INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

Curva ABC: o que é e para que serve

A curva ABC é uma estratégia muito usada pelas empresas para que possam gerenciar melhor suas prioridades.

O controle de estoque figura entre as principais dificuldades entre as organizações que trabalham com um alto fluxo de vendas.

Quanto mais você vende, melhor deve ser a gestão de estoque, uma vez que ele pode impactar todo o resto empresa.

Tendo isso em mente, foi desenvolvida a curva ABC, uma ferramenta usada por corporações ao redor do planeta, que seleciona quais itens precisam de mais cuidado e apuração.

É ela que evita situações complicadas para a empresa e também para os clientes. Se um supermercado usa essa ferramenta, ele evita falta de produtos e mercadorias, o que pode desapontar a clientela, por exemplo:

  • Café;
  • Macarrão;
  • Arroz;
  • Feijão;
  • Produtos de limpeza.

As plataformas e-commerce também se beneficiam, uma vez que garantem que todos os produtos anunciados no site estejam disponíveis para venda.

Para usar a curva ABC, no entanto, é preciso saber o que é, como funciona, a sua importância para as organizações, de que maneira ela se divide, onde é usada e como pode ser aplicada.

É exatamente sobre esses tópicos que vamos falar aqui. Então, se você tem alguma dúvida, não deixe de ler até o final.

O que é curva ABC?

Curva ABC é uma importante estratégia para empresas de vários setores, sendo usada por corporações em todo o mundo. Por meio dela, é possível controlar e organizar melhor o estoque.

Isso porque a ferramenta classifica os produtos, de acordo com seu grau de importância. Para isso, pode ser levado em conta o preço de custo ou o preço pelo qual o produto, como banner informativo, é vendido.

É importante que as companhias, independentemente do tipo de solução que ofereçam, classifiquem seus produtos de acordo com o volume de vendas e estoque.

A curva ABC identifica as mercadorias de mais importância e maior valor no estoque, então, ela classifica a relevância de cada um.

Em outras palavras, ela coloca os produtos dentro de um ranking, mostrando quais trazem mais retornos para a marca.

Os de maior retorno são classificados na curva A, os de médio na curva B e os de baixo na curva C.

Seu uso se dá no meio administrativo do negócio, visando o controle e a gestão de estoque. No entanto, muitas empresas também empregam o seu conceito em vendas, produção, preços e compras.

Sua divisão, então, se dá entre as curvas e para você entender melhor, vamos especificar cada uma delas.

Na curva A nós temos os produtos mais importantes para a marca, é como se fosse um catálogo de empresas, então, a fórmula 80-20 faz a seleção dos itens. Então, trata-se de 20% dos produtos que correspondem a 80% do total de vendas.

São eles que demandam mais atenção na hora de fazer a gestão de estoque, pois dizem respeito à porcentagem maior do total de vendas.

Por exemplo, se uma empresa tem 100 produtos disponíveis e vende um valor X todo mês, 20%, ou seja, 20 produtos correspondem a 80% da venda, que resulta no valor X. E são poucas as mercadorias que geram a maioria dos lucros.

Na curva B, por sua vez, encontramos os produtos de média importância, e eles correspondem a 30% dos itens, correspondendo a 15% do faturamento.

Sendo assim, naquela empresa que mencionamos na curva A, os de curva B correspondem a 30 produtos, com um valor de venda bem abaixo da curva A.

Por fim, na curva C temos aqueles de menor importância, que correspondem a 50% dos itens e apenas 5% do faturamento. 

Dessa forma, a empresa vende 50% deles correspondendo a um lucro de valor X.

Resultado de imagem para curva abc

Importância da curva ABC

Agora que você já sabe o que é essa ferramenta, vamos explicar a sua importância. Trata-se de um processo tão necessário quanto o protocolo de qualificação de operação, pois possibilita uma visão mais abrangente da empresa.

Além disso, auxilia nas tomadas de decisão, ficando muito fácil identificar quais produtos se destacam mais e quais necessitam de maior atenção dentro do estoque.

Por meio dessa prática, o estoque é organizado de acordo com a relevância de cada item presente nele, evitando sua falta, o que acarreta na perda de vendas.

Também é uma forma de evitar que uma grande quantidade de produtos menos relevantes seja armazenada, o que traz custos desnecessários e desequilibra a gestão de estoque.

Esse controle permite que 80% dos processos importantes para a empresa sejam devidamente administrados.

Além disso, é muito mais fácil manter o foco na gestão dividindo o estoque dessa forma do que tentar administrar tudo junto.

Os balanços periódicos feitos trimestralmente, semestralmente ou anualmente de todos os equipamentos que uma empresa de aluguel de empilhadeira oferece, por exemplo, são importantes.

Contudo, o balanço rotineiro promovido pela curva ABC é ainda mais importante porque garante o pleno funcionamento da companhia.

Como fazer a Curva ABC

É possível usar essa ferramenta por meio do Excel, montando uma matriz. Você pode criar três colunas nomeadas como “Identificação”, onde vai o nome do produto; “Quantidade” e “Valor Unitário”.

Calcule o valor total de cada produto, multiplicando a quantidade pelo valor total de cada um. Depois, calcule o valor acumulado dos itens.

Depois, é necessário organizá-los em ordem decrescente em relação ao valor total, usando a tabela “Dados”. Clique em “Organizar” e uma nova janela será aberta.

Na opção “Classificar por” selecione “Valor total” > “Ordem” > “Do maior para o menor” < “OK”. 

Assim, todos os itens vendidos por uma loja de eletrodomésticos, como lava louça compacta, por exemplo, serão organizados do maior para o menor em valores.

Depois, é necessário calcular as porcentagens que se referem aos produtos e à porcentagem acumulada, e é com isso que geramos a Curva ABC.

Depois, você vai dividir os itens em suas respectivas curvas, de acordo com a porcentagem adequada ao seu negócio. Feito isso, crie uma coluna de classe e uma função SE para classificar como A, B e C.

Agora é possível saber em qual classe cada produto se encaixa, e uma empresa de etiqueta de patrimônio pode adicionar uma formatação adicional se quiser sobre as células de cada classe.

Assim, é possível alterar as cores delas de acordo com a classe em que se encontram, depois, é possível definir as zonas (curvas), criando a coluna ABC que permitirá a visualização dessa região na planilha.

A coluna ABC deve estar junta a coluna “Classe”, e em sua primeira linha deve ser adicionada uma fórmula para quantificar a quantidade de itens em cada curva.

Depois, é necessário selecionar a coluna ABC e criar um Gráfico de Barras. Para isso, é preciso clicar sobre o gráfico gerado, e duas novas abas vão aparecer.

Clique em Design > Alterar Tipo de Gráfico > Barras > Barras 100% empilhadas. Depois, selecione o gráfico à direita e clique em “OK”.

Feito isso, dê dois cliques sobre o gráfico para visualizar a janela e conseguir fazer como uma empresa de entregas rápidas, e formatar uma série de dados.

Basta ir em “Largura do Espaçamento”, alterar o valor para zero e pressionar “Enter”. Na guia design, vá em selecionar dados e clique em “Adicionar”. Clique em “Valores da série” e selecione a coluna de porcentagem acumulada (%) e clique em OK.

Se o gráfico mudar, clique nele novamente e depois na aba “Design”. Vá na opção “Alterar tipo de gráfico”, então, uma nova janela se abrirá.

Clique em “Combinação” e localize a última série criada. Marque a caixa de eixo secundário e depois clique em “Tipo de gráfico”, então, selecione o gráfico de linhas e dê um OK.

Depois, basta colocar um título para o gráfico, como “Curva ABC pratos para congelar” e dar um título aos eixos.

Se você quiser adicionar o número de elemento nas partes do gráfico, precisa clicar com o botão direito na zona escolhida e selecionar “Adicionar Rótulos de Dados”.

Seguindo esse passo a passo é possível usar a Curva ABC e controlar melhor o estoque do seu negócio. 

Contudo, se preferir, sua empresa também pode adotar ferramentas apropriadas para a Curva ABC.

Resultado de imagem para curva abc

Curva ABC.

Conclusão

Controlar o estoque é muito importante para garantir as vendas e aproveitar cada oportunidade de negócio. É dessa forma que você consegue atender às demandas de seis clientes e expandir sua empresa.

Cada produto receberá a atenção que merece, evitando que se acumulem ou que faltem aqueles que são mais importantes.

Isso economiza recursos e espaço, permitindo que sua organização invista cada vez mais em estratégias que façam sua marca crescer.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Auris

Por: Auris Ideias Digitais

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

Comments are closed.

Últimos Artigos e Notícias

Shopping Basket