INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

E-commerce: Como se preparar para a Black Friday?

As plataformas de e-commerce tem crescido muito nos últimos anos, devido às facilidades trazidas por esse modelo de compra e venda.

Os consumidores notaram todo o conforto e praticidade de comprar pela internet, mas durante alguns períodos do ano, as vendas nesses sites aumentam consideravelmente.

A Black Friday é uma dessas datas, sendo considerada como um dos momentos mais importantes para o comércio no mundo todo. Em 2020, as vendas na web aumentaram 25,1% durante o evento.

As expectativas é que o crescimento das vendas continue acontecendo nas próximas edições, e tanto os consumidores quanto as empresas já esperam ansiosos para vender e comprar produtos dos mais variados tipos.

A cada ano, as lojas virtuais batem novos recordes, tendo em vista que os consumidores estão mais confiantes com esse tipo de compra. 

Portanto, podemos dizer que a Black Friday é um evento considerado positivo por todos.

Todavia, não basta apenas criar suas promoções e esperar as vendas acontecerem, principalmente os pequenos e médios negócios.

Nesse sentido, vamos falar um pouco sobre o crescimento do e-commerce no Brasil, como você pode preparar o seu empreendimento para a Black Friday e quais são as vantagens desse planejamento. 

 

A expansão do modo e-commerce no Brasil

As plataformas e-commerce bateram um novo recorde de vendas no primeiro semestre de 2021, chegando à marca de 31% em relação ao mesmo período de 2020.

Esse crescimento se deve ao aumento de 22% no ticket médio, além do crescimento de 7% no número de pedidos. Em vista disso, podemos dizer que o comércio eletrônico está se consolidando.

Diversos tipos de produtos, como conjunto feminino evangélico, passaram a ser adquiridos pela internet, uma vez que o consumidor se adaptou às facilidades trazidas por essa modalidade de compra.

O número de novos consumidores se estabilizou no primeiro semestre de 2021, chegando a somar 6,2 milhões. 

Isso se deve, também, à qualidade dos serviços prestados pelas lojas virtuais e pela familiaridade dos consumidores com as compras desse tipo.

Além disso, também tem o fato de que os novos consumidores de e-commerce estão mais dispostos a comprar do que as pessoas que já estavam acostumadas com essa modalidade.

Outro ponto que merece destaque são as compras por celular, que hoje já representam mais da metade dos valores faturados pelas lojas virtuais e dos pedidos realizados.

O consumidor brasileiro é conectado e chega a consumir diferentes conteúdos, por meio de várias telas, o que torna o ambiente mais favorável para as vendas online.

Durante um período normal, as compras online já são altas, mas em algumas épocas do ano, como no caso da Black Friday, espera-se um aumento exponencial nas vendas.

Por conta disso, as empresas, como uma plataforma de vestuários, precisam se antecipar a esses períodos, entrando em contato com o fornecedor de roupas femininas, dentre outros fornecedores, para abastecer o estoque.

Entretanto, esse planejamento não se atém apenas ao preparo dos produtos, mas também a diversos outros fatores que vamos mostrar no próximo tópico.

 

Dicas de planejamento para a Black Friday

Como falamos no tópico anterior, o e-commerce está em constante expansão, e mesmo com a flexibilização, muitos consumidores ainda preferem comprar pela internet.

Em vista disso, é necessário estar pronto para receber um fluxo maior de visitantes na plataforma e garantir a entrega dos produtos. Nesse sentido, algumas das melhores estratégias são:

Analisar os preços da concorrência

A Black Friday é sinônimo de preço baixo e oportunidade, mas se você não estiver compatível com o que está sendo oferecido no mercado, pode perder oportunidades para os seus concorrentes.

Para que isso não aconteça, é muito importante analisar o preço da concorrência e assim estabelecer estratégias que chamem a atenção do consumidor.

Entretanto, isso não significa que você deve colocar os seus produtos por um preço muito abaixo. O ideal é conhecer o perfil do seu e-commerce e com isso tomar uma boa decisão.

Um fabricante de cordão para crachá personalizado, por exemplo, vai analisar com antecedência o preço cobrado pelo seu concorrente e oferecer descontos reais e vantajosos para ele e seus clientes.

Durante esse levantamento, veja qual é o valor do frete e o prazo de entrega proposto pelo seu concorrente, pois são dois fatores de peso na decisão de compra.

Ter conhecimento da jornada de compra do seu cliente

Toda organização precisa saber quais são as etapas de venda e a partir disso investir em estratégias que atraiam e encantam o cliente.

Se você conhece o caminho que o seu público percorre até comprar os seus produtos, consegue estabelecer um relacionamento positivo com essas pessoas. Conheça cada uma dessas fases e crie maneiras de fidelizar os seus clientes.

É fundamental levantar os pontos que agradam o consumidor, e dentre aqueles que mais fazem sucesso estão:

  • Frete grátis;
  • Cupom de desconto;
  • Clube fidelidade;
  • Brindes.

Um fabricante de jaleco branco feminino, além de investir nessas ações, também precisa planejar suas estratégias de marketing digital, principalmente aquelas veiculadas pelas redes sociais.

É dessa forma que ele consegue engajar o seu público e construir um relacionamento promissor com essas pessoas. 

Coloque-se no lugar do consumidor e pergunte se as ações que está colocando em prática fazem sentido para você.

 

Criar anúncios especiais para a data

As lojas virtuais dependem exclusivamente das estratégias de marketing digital, por conta disso, os anúncios em diferentes plataformas são aliados desses negócios.

Ao criar um anúncio específico para a Black Friday, seu e-commerce vai se destacar, ter mais visibilidade e, consequentemente, mais lucros.

Esses anúncios devem ter um diferencial, independentemente de serem publicados nas redes sociais ou no Google. Você precisa ser criativo e entender o seu próprio conceito de marca.

Conte com a ajuda de uma consultoria financeira para determinar um orçamento específico para esses anúncios. 

Além de ter um valor garantido para eles, procure fazer chamadas sucintas e que chamem a atenção dos usuários.

Não se esqueça de garantir uma boa experiência visual, por meio de imagens de qualidade e que estejam relacionadas à sua campanha e ao seu negócio durante a Black Friday.

Isso é importante porque, geralmente, o anúncio é o primeiro contato que um potencial cliente terá com o seu negócio.

 

Prós de se preparar para a Black Friday

Todas as estratégias que mostramos anteriormente vão te ajudar a ter um bom desempenho durante a Black Friday, e elas trazem várias vantagens para o e-commerce.

Uma delas é que o seu negócio pode se preparar para atender melhor às demandas, por meio de um software de gestão comercial

Consequentemente, isso vai ajudar a aumentar as vendas, sem deixar de lado a qualidade do serviço prestado.

O evento também é uma oportunidade de fidelizar clientes, e se você se preparar, fará com que essas pessoas que comprarem com você nessa edição, voltem a fazer compras em outras épocas do ano.

Algo muito comum durante essa data são pessoas que nunca compraram com determinadas lojas levarem alguns produtos por conta dos preços.

Em outras palavras, é a chance que você tem de conquistar novos clientes, vender produtos de qualidade, entregar no prazo combinado, oferecer um valor de frete justo e com isso fazer com que eles voltem em outras oportunidades.

Para você dimensionar melhor o que estamos falando, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Google, 34% dos consumidores são considerados novos clientes, e destes, 78% voltam a comprar depois.

Em outras palavras, se um fabricante de mochila feminina personalizada se prepara para essa época do ano, além de atrair novos clientes, vai fazer com que eles voltem a comprar mais vezes.

O planejamento precisa envolver um aumento das vendas antes, durante e depois da Black Friday, visto que aqui no Brasil é muito comum vermos comércios que fazem promoções durante todo o mês de novembro.

Cerca de 38% das vendas não ocorrem na sexta-feira em si, mas ela pode ser uma oportunidade para atrair clientes para os próximos dias de promoção.

Mais uma vez, é importante se planejar porque você consegue atrair as pessoas, mas sem banalizar a data ou as promoções, pois elas precisam manter a característica da Black Friday.

Todavia, independentemente de qual seja o segmento do seu e-commerce, faça um bom planejamento envolvendo estratégias de marketing, precificação dos produtos, entrega via motoboy, preço do frete, dentre outros.

É dessa forma que o seu negócio vai se destacar nesse período e alcançar as metas de vendas estipuladas.

 

Conclusão

Portanto, as plataformas e-commerce, principalmente, pequenas e médias, precisam aproveitar a Black Friday para aumentar as vendas e se tornarem mais conhecidas.

Esse tipo de negócio está crescendo naturalmente, mas esse período do ano pode ser o empurrãozinho que faltava para decolar de vez. 

Com as dicas que demos aqui, você vai se preparar para essa época do ano e melhorar o faturamento da sua loja virtual.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Auris

Por: Auris Ideias Digitais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

Comments are closed.

Últimos Artigos e Notícias

Shopping Basket

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência no nosso site.