INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

Remarketing: o que é e porque fazer

Você já ouviu falar do remarketing? Essa é uma estratégia muito usada no ambiente digital, já que permite que as empresas possam anunciar mais de uma vez no Google Ads.

No artigo de hoje, saiba mais o que é o remarketing e porque fazer com que essa estratégia seja parte do seu planejamento de comunicação é vantajoso. Acompanhe a leitura!

Mas, afinal, o que é remarketing?

O remarketing, como o próprio nome sugere, significa fazer um marketing novamente para a mesma pessoa. Ou seja, a intenção é gerar impacto mais de uma vez, especialmente em um usuário que já tenha demonstrado interesse no produto.

Por exemplo, um usuário que viu o seu anúncio sobre vinho para presente, mas não efetuou a compra, tem grandes chances de ser convencido com uma estratégia de remarketing.

Na prática, as campanhas podem ser feitas através do envio de conteúdos por e-mail, que reativam os clientes na base de busca e, desse modo, incentivam os usuários a tomarem alguma ação (como a compra do produto).

O remarketing também pode ser usado em diferentes situações, como para relembrar que os itens foram esquecidos em um carrinho de compra, ou até mesmo para avisar de promoções no seu e-commerce.

Outra opção é usar a tecnologia do banco de dados para orientar anúncios patrocinados específicos. Assim, se um usuário procurar por buffet de massas e acaba se deparando com uma empresa específica, é possível direcionar a propaganda pelo Google Ads.

O próprio Google divulgou o potencial da estratégia de remarketing. De acordo com a plataforma, cerca de 97% dos usuários não se convertem logo de início. Por esse motivo, o remarketing aparece como uma estratégia extremamente válida.

Hoje em dia, também é possível fazer remarketing com outras mídias de marketing, como no Facebook. Afinal de contas, as redes sociais tornaram-se muito populares nos últimos anos, influenciando fortemente a tomada de decisão dos usuários.

Quais as principais vantagens do remarketing?

O principal objetivo do remarketing é aumentar o número de conversões, isto é, potenciais clientes, ou como são mais conhecidos, os leads. Para isso, a estratégia atua de forma simples, já que raramente o usuário realiza uma compra de primeira.

Sendo assim, o remarketing permite que o consumidor tenha um contato mais próximo com a marca, já que os anúncios e os conteúdos são personalizados, tornando as mensagens muito mais eficientes e assertivas. 

Dessa maneira, quando alguém procurar por uma lembrancinha com chocolate, mesmo sem realizar a compra, o usuário passa a ser cada vez mais convencido de que vale a pena investir no produto.

Dá para pensar no remarketing como uma versão follow up, só que voltada ao ambiente digital – em especial, para gerar conversões.

Para termos uma ideia, cerca de 58% das pessoas gostam de receber e-mails que informam mercadorias em liquidação. Além disso, cerca de 51% dos usuários afirmam que preferem conteúdos personalizados e tratamento VIP. 

Em conjunto, 41% dos adultos, entre 25 a 34 anos, apreciam os e-mails sobre abandono de carrinho. Por isso, vale a pena investir no remarketing.

Como investir em uma campanha eficiente de remarketing?

Diante de todas as vantagens do remarketing, muitas organizações estão investindo cada vez mais na estratégia. No entanto, é necessário criar um planejamento eficiente, identificando os leads em sua jornada de compra e personalizando o conteúdo.

Para facilitar esse trabalho, o remarketing trabalha com um sistema de listas, que será a base para a segmentação das mensagens de e-mail. Normalmente, as listas se dividem conforme o tipo de ação tomada pelos usuários.

Por exemplo, se alguém já fez um pedido com motoboy entrega, a lista do remarketing pode incluir uma campanha que ofereça descontos para os próximos produtos.

Algumas opções de ações com remarketing são:

  • Ofertas e produtos em liquidação;
  • Campanhas para se inscrever em newsletter;
  • Cupons de desconto;
  • Avisos de esquecimento no carrinho de compras;
  • Download de materiais ricos e informativos.

Partindo disso, é possível estruturar mensagens, layouts e anúncios personalizados, que ajudam a obter destaque com o método de remarketing.

Quais são as formas de remarketing com o Google Ads?

Além das campanhas de e-mail, o remarketing também é facilmente aplicável no Google Ads. De modo geral, há duas formas de aplicar a estratégia: através da Rede de Display e da Rede de Pesquisa.

Na sequência, conheça as especificações de cada uma delas.

Rede de Display

A Rede de Display consiste em um grupo de sites parceiros que dispõe de um espaço para publicar anúncios online dentro de suas páginas. Ou seja, são ambientes em que se pode divulgar banners para impactar os usuários.

A grande vantagem da Rede de Display é a presença de imagens chamativas, que despertam o interesse do público.

Ou seja, funciona como uma espécie de cartão de visita colorido, só que online.

Rede de Pesquisa

Já a Rede de Pesquisa cria um anúncio padrão e com um texto específico. Dessa forma, quando alguém faz uma pesquisa na página de resultados, o site aparece como um dos primeiros resultados de busca.

A Rede de Pesquisa inclui as seções de busca no Google Imagens, Google Maps e Google Shopping, bem como os sites parceiros.

Como criar uma estratégia de remarketing no Google Ads?

Criar uma campanha de remarketing na rede de Pesquisa é uma forma de fazer com que o seu anúncio continue aparecendo na internet. Sendo assim, é mais fácil alcançar o sucesso e o reconhecimento da sua marca.

Para criar uma estratégia de remarketing no Google Ads, o procedimento é simples. A seguir, conheça o passo a passo:

  • Faça o login no Google Ads;
  • Vá até Ferramentas e Configurações;
  • Clique em “Origens do público-alvo” e conheça as listas disponíveis;
  • Clique e configure a sua tag;
  • Selecione os dados que deseja coletar, segundo as especificações;
  • Conclua e confirme o procedimento.

É importante conhecer as especificações do seu público-alvo. Afinal de contas, quem está interessado(a) em empresas de refeições coletivas possui algumas características muito específicas, que tornam o seu marketing mais direcionado.

Para a configuração da Rede de Pesquisa, o procedimento é um pouco diferente.

O primeiro passo é fazer a otimização de palavras-chave, sendo indicada para aqueles usuários que clicam em um anúncio de campanha, mas não realizam uma compra.

Dessa maneira, ao aumentar o lance das palavras-chave da sua campanha no Google Ads, é possível aumentar suas chances de aparecer no topo da lista de pesquisas. Como consequência, há uma maior conversão.

Também é fundamental customizar o texto dos anúncios, fazendo pequenos ajustes. Alguns termos como “frete grátis” e “promoções” são capazes de aumentar ainda mais as chances de conversão, tornando o seu anúncio muito mais eficiente.

Além do mais, não se pode esquecer de aplicar as palavras-chave. Ou seja, se o termo que tiver um bom índice de pesquisa for stand para evento, é necessário usar a palavra ao longo do seu texto de descrição.

Como aliar o remarketing com a estratégia de inbound marketing?

O remarketing pode ser combinado com o inbound marketing para desenvolver uma estratégia de comunicação digital muito eficiente e poderosa. Dessa forma, antes de limitar o envio de e-mails pontuais, também é possível promover conteúdos interessantes.

Com isso, é possível tornar os seus usuários visitantes mais corriqueiros no seu site, sendo uma forma de gerar leads, da mesma forma que para fidelizar os clientes.

Isso porque o conteúdo é um dos grandes diferenciais do ambiente digital.

Afinal de contas, quando se procura por um marmitex para empresa no Google, o interesse é ir além do preço do produto, mas também conhecer mais sobre o item, como as opções de refeições, calorias, entre outros.

Perceba que o remarketing sozinho foca apenas em acelerar a decisão de compra, enquanto o inbound marketing tem o objetivo de criar um relacionamento saudável com os leads, acelerando a caminhada ao longo do funil de vendas.

Conclusão

O remarketing é uma das estratégias mais eficientes para aumentar o número de conversões e alcançar um número maior de potenciais clientes. Apesar do nome ser um pouco estranho, as campanhas de remarketing são muito eficientes e comuns.

Uma das melhores maneiras de aplicar essa estratégia é por meio das campanhas de e-mail. Através delas, é possível enviar mensagens personalizadas, como ofertas, descontos e avisos de esquecimentos em carrinhos de compras.

Dessa maneira, é possível aumentar o número de leads e, com isso, ter maiores chances de sucesso e reconhecimento da sua marca.

O artigo de hoje trouxe algumas especificações sobre como aplicar a estratégia de remarketing de maneira eficiente e, desse modo, conquistar sucesso com as suas campanhas.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Auris

Por: Auris Ideias Digitais

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

Comments are closed.

Últimos Artigos e Notícias

Shopping Basket