INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

Por que investir em marketing de conteúdo em 2022?

Marketing de conteúdo é uma das principais estratégias de marketing digital, e investir nela é fundamental o ano inteiro. 

Em 2022 não seria diferente, pois ajuda a aumentar a competitividade e garante a presença online da marca.

Essa prática integra o inbound marketing, assim como o SEO, e-mail marketing, marketing de influência, entre outras estratégias. Investir em práticas orgânicas é importante porque os consumidores estão cada vez mais online.

Antes de comprar qualquer produto ou serviço, eles realizam pesquisas nos sites de busca para saber um pouco mais sobre a solução, comparar valores e buscar informações.

De acordo com uma pesquisa realizada pela Think with Google, esse comportamento fica ainda mais claro porque 48% dos usuários começam suas pesquisas nos buscadores.

O levantamento também mostrou que 33% das pessoas pesquisam diretamente nos sites da empresa, ao passo que 26% procuram os itens em aplicativos móveis.

Trabalhar com marketing digital é uma prática complexa e que envolve muitas estratégias, e entre as mais importantes está o marketing de conteúdo.

Neste artigo, vamos explicar o seu conceito e por que vale a pena investir nele para gerar resultados positivos ao longo de todo o ano.

 

O que é marketing de conteúdo?

Marketing de conteúdo é uma estratégia que tem como foco o engajamento do público-alvo e ajudar a empresa a fazer crescer o número de clientes e potenciais clientes.

Isso é feito por meio da criação de materiais valiosos e relevantes, que atraem, envolvem e geram valor para os consumidores, ao mesmo tempo em que criam uma percepção positiva da companhia, consequentemente, ela gera negócios.

A era digital impactou vários processos, até mesmo abertura de empresa simples, e devido à grande influência da era da informação na vida das pessoas, os consumidores não assistem passivamente aos comerciais de TV.

Os usuários foram empoderados e por isso podem escolher o conteúdo que desejam consumir e de que maneira vão interagir com ele. 

Mas, as empresas também passaram a produzir exatamente aquilo que essas pessoas querem.

Nesse viés, empresas tradicionais têm mais dificuldade em parar de falar sobre seus produtos e serviços e manter o foco exclusivamente no desejo do consumidor e naquilo que realmente é útil para ele.

O foco de um bom conteúdo não é vender, mas oferecer benefícios para quem o consome, esclarecer dúvidas e ensinar alguma coisa. A venda então é apenas uma consequência dessa estratégia.

Além de ser útil, o material produzido consegue impactar a pessoa certa e no momento mais adequado. 

Portanto, quanto maior for sua qualidade mais ele consegue superar as expectativas da audiência e ser compartilhado.

O consumidor vai procurar a empresa em seu balcão promocional justamente porque ela conseguiu estabelecer uma comunicação no momento em que ele mais precisava, construindo uma imagem positiva de si mesma.

As pessoas são mais propensas a fazer negócios com as empresas que conhecem e gostam do que com as marcas que elas não ouviram falar.

Só que antes de começar a produzir os conteúdos, é fundamental documentar tudo aquilo que é necessário, o que envolve algumas etapas. 

São elas:

 

  • Planejamento;
  • Elaboração da persona;
  • Criação de conteúdo;
  • Distribuição;
  • Mensuração de resultados.

 

O planejamento deixa claro quem são as pessoas que vão se encarregar das tarefas e de que maneira elas serão elaboradas para atingir as metas.

A persona representa o perfil de cliente ideal e todos os conteúdos produzidos serão direcionados a ela.

Na etapa de distribuição, a organização produz os conteúdos e depois os promove em canais onde a persona costuma estar, como e-mail e redes sociais.

Por fim, é necessário mensurar os resultados para se certificar de que as ações funcionam como esperado, se o tráfego melhorou, se houve interação por parte dos usuários, se as estratégias de SEO são suficientes, dentre outras questões.

 

Marketing de conteúdo: por que investir?

Depois de conhecer um pouco mais sobre seu conceito, não é difícil entender por que uma gráfica especializada em cartão de visita criativo deve investir em marketing de conteúdo em 2022,e as principais razões para isso são:

 

Conhecer melhor as tendências digitais

Atualmente, as empresas têm mais facilidade para conhecer o tipo de navegação dos usuários e com isso criar métricas para acompanhar as tendências do mercado, independentemente do segmento em que atua.

Uma ferramenta que ajuda nesse processo é o Google Trends, e o negócio pode compreender quais são as principais buscas dos usuários, e assim criar conteúdos que se adequam às suas necessidades.

Ao segmentar as pessoas por nicho, todas as estratégias de marketing digital são beneficiadas. 

Isso porque com essas plataformas, a companhia descobre as melhores palavras-chave para seus materiais e assim mostrar o seu diferencial no mercado.

Consequentemente, uma empresa de solução em centrais na nuvem conquista o engajamento de sua audiência e direciona o tráfego para pontos estratégicos da organização.

 

Aumenta a autoridade da marca

O marketing de conteúdo aumenta a relevância da empresa, visto que, ao empregar boas estratégias de SEO nos materiais, a marca aparece entre os primeiros resultados de pesquisa.

Lembrando que a companhia pode investir em links patrocinados, mas é por meio das estratégias orgânicas que ela se torna sinônimo de autoridade.

O marketing de conteúdo aumenta a taxa de visualização e de cliques e faz com que as publicações apareçam entre os primeiros resultados de pesquisa, espaço exclusivo para marcas de autoridade e reconhecimento.

O usuário percebe o esforço do negócio em fornecer conteúdo de qualidade e relevância e estará presente nos canais onde o público-alvo do negócio está.

 

Atrai clientes

Um escritório de consultoria contábil também consegue atrair clientes e potenciais clientes por meio das estratégias de marketing de conteúdo.

O consumidor moderno está mais propenso a compartilhar experiências negativas do que falar das experiências positivas com outras pessoas.

A produção de conteúdo pode variar de muitas maneiras, por exemplo, por meio do marketing de influência, uma das maiores tendências atuais.

Quando um influenciador testa o seu produto e fala sobre ele em seu canal, o efeito é muito semelhante à propaganda boca a boca. São pessoas nas quais os usuários confiam e que conseguem influenciar na decisão de compra.

Os materiais produzidos também ajudam os clientes a ter uma experiência positiva e satisfatória, como no caso das demonstrações que mostram de que maneira o produto deve ser usado.

 

Aumenta a visibilidade da marca

O marketing digital abriu as portas para todo tipo de negócio, desde uma grande empresa de internet até uma pequena loja de roupas de bairro. Só que isso também aumentou a concorrência entre as companhias.

Para funcionar, é necessário direcionar os esforços para a persona e ao mesmo tempo aumentar a abrangência das campanhas.

A corporação consegue oferecer conteúdos adequados ao público, atinge potenciais clientes e se mantém disponível em diferentes canais da internet.

Antigamente, para atingir um público específico, a marca tinha que procurar uma agência de publicidade local e criar um outdoor.

Mas, apesar de ser um clássico do marketing offline, não consegue impactar várias pessoas ao mesmo tempo.

Os conteúdos produzidos são direcionados às necessidades do público da empresa, e por estarem presentes na internet, conseguem alcançar uma quantidade muito maior de pessoas do que o outdoor.

 

Cria um relacionamento com o público

Não é do dia para a noite que o negócio cria um relacionamento com o público, mas ao trabalhar com marketing de conteúdo, juntamente com outras estratégias, como banner infantil personalizado, a empresa cria uma relação próxima com as pessoas.

Essa estratégia não consiste apenas em criar materiais relevantes e esperar os defeitos acontecerem. 

Ela é trabalhada em diferentes canais, como o blog, redes sociais e e-mail marketing, e tudo isso cria interação com as pessoas.

Logo, é compreensível que o marketing de conteúdo tenha relação direta com a imagem da marca e ainda faz com que o público se identifique com ela. O resultado disso é o acréscimo das vendas.

Os conteúdos criados por uma escola de cursos online possuem duas finalidades, que são informação e entretenimento. A proposta é falar menos sobre os produtos e serviços e mais sobre as necessidades das pessoas.

Com o passar do tempo, os usuários percebem que a companhia está interessada em conversar com eles sobre suas dúvidas e necessidades, o que cria uma relação de confiança e leva às vendas de maneira natural.

 

Considerações finais

Resumindo, o marketing de conteúdo é fundamental hoje em dia porque as pessoas querem saber tudo sobre os produtos e serviços, antes de comprá-los.

Os materiais fortalecem a imagem da marca, cria autoridade para o negócio e mostra para as pessoas que a organização entende muito bem daquilo que faz.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Auris

Por: Auris Ideias Digitais

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

Comments are closed.

Últimos Artigos e Notícias

Shopping Basket

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência no nosso site.