INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

Pago vs. Orgânico: Qual é a hora certa para investir em um deles?

Marketing orgânico e pago são duas estratégias importantes para quem tem o próprio negócio e quer conquistar um bom posicionamento na internet. Aliás, estar na internet é fundamental para atrair clientes e aumentar as vendas.

Mas, essas opções são diferentes, e é fundamental conhecer um pouco mais sobre elas antes de fazer uma escolha. As estratégias orgânicas estão em alta porque ajudam a construir autoridade e conquistam a confiança dos consumidores.

Elas são imprescindíveis e devem estar presentes no planejamento de marketing de qualquer tipo de empresa, independentemente de seu porte ou segmento. Mas, demora um tempo para começar a fazer efeito.

Em compensação, a mídia paga traz efeitos imediatos, porém, é um pouco mais cara, embora também seja fundamental para acelerar o processo de captação de potenciais clientes e despertar o interesse do público sobre os produtos e serviços.

Ambas estão em alta e fazem parte das estratégias de empresas de sucesso, mas é necessário conhecer um pouco mais sobre elas antes de investir.

Neste artigo, vamos explicar o que é mídia paga e estratégia orgânica e qual é o melhor tipo de investimento para os empreendedores que estão começando seus negócios.

Entenda o que é mídia paga

Vamos começar pela mídia paga, uma comunicação feita pela empresa, investindo diretamente na exposição de sua marca, por meio de anúncios patrocinados que impulsionam a visibilidade dos produtos e serviços.

Dependendo do plano de ação, o propósito é variar as campanhas, gerando resultados em pouco tempo e atraindo uma grande quantidade de usuários para a conversão.

Uma empresa de bateria entrega pode investir em diferentes tipos de mídia paga, como os anúncios nas redes sociais e nos buscadores ou os links patrocinados, que costumam aparecer entre os primeiros resultados de pesquisa do Google.

Entenda o que é mídia orgânica

Com relação à mídia orgânica, trata-se de uma prática que não envolve custo comercial direto, apenas o tempo necessário para que comece a fazer efeito.

A criação de conteúdos que aumentam a interação entre a marca e o público, por meio de canais onde as pessoas vão encontrar respostas para as suas dúvidas e serão induzidas por meio de mídias pagas.

Por exemplo, depois de criar um material esclarecendo algum assunto do interesse do público e relativo ao mercado, a empresa faz um anúncio nas redes sociais para que as pessoas se interessem pelo conteúdo.

Esse processo requer muita prática e disciplina, principalmente para quem quer alcançar uma boa posição nos resultados de busca de maneira totalmente orgânica.

Essa estratégia possibilita que a empresa tenha mais controle sobre suas ações, tendo em vista que é possível escolher o tipo, layout e formato de cada novo material.

Integrando as estratégias

Uma clínica cardiológica pode integrar as estratégias, aliás, esta é a melhor opção para quem realmente quer conquistar uma presença forte na internet.

Elas se complementam, uma vez que enquanto a mídia paga traz resultados imediatos, as estratégias orgânicas demoram mais tempo, porém ajudam a construir o posicionamento do negócio e cria uma imagem de autoridade e referência.

Quando atuam em conjunto, entregam resultados ainda melhores, e isso acontece por conta de uma ligação indireta entre ambas, e em períodos diferentes, elas se conectam.

Quando o usuário procura informações sobre algum produto ou serviço, ou até mesmo diretamente sobre uma marca, consultar conteúdos disponíveis em blogs e sites, além de poder encontrá-la nas redes sociais.

Enquanto os anúncios pagos oferecem diretamente os produtos e serviços, a credibilidade da companhia se constrói por meio das práticas orgânicas.

Um bom exemplo disso é o marketing de conteúdo, que consiste na criação de materiais ricos e relevantes, que falam sobre assuntos do interesse da audiência e que estejam relacionados ao mercado do negócio, e esses materiais podem ser:

  • Vídeos;
  • Imagens;
  • Textos;
  • Infográficos.

Fabricante de autoclave dentista precisa impulsionar esses materiais, além de ganhar tempo até que eles conquistem a atenção da audiência. 

Os anúncios também podem ajudar a levar os conteúdos para uma quantidade maior de pessoas.

A integração entre essas duas possibilidades aumenta muito a visibilidade da companhia e mostra para o público que ela domina o assunto e que seus materiais são de excelente qualidade.

Mas, é importante dizer que o impulsionamento depende muito do orçamento disponível e da qualidade das estratégias orgânicas.

Qual é a melhor opção?

Para os empreendedores que estão começando agora ou até mesmo para as empresas líderes do mercado, não existe a melhor opção, na verdade o ideal é utilizar as duas.

Ambas são essenciais para que uma empresa de lavagem de colchão tenha uma excelente estratégia de marketing digital. Para que a marca cresça e seu conteúdo seja um sucesso, é preciso que ele alcance o público rapidamente.

Como dito anteriormente, essas ações em conjunto promovem a empresa sem que ela precise concentrar seus investimentos em uma única opção. Mas, para que isso aconteça, é crucial traçar um planejamento inteligente e que faça sentido.

Em outras palavras, é fácil perceber por que é muito interessante utilizar as duas mídias juntas, mas antes de fazer isso, primeiro é necessário compreender a necessidade da empresa, as características de seu público e aprimorar as estratégias.

Agora, se o objetivo da organização é conquistar autoridade naquilo que faz e criar uma verdadeira vitrine de conteúdos, a mídia orgânica será o melhor caminho.

Por outro lado, quem está com pressa de atingir o público e impulsionar as estratégias de comunicação, fortalecendo a abordagem de vendas, a mídia paga deve ser escolhida.

Perceba que para uma clínica de abdominoplastia masculina ambas se mostram excelentes práticas, isso porque ao utilizá-las em conjunto, evita-se o desperdício de recursos.

Contudo, é válido ressaltar a necessidade de utilizá-las no momento certo, principalmente em conjunto. Geralmente, os novos negócios começam com mídia estratégica e logo após começam a trabalhar com outra opção.

O que vai definir por onde o seu negócio deve começar é uma análise do próprio negócio e do mercado em que ele está inserido, pois mostra como está a concorrência e quais são os hábitos de consumo dos potenciais clientes.

É indispensável que o profissional e a equipe responsável por planejar a estratégia estejam preparados para trabalhar com os dois formatos.

Tendo o entendimento esperado, fica mais fácil distinguir o momento exato de trabalhar com cada tipo de comunicação, sem optar por uma em detrimento da outra.

Como fazer um planejamento de sucesso?

O sucesso das estratégias de uma empresa de lavagem a seco de estofados depende do equilíbrio. Isso significa balancear e pensar o prazo de retorno que cada uma das opções traz para a corporação.

O uso de mídia paga traz resultados mais rápidos, além de relatórios precisos sobre o desempenho das campanhas, ao mesmo tempo em que as ações orgânicas trazem retornos mais longos, mas que demoram mais tempo para aparecer.

Independentemente disso, é fundamental analisar as métricas e avaliar o que o negócio pode fazer para melhorar suas estratégias de marketing digital. É assim que os resultados serão positivos e compatíveis com as expectativas do empreendedor.

Ao fazer seus anúncios no Google Ads, por exemplo, o fabricante de bateria de caminhão de 150 amperes terá acesso a relatórios e poderá acompanhar de perto os retornos e outras oportunidades de melhoria para as suas campanhas.

De modo geral, o sucesso do planejamento de marketing sempre estará ligado ao tipo de mídia utilizado e os resultados que a organização pretende obter.

Para investir tranquilamente e não se preocupar com o orçamento, primeiro, compreenda como cada mídia funciona e quais são suas características.

Os profissionais de marketing sabem muito bem quais são as estratégias de cada tipo, como elas precisam ser aplicadas e quais são mais adequadas para o tipo de negócio.

Se o empreendedor tiver alguma dúvida ou dificuldade na hora de escolher, o ideal é conversar com um profissional da marca para analisar as diferentes possibilidades.

Assim como em uma empresa fabricante de disco de corte pequeno, seu negócio vai conseguir chegar ao público certo, no momento mais oportuno, equilibrando as práticas e respeitando o limite de investimentos.

Considerações finais

Sendo assim, tanto a mídia paga quanto a orgânica são ferramentas fundamentais e nenhuma é mais importante do que a outra, na verdade, elas são diferentes, mas caminham muito bem juntas.

As opções trazem benefícios e ajudam a trabalhar um planejamento estratégico de marketing mais seguro. O empreendedor só precisa ter cuidado com sua estruturação e no modo como desenvolve o plano de ação.

Escolher apenas um formato acaba desencadeando outros gastos para suprir o vazio deixado por uma delas, portanto, considere a aplicação de ambas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Auris

Por: Auris Ideias Digitais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

Comments are closed.

Últimos Artigos e Notícias

Shopping Basket

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência no nosso site.