pago, é como as grandes como Google e Facebook (estou citando estas por serem as mais comuns, porém existem outras) empresas garantem que seu site seja visto na internet, lembra da pedra na piscina? Seria como colocar um neon na pedra para que ela seja destacada na internet (claro que, com muitos detalhes a se levar em conta).

Da mesma forma que conversamos sobre tráfego social, se não for usado com alguma estratégia não irá trazer resultado, o tráfego pago deve ser usada com um objetivo claro e mensurável, a fim de atingir sempre um objetivo macro, que em um e-commerce por exemplo, será a venda!

Tráfego Referencial

É quando outros sites indicam seu site como referência para consulta. Neste caso o conteúdo de inbound é muito importante e conseguimos avaliar se o público está contente com o seu conteúdo ao ponto de compartilhar com amigos.

Este tráfego é o mais difícil de conseguir, pois é um trabalho que deverá ser feito manualmente, onde pessoas reais irão indicar seu site, existem algumas estratégias que usamos para ter resultados aqui, mas iremos conversar sobre em um outro momento.

Tráfego de E-mail

Um dos mais importantes e fiel é o tráfego de e-mail, que se usado de forma correta se torna uma poderosa arma de venda instantânea, seja para produtos ou serviços.

Muitas pessoas podem se perguntar e ‘afirmar’ que as pessoas nem olham seus e-mails, pois saiba que estatísticas e contagens pelo Grupo Radicati descobriram o seguinte:

  • Mais da metade da população mundial usa e-mail em 2019.
  • O número de usuários de e-mail em todo o mundo deverá crescer para mais de 4,3 bilhões até o final de 2023.
  • O número total de e-mails comerciais e de clientes enviados e recebidos por dia excederá 293 bilhões em 2019 e deverá crescer para mais de 347 bilhões até o final de 2023.

Então se o seu e-commerce, não! O seu negócio, não tem lista e-mails para contatos, saiba que já está saindo bem atrás.

Tráfego Orgânico

Quando falamos de tráfego orgânico estamos falando de inbound marketing, precisamente de conteúdos para manter seu site atualizado e atrativo para os sites de busca. É inevitável admitir que quando falamos de site de busca na internet falamos de Google, porém existem outros como Bing, Yahoo etc.

Atualmente todos os sites são otimizados de acordo com as regras do Google para que se possa aparecer entre os primeiros na hora da busca, por se tratar do site mais acessado do mundo. Existem várias regras que aceleram o processo de Ranqueamento (posição) do site na hora da busca, por exemplo, escolhas de palavras chaves corretas, configuração de imagens corretamente, SEO, tempo de carregamento do site, muito outros itens que devem ser levados em consideração para que o site esteja bem colocado na hora da busca.

E como bônus, verificamos se nossas ações e estratégias estão corretas na mensuração do tráfego direto que vamos falar abaixo.

Tráfego Direto

Deixei o tráfego direto para o final por crer ser o mais importante na mensuração dos esforços de inbound marketing feito no seu site, por se tratar do próprio cliente lembrando de você e do seu site, e visitando por vontade própria sem incentivo de anúncios ou indicações.

O tráfego direto funciona quando você tem constância e qualidade, constância ao postar conteúdos e não falhar na entrega para o usuário, por exemplo, se toda quarta tem artigo novo e quinta tem lives ao vivo, então não se pode falhar na entrega desses conteúdos, e qualidade para o usuário saiba, que irá encontrar algum conteúdo de seu interesse ou que irá resolver seu problema na hora que acessar seu site.

Trabalhar as fontes de tráfegos é muito importante, para quem já teve ou têm algum negócio físico, o movimento de pessoas na sua loja ou empresa é fundamental, para que as vendas aconteçam. E na internet não é diferente, saber entender e trabalhá-las para gerar retorno é de fundamental importância para a sobrevivência do negócio digital.