Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

Como produzir conteúdos de topo de funil para e-commerce

O mercado e-commerce cresceu muito nos últimos anos, e a tendência é que se desenvolva ainda mais. Isso porque ele traz uma modalidade de compra mais moderna, rápida e prática para os consumidores.

Além disso, o e-commerce tem atraído o olhar de investidores e empreendedores, por permitir a venda para qualquer lugar do mundo.

No entanto, esse modelo de negócios depende ainda mais das estratégias de marketing digital.

A internet se tornou o principal canal de marketing, mesmo para lojas físicas, portanto, aquelas que vivem do meio digital, precisam entender como funcionam essas práticas.

Dentre elas está o funil de vendas, que ajuda a facilitar a venda de produtos e serviços pela internet. Sem ele, as ações de venda tornam-se desorganizadas, e os esforços na criação de conteúdos para os leads são em vão.

Por ser um processo simples, ele pode ser colocado em prática por negócios digitais de pequeno, médio e grande porte. Uma facilidade que ajuda essas plataformas a crescerem, conquistarem clientes e venderem mais.

Pensando nisso, criamos este conteúdo para falar sobre o que é o funil de vendas, suas etapas, conteúdos para cada uma delas e como produzir materiais para o topo do funil.

O que é funil de vendas?

Funil de vendas é uma estratégia que representa as etapas pelas quais os consumidores passam, desde seu primeiro contato com a marca, até o fechamento das vendas.

Também conhecido como pipeline, ele é dividido em 3 etapas, sendo o topo, o meio e o fundo de funil. Cada uma delas oferece um tipo de suporte para o consumidor durante a jornada de compras.  

Portanto, se uma revenda virtual de mangueira de incêndio usa o funil de vendas, ela tem em mão uma representação simplificada e eficaz dessa jornada. Por isso, é importante conhecer cada etapa, sendo:

1 – Topo de funil

Aqui, um visitante de uma página na internet está passando pelo processo de descoberta e aprendizado a respeito de um produto ou serviço.

Ou seja, no topo do funil estão aquelas pessoas que acabaram de descobrir que têm um problema ou necessidade que precisa de solução.

Até então, isso era desconhecido, portanto, elas estão tomando consciência disso porque entraram em contato com uma plataforma que oferece o que precisam.

Conteúdo topo de funil

É papel da empresa, como uma loja virtual de parafusadeira pneumática, oferecer conteúdos ricos, que podem ser em formato de infográficos e e-books, e acessados após o preenchimento de um formulário.

Para isso, o visitante deve informar nome, e-mail e alguma outra informação, como sua profissão nesse formulário, e assim, acaba tornando-se um lead (potencial cliente).

O foco do atendimento dessas pessoas deve ser voltado para o esclarecimento de dúvidas elementares.

2 – Meio de funil

Nesta etapa, o lead já tem conhecimento do problema e busca soluções para ele. Apesar disso, ele não sabe bem como pode solucioná-lo e precisa de ajuda e dicas para isso.

Conteúdo meio de funil

Neste momento, a empresa precisa focar-se em nutrir esse lead, ou seja, oferecer materiais mais adiantados e aprofundados a respeito da solução desse problema.

Só que, mais do que tentar vender a qualquer custo, ela vai trabalhar para amadurecer esse potencial cliente, para que ele esteja pronto para a próxima etapa.

O atendimento, então, é direcionado para entender o que o lead quer, por isso, a empresa deve manter a sinceridade quanto à sua capacidade em oferecer o que ele realmente precisa.

3 – Fundo de funil

Aqui o lead (quase cliente) já está decidindo o que vai comprar. Trata-se de leads qualificados e que se tornaram oportunidades perfeitas para que a equipe de vendas os aborde.

Eles estão buscando soluções, portanto, as ações acumuladas nas etapas passadas vão contar muito. Isso porque foi estabelecida uma relação de confiança, que faz com que a marca seja vista como referência naquilo que vende.

Conteúdo fundo de funil

No entanto, se ele descobriu que precisa, por exemplo, de um banner com foto, é hora da empresa mostrar que ela é a melhor escolha. Aqui, os conteúdos podem ser demonstrações, amostras grátis, etc.

Então, o atendimento é voltado para esclarecer as últimas dúvidas e oferecer o melhor suporte em vendas.

Importância do funil de vendas

Essa estratégia é muito importante para aumentar o volume de vendas. 

Isso porque, a cada dia, as pessoas estão mais exigentes e demandam atendimento de qualidade, os melhores produtos e serviços e que suas necessidades sejam atendidas.

Tudo isso é garantido pelo funil de vendas, mas mais do isso, ele ajuda uma empresa a descobrir o que leva uma pessoa a comprar com ela ou desistir da compra. 

E essas facilidades podem ser explicadas por conta das vantagens dessa estratégia, que são:

1 – Previsibilidade de resultados

As etapas dependem do desempenho das etapas anteriores, por isso, é fácil prever quantos leads não necessários no topo do funil para gerar um número x de vendas.

Um simples monitoramento da área de marketing e vendas consegue identificar se as metas serão alcançadas, além de quanto tempo isso vai levar.

2 – Mais produtividade

Por meio do funil, uma empresa de iluminação industrial consegue descobrir em quais aspectos suas equipes de venda e marketing têm mais dificuldade, aumentando a produtividade.

Inclusive, a tendência é que os colaboradores tenham um desempenho melhor quando o trabalho está sendo monitorado.

3 – Gestão melhorada

Ao segmentar e padronizar o ciclo de vendas, fica mais fácil analisar de maneira mais objetiva e ágil. Portanto, a gestão fica mais focada e assertiva, o que facilita o crescimento do negócio.

4 – Aproveitamento das oportunidades

O status de cada venda pode ser acompanhado em tempo real pelo funil, o que aumenta as chances de efetivar o negócio.

Para as plataformas e-commerce, que são um tipo de negócio com concorrência maior, é uma maneira de intervir a tempo em uma venda que corre o risco de não acontecer.

5 – Melhor desenvolvimento de produtos

Vamos imaginar que uma fornecedora virtual de clp siemens tenha cultivado um relacionamento com seus clientes, por conta do funil de vendas. Por causa disso, ela consegue aperfeiçoar ainda mais os produtos que vende o serviço que oferece.

Isso acontece por causa de informações valiosas que são passadas por eles, e permite que a marca ofereça um diferencial que atenda a suas expectativas.

Dicas de conteúdos para topo de funil

Para ter acesso às vantagens dessa estratégia, é importante que o começo seja bem feito. Cada etapa depende do desempenho da outra, portanto, o topo do funil é o mais importante, pois dele dependem as outras duas fases do processo de compra.

Sendo assim, as principais dicas são:

Blog posts

As postagens em blogs são o tipo mais comum de conteúdos de topo de funil e podem ser gerenciadas por meio de um CRM (Customer Relationship Management).

Aqui, os conteúdos devem ser mais curtos, tendo em média 500 palavras e em grande quantidade, sendo o objetivo principal responder à dúvidas pesquisadas no Google.

Uma assistência técnica máquina de lavar, pode criar, por exemplo:

  • Guias;
  • Dicas;
  • Listas;
  • Tutoriais;
  • Textos educativos.

Também é recomendável investir em conteúdos virais, pois eles aumentam o tráfego nas redes sociais, algo muito benéfico para as plataformas e-commerce.

Webinars

Essas videoconferências geralmente acontecem ao vivo e trazem um especialista para comentar determinado assunto.

Por exemplo, uma empresa metalúrgica pode trazer um fresador para falar sobre como funciona uma fresadora ferramenteira.

O webinar pode ser usado em qualquer etapa do funil, no entanto, ele deve se ajustar à persona e à etapa em que ela se encontra.

Por isso, para o topo do funil, essa videoconferência deve responder questões básicas, pois o usuário não compreende o tema por completo.

Vídeos

Conteúdos em formato de vídeo são a tendência do momento. Por isso, uma plataforma e-commerce que invista no audiovisual, usando canais como YouTube e Instagram, optam pelo que há de mais poderoso para atrair visitantes.

No entanto, assim como é recomendável para os textos, os vídeos precisam ser curtos, objetivos e responder às dúvidas mais básicas do usuário. Isso acaba atraindo mais pessoas para a marca.

Por exemplo, uma loja virtual de brinquedos pode falar sobre as principais características de um brinquedo educativo 1 ano ideal para essa faixa etária.

O vídeo deve ser feito com base em perguntas elementares sobre esses brinquedos, uma vez que esses usuários não possuem um conhecimento aprofundado sobre o assunto.

Mesmo o conteúdo ideal para topo de funil precisa ser bem abrangente, e a qualidade de sua produção não deve ser deixada de lado. Isso porque ele vai trabalhar com pessoas que estão tendo um primeiro contato com a marca.

Conclusão

O funil de vendas é fundamental para agilizar os processos que implicam cada etapa de uma venda bem feita. Além disso, ele beneficia o consumidor porque garante que ele tenha acesso a um produto ou serviço que realmente precise.

Então, a marca não está interessada em apenas vender, mas em entregar aos seus clientes aquilo que realmente resolva o problema deles. E isso começa no topo de funil de vendas.

Portanto, é uma relação de confiança que beneficia os dois lados, e transforma uma loja virtual em referência no que faz.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Auris

Por: Auris Ideias Digitais

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Mais notícias para você

Shopping Basket