INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

Para o médio empreendedor vale a pena investir em marketing de influência na Black Friday?

O marketing de influência pode ser um ótimo aliado de empresas que querem se destacar em meio a seu público-alvo. 

Essa estratégia vem sendo utilizada por médios empreendedores em épocas especiais de compras no mercado, como na Black Friday.

Isso porque essa data é responsável pela máxima movimentação das compras, nas mais diferentes áreas de atuação do mercado, e para uma empresa de banners personalizados contar com um marketing de influência bem direcionado pode ser uma excelente ideia.

E antes de começar a investir nessa prática, entrando em contato com influenciadores que melhor podem traduzir a alma do seu negócio, é preciso prestar atenção a alguns pontos.

Afinal, ao falarmos sobre marketing de influência, estamos lidando com pessoas acima de estratégias, e saber de fato os pontos positivos e negativos de produzir uma ação promocional para um dia tão importante é mais do que uma obrigação.

No texto abaixo vamos entender um pouco mais sobre o que é o marketing de influência, destacando as formas como ele funciona, pontos a favor e contra de seu uso, principalmente, em meio à Black Friday, e dicas de estratégias tão interessantes quanto.

 

Como funciona o marketing de influência?

O marketing de influência é compreendido como uma ação feita por uma empresa de serviços de comunicação visual que conta com a ajuda de influenciadores, pessoas com alta relevância dentro de grupos que melhor transmitem o cliente perfeito do negócio.

Fica fácil entendermos ao olharmos para o cenário nas redes sociais, com a popularidade dos influenciadores digitais, cujos seguidores muitas vezes passam de milhares.

Essas pessoas acabam se tornando populares por produzir conteúdos, mas sobretudo por mostrarem sua personalidade, estilo, gostos, formas de lidar com a vida e até mesmo escolhas materiais, como o caso de uma compra de roupas ou escolha de decoração.

Os seguidores desses símbolos de influência se tornam parte importante para empresas dentro do marketing de influência, pois conseguem ser ligados à marca por intermédio.

Por exemplo, é o caso de uma empresa de software de gestão empresarial para pequenas empresas que entra em contato para um contrato com um famoso gamer, pessoa que costuma a ter influência na área de jogos, mas sobretudo na de tecnologia.

Por meio dessa ligação, o influenciador passa a promover a empresa, os seus produtos e serviços, e como ele entende bem o público que o segue, que é o mesmo considerado comprador da marca, consegue fazer com que as vendas aumentem significativamente.

Por essas e outras, podemos dizer que os influenciadores são um símbolo do próprio funil de vendas, fazendo o filtro das pessoas certas, o que ajuda as ações das empresas.

Não é à toa que durante épocas de grande movimentação no mercado, como o caso de datas sazonais, a escolha por essa estratégia é sempre uma das mais vistas dentro de empresas de serviços de comunicação visual.

Mesmo assim, colocar na balança os pontos positivos e negativos desta estratégia se faz mais do que necessário para que o seu negócio esteja ciente de tudo o que a envolve.

 

Pontos positivos e negativos do seu uso na Black Friday

Como dito acima, o marketing de influência pode ter uma ótima funcionalidade dentro de campanhas sazonais, ou seja, que envolvam datas comemorativas, pontos essenciais de venda dentro do mercado, principalmente para empresas de fachada de loja de roupas.

Dentre essas datas uma das que se destaca é a Black Friday, um período criado nos Estados Unidos, que remete a promoções e descontos consideráveis uma vez ao ano.

Para uma empresa, trabalhar com o marketing de influência em meio à Black Friday pode ser uma boa opção, principalmente porque muitas pessoas estão procurando promoções.

Neste sentido, um influenciador contratado pela empresa pode conceder de forma mais interessante as informações desejadas por clientes, sobretudo, indicar da melhor forma possível, e com a linguagem certa, aquilo que a marca tanto deseja repassar.

Ainda assim, é preciso tomar cuidado com alguns pontos específicos, que se não analisados, podem vir a prejudicar as estratégias da sua empresa.

Sobre isso, veja mais nos dois tópicos a seguir tudo o que você deve saber em relação a pontos positivos e negativos de utilizar o marketing de influência.

 

Pontos positivos

Quando observamos os principais pontos positivos de utilizar o marketing de influência, certamente no topo dessas questões está a forma afunilada e altamente focada em chegar a um cliente perfeito de uma sala coworking por meio da escolha do influencer certo.

Isso porque, a partir de um estudo bem determinado sobre aquela pessoa que vai atuar junto com a empresa, bem como a análise de seu público, fica fácil alcançar os melhores resultados, principalmente se o mais esperado for o aumento de uma venda.

Outra forma interessante é que a empresa não precisa se preocupar com a linguagem ou com a imagem certa para uma campanha, tendo em vista que o influenciador já tem isso.

Dessa forma, ocorre uma humanização da marca, sendo ela a utilização de estratégias de comunicação de um totem de sinalização a partir de um jeito próprio daquela pessoa.

Esse ponto, de fato, consegue transmitir uma das melhores formas de ver a potencialidade do marketing de influência, já que o cliente consegue entender aquele produto dentro do seu estilo de vida, de seus gostos e desejos que são refletidos no influenciador.

A marca, em outro sentido, passa a utilizar a influência para se promover, e chegar a lugares e pessoas que antes não a conheciam, tendo não apenas resultados em relação a ganhos financeiros, mas sobretudo a sua influência e participação no mercado.

 

Pontos negativos

Ainda que a influência seja uma das principais estratégias a serem utilizadas em relação a uma grande campanha, ainda mais em uma época de Black Friday, é preciso estar atento a algumas condições que podem fazer esse negócio ser um pouco arriscado.

O primeiro ponto em relação a isso é o risco evidente que uma empresa tem a respeito de um influenciador, já que este é a representação de uma pessoa comum, que erra.

Ao pensar nisso, basta olharmos inúmeros casos nas redes sociais com influenciadores que falaram algo indevido ou se comportaram de uma forma que o público não gostou, impactando de forma ativa as empresas e produtos nos quais estão envolvidos.

Dessa forma, é essencial que para uma empresa de serviços gráficos haja o reconhecimento das melhores formas de lidar com esses problemas.

Além disso, é bem possível que, mesmo que sem querer, o influenciador acabe provocando uma falha na comunicação, levando aquela proposta de campanha para outro lado, menos suscetível a uma popularização, o que pode, de certa forma, prejudicar a empresa.

Seguindo esse mesmo problema, podemos ver que nem sempre a forma de comunicação utilizada pelo influenciador pode trazer de fato algum tipo de retorno à empresa.

Isso mostra o quanto deve ser cautelosa a escolha, mas sobretudo a preparação e o apoio dado a esses profissionais sempre que uma campanha for feita por ambos os lados.

Afinal, a conversa com o público deve ser um ponto a ser bem trabalhado pelo influenciador, já que, se não feito com cautela, pensando em pontos como dias de maior acesso, formatos de conteúdos interessantes e marca própria nas campanhas, algo pode dar errado.

 

Práticas de marketing para empreendedores

Ainda que o marketing de influência seja uma das formas mais interessantes de trabalhar em meio a uma Black Friday, os empreendedores, principalmente, aqueles considerados médios, podem encontrar outras formas de utilizar o marketing para obter bons resultados.

Uma das principais formas de fazer isso é contando com produção de conteúdos especiais, onde constem menções às datas sazonais, nos seguintes canais:

  1. Redes Sociais;
  2. Blogs;
  3. Newsletters;
  4. Sites;
  5. Aplicativos.
  6. E-commerces.

Além disso, é interessante manter os olhos em anúncios e publicidades específicas para o público-alvo da sua empresa, pensando sempre em comunicar sobre a data em si.

Por exemplo, é possível que a sua marca de roupas faça uma excelente campanha de vendas em meio à Black Friday a partir da utilização de palavras-chaves que direcionam as pesquisas para o site, diretamente para as promoções de produtos e serviços.

 

Considerações finais

Portanto, marketing de influência é um dos mais interessantes quando trabalhamos com datas especiais do mercado.

Tendo em vista que os resultados dessa ação podem ser significativos para o aumento das vendas, mas também no reconhecimento da marca.

Entretanto, para isso, sua empresa deve entender bem como esse processo funciona, sabendo mais sobre seus pontos positivos e negativos em relação ao investimento. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

 

Auris

Por: Auris Ideias Digitais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

Comments are closed.

Últimos Artigos e Notícias

Shopping Basket

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência no nosso site.