Nossa equipe de especialistas está aqui para responder às suas dúvidas. Pergunte-nos qualquer coisa!
André Cardia
Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

O e-mail marketing como estratégia de comunicação com clientes

Como usar o e-mail marketing de forma estratégica para atrair, nutrir e fidelizar os clientes? 

Essa é uma pergunta que gera muitas dúvidas em todas as empresas que desejam estabelecer um relacionamento saudável com o cliente, sem que esse cancele a assinatura de conteúdo ou deixe de consumir algum produto.

Em meio à tantos canais de comunicação, o e-mail continua vivo e eficaz. Não é à toa que 92% dos adultos usam essa ferramenta, segundo dados da Pew Research Center e mais de 76% das empresas brasileiras adotam essa estratégia, de acordo com o estudo Email Marketing Trends 2018.

Por ser um canal de comunicação direto, o e-mail oferece uma entrega imediata e o princípio da sua utilização deve considerar a mensagem certa para a pessoa que precisa dela no momento.

De empresas relacionadas à saúde, que trabalham desde cinta pós cirurgica lipoaspiração até itens de construção civil, esse tipo de campanha pode ser construída nos mais diversos segmentos. 

Leia mais e aprenda quais são as técnicas mais utilizadas para fazer uma entrega de qualidade e ter retorno em vendas e fidelização a partir do e-mail.

Adeque o e-mail marketing ao perfil da sua empresa

Cerca de 95% das pessoas que possuem e-mail o acessam diariamente, segundo com a pesquisa Email Marketing Trends. Mais de 76% das pessoas já compraram algum produto por causa de uma newsletter. 

Os dados provam uma realidade: o e-mail não morreu e você precisa adequá-lo à estratégia da sua empresa.

Se o seu negócio é voltado à venda e assistência de equipamentos como a empilhadeira stillum veículo usado no transporte de cargas em setores diversos como indústria, construção civil e estabelecimentos comerciais – você precisa agregar valor ao público. 

Oferecer conteúdos exclusivos relacionados à logística, trazer curiosidades e soluções relevantes que a persona (perfil de cliente ideal, construído em uma pessoa fictícia com dados reais sobre hábitos de consumo, dados demográficos, entre outros) busca, faz a diferença.

Não faz sentido ter uma empresa na área de construção civil e propor soluções que não estejam relacionadas ao público que se interessa por seu produto. 

Neste contexto, falar de produtos como o barramento tipo pente – um acessório que lembra um pente de cabelo com dentes, usado para reforçar a segurança dos disjuntores – requer uma boa estratégia de conteúdo adequada ao que as pessoas procuram em relação a esse assunto.

São dicas válidas para adequar o conteúdo do e-mail marketing ao perfil da empresa, de forma que a campanha agregue valor para atrair leads e clientes:

  • Utilizar o Google Trends para saber os temas que estão em alta nas buscas;
  • Realizar pesquisas com o público-alvo/ levantar temas que solucionam problemas;
  • Utilizar uma linguagem direta persuasiva (o título do e-mail já diz tudo);
  • Trazer conteúdos informativos e relevantes para o público-alvo.

Trabalhe com campanhas gerais e segmentadas

Normalmente, uma empresa que inicia uma campanha de e-mail marketing adotará uma mensagem de boas-vindas no início do relacionamento.

Dessa forma, é interessante captar algumas informações sobre o perfil do cliente para direcionar os conteúdos que mais interessam o seu perfil. 

A forma de captação do e-mail e dados pessoais da pessoa já pode conter algumas perguntas iniciais. Inclusive, é muito comum que as empresas consigam esses dados por meio de formulários e materiais ricos sobre o assunto como um e-book disponibilizado em uma landing page.

Independente da situação, manter o engajamento do público nas campanhas é algo que requer atenção. Por isso, faça segmentações, pesquise o que seu público gostaria de receber e não mande mensagens indesejadas ou irrelevantes, pois isso afeta o relacionamento e pode tornar a marca irritante.

Se a sua empresa é uma concessionária, por exemplo, uma dica é trazer informações úteis sobre o universo automobilístico. Falar sobre laudo cautelar veicular pode ser uma ideia interessante, por exemplo. 

Esse documento é exigido ao motorista quando há intenção de transferir ou vender o veículo, e são avaliados pontos como: a numeração do chassi, identificação do motor, originalidade das peças e estrutura veicular.

Quanto mais você conhecer o seu público, maiores a chances de entregar a mensagem certa, na hora certa, e de forma estratégica. Não ter esse tipo de cuidado pode comprometer a sua estratégia de comunicação e os resultados esperados no briefing da campanha.

Lembre-se: o seu conteúdo deve oferecer valor ao cliente e trazer soluções. Caso isso não aconteça, o relacionamento pode ficar comprometido e o investimento nas campanhas de e-mail certamente vai parar na caixa de spam.

Ofereça conteúdos exclusivos

O que faz uma pessoa assinar a newsletter da sua empresa? O e-mail tem um potencial de comunicação direto com o cliente e com centenas de mensagens na caixa de entrada, a pessoa só abre uma delas se o assunto for muito interessante.

Vamos exemplificar a história: imagine que uma indústria precisa realizar exame toxicológico demissional nos colaboradores que se desligam da empresa para verificar as condições de saúde do mesmo após exposição em áreas de insalubridade.

Uma empresa que trabalha com saúde e medicina do trabalho oferece esse tipo de solução e vê na indústria uma oportunidade de manter um relacionamento. Se a empresa de saúde já conta com um site e trabalha conteúdos relevantes sobre este exame, o e-mail precisa ter uma informação única e que não está em nenhum outro canal.

Afinal, o poder da mensagem está justamente na originalidade, na oferta de uma solução única e na personalização.

Encante desde a primeira linha

Outra dica para criar conteúdo relevante nos e-mails de marketing é lembrar das técnicas e Inbound Marketing, sobretudo em relação ao propósito de encantar os clientes.

Oferecer serviços e gerar vendas deve ser uma consequência, mas lembre-se que focar nas soluções, em uma linguagem convidativa e encantadora é algo que atrai o público de forma eficiente.

Vai falar de pintura de fachada de prédio? Não comece falando do preço. Destaque o quanto esse serviço valoriza as edificações comerciais, traga informações relevantes, fale da importância da pintura e encante. 

As técnicas de storytelling (arte de contar histórias) aliadas à linguagem copywriting, que é uma forma persuasiva de escrever e convencer seu leitor podem ser muito utilizadas para encantar com uma boa estratégia de conversão.

Escolha um título matador

Se o título estiver grande demais e sem atrativos, a chance de perder o cliente antes mesmo que ele visualize seu conteúdo é alta. 

Felizmente, bons títulos são matadores, ou seja, conseguem captar a atenção do cliente desde o começo e geram mais cliques. Uma dica para criar os títulos é ir direto ao ponto, utilizar as técnicas de SEO para escolher a melhor palavra-chave e criar um senso de urgência em quem está do outro lado da tela.

Sua empresa vende soluções como uma máquina lava louça industrial para restaurante? Experimente passar uma mensagem do porquê a empresa precisa de uma máquina dessa para otimizar a produtividade e ganhar dinheiro.

Atenção: não basta ter um título chamativo, é importante cumprir a promessa de conteúdo. Caso contrário, há o risco do cliente se frustrar com o e-mail e pedir para sair da sua base.

Crie mensagens personalizadas

O e-mail é um canal de comunicação muito pessoal. Por isso, adote uma linguagem personalizada para conversar com seu público-alvo. 

Personalize a mensagem com o nome da pessoa, utilize um tom criativo sem perder a informação útil e relevante. Mostre que a sua empresa também conta com pessoas que podem solucionar problemas.

Uma ideia é sempre assinar o e-mail com a imagem de alguém disposto a ajudar. Isso gera empatia e esse é um requisito do inbound marketing que deve ser adotado em todos os conteúdos relevantes da sua marca.

Pessoas gostam de conversar com pessoas. Quer um exemplo? 

Uma empresa de eventos que oferece uma solução como um gerador para alugar pode identificar qual é o evento que a pessoa realizará e trazer uma solução útil sobre o produto, mas que ao mesmo tempo passe a ideia do quanto é importante que nada dê errado em uma festa tão esperada. 

Como os geradores são equipamentos que mantém a energia elétrica das instalações mesmo no caso de um apagão, contextualizar a solução de forma empática é uma forma de personalizar a mensagem e transmitir a campanha.

Realize testes A/B

Monitorar os resultados de uma campanha de e-mail marketing é muito importante para fazer ajustes, mudar a estratégia e alcançar retorno.

Realize testes A/B na sua campanha. Na prática, os testes são duas versões de um mesmo propósito que tem como objetivo testar o que funciona melhor na campanha de marketing. 

Você pode ter duas abordagens, duas formas de captação, dois tipos de landing page e por meio de ferramentas, consegue determinar qual modelo traz uma taxa de conversão mais atraente.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Mais notícias para você

Shopping Basket