Nossa equipe de especialistas está aqui para responder às suas dúvidas. Pergunte-nos qualquer coisa!
André Cardia
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Como estratégias de marketing de conteúdo podem ajudar o seu e-commerce?

Ao longo do tempo é preciso que as empresas se adaptem às modificações tecnológicas, políticas e comunicacionais, o que também pode envolver a popularização de novos modelos, como o e-commerce, que ganha cada vez mais espaço no meio digital.

Para obter uma ideia mais clara da ascensão desse meio no Brasil, é válido abordar dados levantados pela 40ª edição do relatório sobre comércio eletrônico nomeado de Webshoppers, que é realizado pela Ebit/Nielsen.

Basicamente, o primeiro semestre de 2019 apresentou cerca de 20% de crescimento no volume de pedidos nesse meio, indicando R$ 65,2 milhões em volume de solicitações.

Outro dado interessante nesse cenário, é que nesse período, o número levantado que representa novos compradores é de 5,3 milhões, o que certamente tem impacto no impulsionamento desse modelo de negócio.

No entanto, não basta que exista a popularização. Em um meio que se torna cada vez mais positivo, é preciso que os empreendedores busquem formas de sobreviver e se destacar no mercado digital.

Afinal, podem surgir diversos comércios eletrônicos do mesmo nicho, por exemplo, na área de casa e construção com produtos como tinta impermeabilizante para telhado. Dessa forma, é preciso ir além da construção de uma plataforma satisfatória para as transações comerciais.

Entre as estratégias comerciais que podem ser adotadas, se pode citar o marketing de conteúdo, um pilar importante do marketing digital, em que os clientes em potencial são atraídos e envolvidos por meio de materiais relevantes e apresentados no momento certo.

Os benefícios da estratégia de conteúdo para o e-commerce

Uma tática que trabalha com conteúdos de qualidade e úteis para os clientes pode ter impacto em questões variadas, tais como:

  • Fortalecimento da marca;
  • Posicionamento;
  • Educação de mercado;
  • Transmissão de segurança.

Materiais estrategicamente elaborados podem construir uma percepção mais positiva da empresa, da mesma forma que contribui com que a presença digital ganhe uma maior força.

Dessa maneira, com técnicas bem elaboradas, a organização constrói uma autoridade mais sólida e quando o usuário se depara com algum tipo de necessidade, devido a percepção positiva já alcançada, há maiores chances de ser procurada.

Conforme abordado, o material tem um papel importante para a atração dos consumidores em potencial e, para compreender essa questão de um modo mais claro, é válido citar que os mecanismos de busca apresentam diversos fatores decisivos para o posicionamento e um deles é a qualidade do conteúdo.

Segundo dados obtidos em uma parceria entre o E-commerce Brasil e o Sebrae, 68% das transações em comércios eletrônicos se originaram de pesquisas orgânicas no ano de 2016.

Além de impactar no posicionamento entre diversos fatores trabalhados nas técnicas de SEO (Search Engine Optimization), há possibilidade de educar o mercado, uma vez que não é sempre que os clientes conhecem totalmente os produtos.

Por exemplo, uma marca que comercializa faixa abdominal feminina pode apresentar conteúdos sobre a utilização, dicas e até mesmo vídeos sobre esse item.

De certo modo, é algo que tem relação com o fato de um conteúdo elaborado com maior cautela também atender as necessidades de usuários cada vez mais exigentes.

Afinal, o processo em um e-commerce é diferenciado, por exemplo, ao buscar por móveis de madeira para cozinha, o cliente será orientado pelas informações e imagens da plataforma.

Dessa forma, o marketing de conteúdo também contribui com a transmissão de maior confiabilidade, principalmente quando é atrelado com imagens e descrições bem selecionadas.

A importância de conhecer a buyer persona

Para usufruir os benefícios apresentados, naturalmente, é imprescindível elaborar os conteúdos com um bom direcionamento. Além de objetivos bem definidos para a produção, o conhecimento da persona é decisivo nesse contexto.

Isso se deve ao fato de que a persona condiz com um perfil semi fictício do cliente ideal, ou seja, ao defini-la, será possível detectar com maior eficácia suas dores, realizar a adaptação de ofertas e como consequência, melhorar os resultados.

É interessante diferenciar esse conceito do público-alvo, que tem um maior foco em pontos demográficos e socioeconômicos, enquanto com a persona é possível alcançar maior precisão por envolver questões mais pessoais. De qualquer forma, ambos são cruciais para empresas de todos os setores. 

Além da faixa etária, profissão, ambições, dores e modo de consumo de conteúdo, é interessante realizar uma pesquisa de mercado e observar os pontos em maior evidência, perfis de clientes em predominância e oportunidades.

Como o conteúdo pode ser trabalhado?

Os conteúdos podem ser trabalhados através de diversas maneiras em um e-commerce, não apenas na plataforma, mas em novos projetos ou já existentes, como em um blog, em que a credibilidade da marca pode ser ainda mais reforçada.

Os blogs se destacam pela versatilidade, por exemplo, uma empresa que vende coberturas, como sombrite para garagem pode também disponibilizar uma categoria para que clientes apresentem sua experiência com a compra.

É algo que pode potencializar a confiança transmitida e estabelecer um relacionamento diferenciado com a audiência.

Ao falar da própria plataforma, é de grande importância que exista atenção na descrição dos produtos, pois nesse caso, não só garante que o cliente em potencial tenha todas as informações que precisa em sua busca, como também é uma oportunidade de empregar o SEO.

As otimizações que envolvem as técnicas SEO visam um melhor posicionamento nos mecanismos de busca e além de um conteúdo de qualidade, nas descrições e demais meios, há possibilidade de empregar as palavras-chave, que são os termos utilizados pelos usuários no momento da pesquisa.

A elaboração de uma FAQ (Frequently Asked Questions) que são as perguntas mais frequentes dispostas em uma página com respostas claras também pode ser uma boa alternativa para trabalhar o conteúdo.

Nesse caso, o cuidado deve ser redobrado para atender a necessidade da persona, principalmente em relação a linguagem selecionada e recursos adicionais, como infográficos, imagens e vídeos.

Como exemplificação, se pode citar empresas que atendem o mercado B2B (Business to Business), que corresponde a transações comerciais entre duas corporações em alguns segmentos, o que pode levar ao uso de mais termos técnicos.

Basta imaginar uma gráfica que produz pasta personalizada com bolsa para brindes em eventos corporativos, nesse caso, o público-alvo pode ter um aprendizado mais avançado em relação a solução buscada do que no B2C (Business to Consumer) em que os negócios são entre empresas e pessoas físicas.

De qualquer forma, se deve priorizar um material informativo em uma FAQ, assim como uma leitura leve e agradável.

Dicas que podem ser adotadas

Há algumas dicas gerais que podem fazer grande diferença na estratégia de marketing de conteúdo para um comércio eletrônico, tais como:

Considerar os diferentes visitantes

Claramente, em meio as pessoas que acessam o e-commerce da empresa, é possível observar diferentes perfis e, consequentemente, ações distintas.

Por exemplo, em um e-commerce de elementos para áreas de lazer, como led para piscina de fibra, parte dos visitantes podem não realizar uma compra.

É algo normal e não indica que todos que não tomaram uma atitude jamais concretizaram uma transação comercial com a marca. Por essa razão, é interessante que no momento de produzir qualquer tipo de material, que todos sejam considerados, não apenas clientes.

Ter planejamento

Contar com um planejamento é indispensável em qualquer tipo de estratégia, especialmente quando se leva em consideração que a ausência desse fator pode comprometer severamente todo o processo.

Além de alinhar os objetivos, é interessante desenvolver um calendário editorial e ter comprometimento para que cada etapa estipulada seja atendida adequadamente.

Isso se deve ao fato de que o calendário apresenta pontos cruciais da estratégia por um período estipulado cuidadosamente pela equipe de profissionais.

Por exemplo, a partir desse tipo de planejamento, uma empresa de ar condicionado em SP que conta com um e-commerce, poderá publicar seus conteúdos com uma frequência satisfatória para os objetivos estipulados.

Estudos atualizados

O modelo de comércio eletrônico é uma adaptação de mercado associada às inovações tecnológicas, certo?

As mudanças são constantes nesse meio, sejam elas ligadas com a tecnologia, comunicação ou no segmento de atuação da empresa, o que também influencia no comportamento do consumidor.

Por exemplo, uma empresa que comercializa lava louça industrial para restaurante deve estar atenta a novos recursos de distribuição, desenvolvimento, otimização de estoque, pagamentos, mudanças na plataforma, entre outras possibilidades.

Ainda mais, o conhecimento das tendências não apenas de tecnologias, como também da área, pode contribuir com materiais mais interessantes e inovadores para a audiência.

Da mesma forma que os conteúdos devem ser atualizados frequentemente, o mesmo se enquadra ao falar do acompanhamento de resultados, uma vez que é decisivo para que os reparos necessários sejam realizados.

Independente dos meios explorados nesse cenário, é muito importante que os profissionais da área de marketing se preocupem com o conhecimento adequado da persona e com a elaboração de materiais que realmente atendam as necessidades detectadas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Mais notícias para você

Lançado o WordPress 5.0

A nova atualização do WordPress 5.0 (Gutenberg) está finalmente disponível, e a plataforma introduz uma série de mudanças que deverão facilitar a vida dos usuários e desenolvedores. O Gutenberg oferece uma transformação no editor do WordPress, uma nova interface para adicionar, editar e manipular o conteúdo.

Leia mais »
Shopping Basket