INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

Produção de vídeos: Como a criação de vídeos pode auxiliar na divulgação de um e-commerce?

Todo mundo já ouviu que uma imagem diz mais que mil palavras. Imagine, portanto, o poder de multimídias audiovisuais, sobretudo na internet e nas redes sociais. Daí a importância da produção de vídeos, da qual falaremos abaixo.

De fato, não apenas o webdesigner ou profissional da área de marketing precisam estar atentos ao tema, como também todos os empresários, autônomos, freelancers e até os influencers digitais que quiserem melhorar sua atuação digital.

Se a marca lida com roupas femininas para revenda, por exemplo, certamente vai ter um resultado muito melhor caso recorra a esse tipo de multimídia. 

Inclusive, existe um conceito na esfera digital de hoje que é o de “dar a cara”. 

Isso quer dizer que por trás de toda marca precisa haver um porta-voz, um rosto com o qual as pessoas possam se identificar. 

Tanto que um dos grandes esforços das maiores empresas do mundo é, justamente, tornar a marca mais próxima do público.

As redes sociais já estão aí para facilitar nesse esforço, por meio de postagens dinâmicas, uma linguagem mais informal e até recursos visuais como memes e gifs.

Contudo, é no audiovisual, no vídeo de conteúdo ou de chamada, que está o grande segredo.

É ali que as pessoas identificam uma autoridade capaz não apenas de representar a marca e aproximá-la do público, como também de provar sua autoridade. 

Isto é, capaz de mostrar seu conhecimento naquele segmento ou nicho de mercado.

No fundo, as pessoas já não buscam apenas relações de compra e venda, mas uma solução completa ou uma experiência marcante da qual elas se lembrem. 

Portanto, isso exige que cada um seja uma autoridade no seu assunto. Imagine alguém da área de TI, por exemplo, que lida com controle de acesso digital e afins.

Esse profissional vai precisar trazer novidades constantes sobre o seu setor, comprovando que está em dia com as inovações e que domina tecnicamente o assunto.

Por isso, a produção de vídeos tem muito a ver com marketing de conteúdo, ou seja, não se trata apenas de filmar os produtos, como se fosse um comercial de televisão transportado para a esfera das plataformas digitais.

Pode ser isso também, mas é preciso ir muito além. Portanto, decidimos escrever este artigo, trazendo várias ideias bacanas sobre como a criação de vídeos pode auxiliar na divulgação da sua marca e do seu e-commerce.

O mais bacana é que os conselhos servem para qualquer segmento, seja uma indústria petroquímica ou uma loja virtual que vende camiseta dry fit branca masculina.

Sendo assim, se você quer entender mais sobre o assunto e mudar seu negócio online de patamar, basta seguir adiante na leitura.

Como dar os primeiros passos?

Antes de tudo é preciso pensar de modo estratégico, ou seja, não sair pegando uma câmera qualquer para gravar vídeos. É necessário pensar em termos de autoridade de marca.

Claro que no seu e-commerce você já pode gravar vídeos para cada produto novo que for anunciar, pois isso já é bem melhor do que simplesmente postar uma foto.

Contudo, você vai precisar divulgar essa loja virtual. Aí é que entram outras estratégias de marketing digital, tais como:

  • Blogs e vlogs;
  • Redes sociais em geral;
  • Marketing de conteúdo,
  • Podcasts e afins;
  • Lives e entrevistas.

Enfim, há toda uma rede de divulgação, crescimento e influência que você pode (e deve) criar. 

Se a marca lida com sala comercial pequena, por exemplo, que tal um vídeo sobre “Os 10 principais motivos para alugar salas comerciais pequenas”?

No fundo, essa postura é que vai garantir o seu sucesso no curto, médio e longo prazo. 

Inclusive, nesses ambientes as pessoas tendem a repudiar alguém que já chega logo vendendo algo.

Os tempos mudaram, e hoje é preciso começar fazendo alguns materiais de conteúdos gratuitos, que gerem valor para as pessoas e façam elas engajarem primeiro.

Outro tipo de campanha que bomba é mostrar os bastidores e o dia a dia, seja da empresa inteira ou de um profissional liberal.

Ao fazer isso as pessoas sentem que tem alguém por trás daquela solução, então não se trata apenas de algo frio ou maquinário.

Sobre a parte técnica dos vídeos

Na internet há uma infinidade de rankings sobre câmeras de qualidade, bem como sobre para que serve cada modelo específico e o custo-benefício envolvido.

Nossa intenção aqui não é tratar disso. Saiba apenas que é importante pesquisar bem antes, verificar as qualificações nas lojas virtuais e ter certeza de que aquele aparelho vai atender sua demanda, seu tipo e espaço de filmagem, entre outros.

Por exemplo, se você vai fazer uma filmagem em local aberto, com raios solares interferindo nas lentes, a realidade é uma. Já se a empresa trabalha com montagem de stands em galpões cobertos, a demanda mudou bastante.

Tudo isso precisa ser levado em conta na hora de escolher um equipamento adequado, que não apenas caiba no seu bolso, mas que com certeza vai atender em termos de qualidade e assertividade.

Como dar a minha cara para os vídeos?

Sabe quando você assiste três segundos de um vídeo e já sabe de que marca é, mesmo sem ela ter aparecido na tela? O que permite esse tipo de identificação é a identidade visual, que é um ponto fundamental na produção de multimídias.

Ter um logotipo e um slogan não basta, embora também sejam indispensáveis. É preciso ir além e adotar uma paleta específica de cores, além de traços que tenham uma harmonia.

Por exemplo, uma loja de uniforme esportivo masculino pode escolher cores mais vivas, porque lida com esportes. 

Os traços podem ser retilíneos, que puxam para algo mais estoico, exatamente como uma vida de exercícios e busca por resultados.

Já uma marca de roupas para bebês, por exemplo, pode preferir traços arredondados, além de cores frias, que transmitem mais sobriedade e tranquilidade, como um azul, um rosa ou um amarelo claro.

Na hora de fazer vídeos é possível integrar esses elementos da identidade visual em barras de rodapé, letras, legendas e até mesmo em filtros que deixam a produção com a sua cara.

Por dentro das aberturas e vinhetas

Novamente, a identidade visual é tudo. Na hora de fazer uma vinheta ela precisa aparecer com destaque, inclusive é o seu momento de colocar a filosofia da marca em movimento, com um vídeo que diga tudo sobre sua proposta.

Ela também pode conter músicas de fundo e elementos chamativos e marcantes, que fazem a pessoa se lembrar de você mesmo depois de o vídeo ter acabado. 

A vinheta precisa ser curta, algo entre 10 e 20 segundos de duração. 

Outra estratégia que tem feito sucesso é investir em uma introdução do tema, que inclusive pode vir antes da vinheta.

Por exemplo, sobre uma sala comercial compartilhada, você pode começar com a introdução do vídeo, que traria uma das melhores cenas da filmagem da sala, depois a vinheta corta o vídeo e ao retornar, o material transcorre na íntegra.

Isso tem uma função grande de aumentar o engajamento, pois além de a vinheta ser chamativa, a introdução faz um suspense que tende a aumentar o engajamento e o tempo de permanência no vídeo.

Em uma época em que todos lutam por audiência e pela atenção do público, esse tipo de diferencial pode mudar tudo em termos de aumento e adesão de público.

Outros segredos bastante úteis

Tudo no universo da compra e da venda se resume à experiência. Portanto, seu esforço deve girar em torno de fazer o cliente em potencial se sentir utilizando aquele produto ou resolvendo a vida com aquele serviço.

No caso de produtos é um pouco mais fácil, desde que você saiba explorar os detalhes. 

Filmar os produtos em uso, as facilidades que traz, as vantagens que tem em relação a outros da concorrência, e daí em diante.

Um segredinho é indicar ao menos um ponto fraco (se você não for o fabricante), para ressaltar os benefícios. Isso transmite autenticidade ao seu discurso.

Já o vídeo de serviços tende a ser mais difícil, então um diferencial bacana é trazer cases de sucesso. 

Assim, se você vai vender um projeto de loja de roupa, traga testemunhos de clientes satisfeitos, pois isso é o que vai dar vida à sua solução.

Considerações finais

Há mais uma série de pequenas dicas que poderíamos dar aqui, como sempre fechar com um CTA (Chamado para Ação) ou ainda, nunca falar de valores, pois eles podem mudar a qualquer momento no seu e-commerce, e o vídeo se perderia.

No entanto, o mais importante é levar em conta tudo o que dissemos acima sobre estratégia de marca, identidade visual, qualidade de produção e os demais segredinhos que trouxemos.

No fundo, há novidades todo dia sobre esse assunto, mas seguindo o que aconselhamos aqui, certamente você vai se diferenciar no curto, médio e longo prazo.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Auris

Por: Auris Ideias Digitais

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

Comments are closed.

Últimos Artigos e Notícias

Shopping Basket