edgerank

EdgeRank: Conheça mais sobre esse algoritmo do Facebook

O EdgeRank é um algoritmo criado pelo Facebook para determinar o alcance das publicações de uma determinada página aos usuários dessa plataforma. 

Ter um conhecimento aprofundado desse algoritmo é fundamental para qualquer empresa que deseja uma melhor interação com seu público dentro da rede social.

Se você quer engajar uma postagem sobre o paisagismo piscina realizado por sua empresa, é importante entender quais elementos você deve utilizar para alcançar o maior número possível de pessoas.

Quem trabalha com marketing digital sabe a importância de estar ativo e presente nas redes sociais. Por isso, saber quais estratégias tornam a interação entre marca e consumidor possível são essenciais.

Desse modo, compreender a funcionalidade do EdgeRank permite que você consiga entender melhor o que o Facebook busca como relevância de uma publicação, permitindo que você use o algoritmo a seu favor para buscar melhores resultados.

O Facebook cresce progressivamente, e a cada novo usuário, as redes de conexão ficam maiores e mais complexas. Isso acaba sendo um impeditivo para o sistema mostrar todas as informações que uma pessoa pode ter acesso.

Por isso, para conseguir encontrar o público que esteja interessado nos serviços de paisagismo jardim que sua empresa oferece, você deve buscar soluções para aparecer com maior frequência para esses usuários..

O EdgeRank surge, então, como uma solução para adaptar a linha do tempo de cada usuário. O algoritmo avalia a relevância de cada uma das publicações para determinar quando elas devem ser exibidas em um feed de notícias.

Como o EdgeRank é calculado?

Existem três fatores determinantes que o algoritmo busca quando está avaliando uma publicação.

Cada um deles tem seu peso dentro da pesquisa, e é fundamental que um criador de conteúdo saiba utilizar esses pontos de forma estratégica para alcançar um engajamento maior.

1. Fator de afinidade

Este determina o quanto de interações o usuário teve com uma determinada página. Cada curtida, comentário e compartilhamento conta, uma vez que ele avalia de forma orgânica cada uma das atividades.

A qualidade da interação também é levada em conta, sendo que comentários curtos como emojis acabam ficando atrás de conversas com respostas e têm um tempo menor de interação.

O EdgeRank reconhece o histórico do usuário como parte de seus gostos e interesses. 

Portanto, quanto mais uma página de buffet de aniversário infantil for acessada pelo usuário que busca um contato mais próximo, maiores são as chances dela aparecer em seu feed de notícias.

2. Fator de tempo

Uma das principais preocupações do Facebook é apresentar aos usuários um conteúdo o mais atualizado possível. Por isso, publicações antigas tendem a se perder em questão de valor de engajamento.

Desse modo, para que a sua conta continue sendo bem-vista pela plataforma e seu conteúdo entregue aos usuários, é necessária uma consistência em publicações, para não deixar o tempo passar e você perder oportunidades de engajamento.

Quanto mais nova for sua publicação, maiores são as chances dela alcançar um bom resultado orgânico. Portanto, é importante estudar o comportamento de seu público-alvo dentro da plataforma do Facebook.

Você deve aproveitar eventos grandes para fazer uma publicação no momento certo, como no caso de empresas de fantasia de carnaval infantil, que podem aproveitar a proximidade do evento para aumentar o engajamento.

Ao saber quando seus clientes costumam utilizar a rede social, você pode se programar para soltar suas publicações, garantindo o máximo de efetividade com relação ao tempo.

3. Fator de peso e relevância

A relevância é uma análise mais geral da página. O cálculo é realizado levando em consideração todas as interações que aconteceram anteriormente com seu perfil. Quanto mais as pessoas se engajarem em um conteúdo, maior será a exposição orgânica dele.

Algumas ações têm um “peso” maior do que outras quando é feito o cálculo de relevância. Publicações com comentários costumam ser consideradas mais importantes do que aquelas que tem apenas curtidas.

Quanto mais as pessoas falarem de aluguel de espaço para casamento, maiores as chances das suas publicações aparecerem para mais pessoas.

Além disso, conteúdos em foto e vídeo costumam gerar um engajamento muito maior que os de textos e links, portanto, é fundamental saber como colocar seu conteúdo, de maneira a conquistar um maior peso e conquistar mais espaço na rede social.

Como melhorar seu engajamento

Compreender como funciona o EdgeRank é o primeiro passo para conseguir utilizar com propriedade o Facebook para alavancar seu negócio, mas é preciso tomar alguns cuidados para conseguir aproveitar o melhor que o algoritmo tem a oferecer. Por esse motivo:

1. Faça postagens curtas

O Facebook é uma rede social dinâmica, e muitas pessoas não chegam ao final de textos muito longos ou informativos. Opte por postagens curtas, que sejam diretas e sem rodeios, para atrair mais a atenção do público.

Isso não significa, entretanto, que as publicações devem ser pobres de conteúdo. Escreva as informações pertinentes ao post, mas tenha em mente que quanto mais sucinto você for, melhor.

2. Capriche nos recursos visuais

Para conseguir transmitir sua ideia corretamente na rede, o ideal é a utilização de recursos visuais, como fotos e vídeos. Esse tipo de publicação tem uma aceitação muito maior do público, em grande parte pela facilidade de consumo. Dentre as opções, podemos citar:

  • Gifs animados;
  • Fotos com ou sem texto;
  • Transmissões ao vivo;
  • Stories.

Alguns flyers de festa digitais podem acabar sendo muito mais proveitosos que publicações extensas sobre o assunto.

Pensando nisso, utilize fotos e vídeos para a maior quantidade de conteúdo que você puder. Às vezes, uma imagem que chame a atenção vale muito mais do que um texto longo e cheio de detalhes técnicos.

Ainda assim, mantenha esse conteúdo visual sempre em conexão com a mensagem que você está querendo passar. Do contrário, o vídeo ou a imagem não atingirá o público da forma correta e você não conquistará o engajamento necessário.

3. Acompanhe as novidades

O Facebook constantemente se atualiza e cria novas funções para seus usuários. Sempre que uma novidade aparece nos formatos de publicação, é comum que a própria plataforma coloque como prioridade os posts que utilizam essas novas ferramentas.

Por isso, é importante estar atento a qualquer novidade e aproveitar os momentos de lançamento para conseguir engajamentos mais certeiros e com uma recepção melhor.

Entretanto, vale a pena conferir usando as ferramentas de análise da própria plataforma como está a recepção dessa nova funcionalidade. É preciso identificar se, além do EdgeRank, o público está consumindo o material.

Muitas vezes, um conteúdo tradicional com um bom engajamento em curtidas e comentários vale mais a pena do que o trabalho de criar um conteúdo para uma nova função que os clientes não estão demonstrando interesse em utilizar.

4. Incentive o engajamento

Uma forma interessante de conquistar um engajamento maior para suas publicações é através do uso de perguntas. Deixe a publicação em aberto, para que o público consiga interagir diretamente.

É importante manter esse tipo de questionamento pertinente ao conteúdo da publicação, mas muitas vezes, deixar uma lacuna em aberto ou perguntar a opinião do público no post original acaba fazendo com que as pessoas comentem.

Por exemplo, se a sua gráfica quer que os usuários se engajem em sua publicação sobre convites personalizados, pergunte como elas gostariam de personalizar o convite ou para quem elas enviariam um convite desses.

Utilize essa ferramenta como uma forma de identificar e conhecer melhor seu público-alvo. Perguntas polêmicas podem gerar um engajamento bom através dos comentários, mas dificilmente eles servirão para sua empresa.

O ideal aqui é utilizar as perguntas como uma forma de estruturar seu conteúdo para conquistar ainda mais seguidores.

Benefícios do EdgeRank para empresas

A utilização do algoritmo por contas comerciais pode trazer uma série de vantagens, uma vez que a própria ferramenta é uma medida de qualidade de publicações na rede social.

Uma empresa que tem suas publicações alinhadas ao EdgeRank acaba aumentando sua credibilidade, até porque para melhorar o engajamento, precisa criar conteúdo de qualidade e demonstrar autoridade sobre a área de atuação.

Além disso, quanto mais você conseguir se engajar na rede, maior será a quantidade de pessoas interagindo com a sua empresa.

Isso porque a qualidade de suas publicações fará as pessoas se interessarem o suficiente para compartilhar o conteúdo, espalhando de forma viral para suas redes de amigos e familiares.

Até mesmo uma empresa de placas informativas personalizadas que tem um conteúdo interessante nas redes acabará alcançando um público muito maior.

Essa etapa é muito importante para conquistar o engajamento orgânico, uma vez que as pessoas conversam entre si e, quanto mais elas gostarem do seu conteúdo e espalharem para outras pessoas, maior será a chance de você conquistar novos seguidores.

Quanto mais pessoas receberem seu conteúdo, melhor será a conversão de clientes. Essa possibilidade de aumento de lucratividade é fundamental para qualquer negócio que deseja utilizar o Facebook como plataforma de marketing.

Considerações finais

É necessário um tempo de aprendizado para você conseguir aplicar todas as ações necessárias de engajamento com o EdgeRank, mas com isto realizado, as chances de crescimento de sua empresa são enormes.

O Facebook é uma das maiores redes sociais do mundo, e por isso, é essencial estar atualizado no mercado e sempre pronto para novos meios de interação.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

5 maneiras de otimizar seus links do Facebook em 2018.

Como os profissionais de marketing podem alavancar as últimas mudanças no algoritmo do Facebook para fazer com que seus posts de links sejam vistos.

Se você postar conteúdo no Facebook, as chances são de que você compartilhe alguns links com seus seguidores. Você não está sozinho. Os usuários do Facebook compartilham 26 bilhões de links por ano na plataforma, com 54.000 mais compartilhados por minuto.


Clique neste gráfico para ver exatamente quantos links estão sendo compartilhados no Facebook agora. Fonte:  Coupofy

Com um vasto oceano de links do Facebook competindo pela atenção de cada usuário, como você pode ter certeza de que o seu irá flutuar para a superfície em 2018? É aí que entra a otimização do link do Facebook.

O algoritmo Feed de notícias do Facebook decide se as suas postagens orgânicas serão visualizadas ou não. Então, você precisa trabalhar com o algoritmo para garantir que suas postagens de links do Facebook sejam colocadas no topo dos feeds de seus seguidores.

Você também precisa acompanhar todas as alterações mais recentes no algoritmo do Facebook e como elas afetam sua estratégia de mídia social para otimizar as postagens de links em 2018.

Hoje, compartilharemos 5 dicas sobre como otimizar suas postagens de links do Facebook para alcance e engajamento máximos. Por isso, continue rolando e aproveite!

Para mais informações sobre a última alteração no algoritmo do Facebook e como isso pode afetar seu alcance orgânico, leia este artigo .

1. Mantenha seus tempos de carga baixos (especialmente no celular)

primeiro marketing móvel
O usuário médio da Internet fica frustrado e desiste de um site depois de apenas três segundos de atraso, portanto, verifique se o site está em alta velocidade.

A partir de agosto de 2017, o algoritmo do Feed de notícias do Facebook prioriza links para páginas da web de carregamento rápido.

Este movimento tinha como objetivo melhorar a experiência do usuário na plataforma. Afinal, você não quer que as pessoas permaneçam por 30 segundos esperando que um artigo seja carregado, e depois ficando frustradas e saindo do Facebook.

Na verdade, a pesquisa do Facebook descobriu que até 40% dos usuários da Internet desistem de um site após apenas três segundos de atraso.

Para sua informação, a atualização do algoritmo do Facebook para tempos de carregamento de páginas da Web se aplica principalmente a páginas da Web para dispositivos móveis, pois rastreia apenas os tempos de carregamento do aplicativo móvel do Facebook.

Assim, as postagens de link com tempos de carregamento de dispositivos móveis lentos são derrubadas nos Feeds de notícias dos usuários do Facebook, e as postagens de link com carregamento mais rápido aumentam um pouco.

Se você deseja maximizar seu alcance orgânico no Facebook, é necessário garantir que sua página da Web tenha tempos de carregamento rápidos (especialmente considerando como o alcance orgânico vem caindo ultimamente).

Além disso, você precisa verificar se a sua página da web está otimizada para dispositivos móveis, já que o Facebook decide com que velocidade ou lentidão sua página da web é baseada nos tempos de carregamento de dispositivos móveis. Dessa forma, você verá suas postagens de links do Facebook enviadas para o topo dos feeds dos usuários.

2. Use imagens corretamente em seus posts de link

facebook links
Certifique-se de usar imagens de alta resolução e tamanho correto em suas postagens de links do Facebook para maximizar o engajamento. Fonte: The Atlantic via Marketing Land .

As imagens são extremamente importantes para maximizar o engajamento com suas postagens de links do Facebook. É muito mais provável que os usuários cliquem em um link se ele incluir uma imagem grande e atraente.

De fato, de acordo com um estudo do Buzzsumo, posts no Facebook contendo imagens geram 2,3 vezes mais engajamento do que aqueles sem.

Enquanto isso, alguns argumentam que as postagens de links são mais bem-sucedidas do que as postagens de imagens que direcionam o tráfego da Web para seu domínio, pois direcionam os usuários diretamente para o seu website.

A coisa sobre postagens de links com visualizações de imagens é que você obtém o melhor dos dois mundos.

Para ser claro, o Facebook prefere postagens de link com imagens de visualização em posts de fotos com links nas legendas. De acordo com a pesquisa , os links no formato de post de link recebem mais do que o dobro de cliques de link, em média, do que links inseridos em legendas de fotos.

É por isso que atualizaram o algoritmo do Feed de notícias em 2014 para aumentar as postagens de links e eliminar postagens de imagens com links nas legendas.

Além disso, os usuários são levados diretamente para sua página da Web quando clicam na visualização da imagem em um post de link, enquanto clicar na imagem em uma postagem de imagem simplesmente a amplia.

Assim, se você quiser maximizar os cliques no link do Facebook, escreva sua postagem no formato do link e junte-a a uma imagem relevante e interessante. Apenas certifique-se de que é do tamanho certo.

3. Evite manchetes clickbait a todo custo

facebook links
Desesperado demais? Se você usa títulos como esses, o Facebook provavelmente está punindo seus posts de links. Fonte: Upworthy via  Corey Padeveen .

Até agora, você provavelmente já ouviu falar de clickbait – as detestáveis ​​manchetes e anúncios que você vê na internet que exageram ou retêm informações de você, incentivando você a clicar neles para ver mais.

Por exemplo: “O homem tenta abraçar um leão selvagem, você não vai acreditar no que acontece depois !!!” ou “6 bebês que parecem exatamente como celebridades … Número 3 vai explodir sua mente!”

facebook links
Bem, provavelmente podemos adivinhar… Fonte: Earth Porm via Zerone Magazine .

Provavelmente, é preciso dizer que o Facebook não gosta disso. Os artigos do Clickbait tendem a fazer promessas que não podem cumprir, decepcionando os usuários que clicam neles e fazendo com que a plataforma em que eles estão compartilhados pareçam com spam.

Para melhorar a experiência do usuário, o Facebook atualizou seu algoritmo do News Feed várias vezes para rebaixar as postagens de links do Facebook que se parecem com clickbait.

Em uma atualização de agosto de 2016 , o Facebook refinou seu filtro de clique para funcionar mais como um filtro de spam.

Essencialmente, os engenheiros do Facebook identificaram frases comumente encontradas no clickbait e criaram um sistema que compara todos os títulos que você compartilha no Facebook com um banco de dados de títulos existentes rotulados como “clickbait”.

Se as manchetes nos posts de seu link se assemelham consistentemente ao clickbait, o algoritmo Feed de notícias do Facebook reduzirá o alcance orgânico de sua página. Também reduzirá o alcance orgânico de todas as postagens vinculadas ao seu website.

Indo ainda mais longe, o Facebook aprimorou seu filtro de clickbait pela terceira vez em maio de 2017 , rebaixando posts de links individuais com manchetes clickbait-y no Feed de notícias.

Soa muito duro, certo? Mas, novamente … você não vê muito clickbait no Facebook hoje em dia, não é?

(Além disso, se sua página deixar de postar clickbait, o Facebook restaurará seu alcance orgânico .)

4. Não bombardeie os visitantes do seu site com anúncios

facebook links
Por favor não faça isso. Fonte: GIPHY .

No ano passado, o Facebook ajustou seu algoritmo novamente para reduzir o número de links para “experiências de páginas da web de baixa qualidade” na plataforma.

Mas o que exatamente conta como uma “experiência de página da web de baixa qualidade”?

De acordo com o Facebook, páginas da Web de baixa qualidade “contêm pouco conteúdo substantivo e têm um grande número de anúncios disruptivos, chocantes ou maliciosos”.

Para uma descrição mais detalhada do que o Facebook considera uma experiência de página da web externa ruim, nos voltamos para suas políticas de publicidade.

Aqui está o que eles não querem ver na sua página web:

  • Texto que bloqueia o texto da página da web original 
  • Conteúdo sexualmente sugestivo ou chocante
  • Anúncios enganosos
  • Uma alta proporção de anúncios para conteúdo
  • Anúncios pop-up, anúncios intersticiais ou outros formatos de anúncios altamente perturbadores

Portanto, fique longe de pop-ups e verifique se você tem uma proporção saudável de anúncios para conteúdo.

Se você incluir anúncios disruptivos em seu website, poderá esperar que o Facebook reduza o alcance orgânico de todas as postagens com links para seu domínio. Como resultado, você verá menos tráfego fluindo para o seu site a partir do Facebook, por isso é legal com os anúncios.

5. Crie conteúdo envolvente e de alta qualidade

facebook links
Embora esta dica soe como deveria ser óbvio, uma das melhores maneiras de otimizar seus cliques no link do Facebook em 2018 é criar conteúdo de que as pessoas realmente gostem.

No entanto, o que muitos profissionais de marketing e gerentes de mídias sociais não percebem é que o Facebook tem uma maneira concreta de medir a qualidade de seus links.

Como mencionamos nos dois últimos pontos, o algoritmo do Feed de notícias do Facebook tem uma maneira de identificar e rebaixar postagens de links de “baixa qualidade”. Mas como ele decide quais links são de alta qualidade?

O Facebook mencionou o primeiro fator decisivo durante o impulso inicial para limitar a propagação do clickbait em 2014 – tempo gasto fora do Facebook.

Se os usuários gastarem muito tempo lendo um artigo clicado em um post de link do Facebook, o Facebook considerará o link “alta qualidade” e o priorizará nos Feeds de notícias de outros usuários.

Enquanto isso, se os usuários retornarem ao Facebook alguns segundos depois de clicar no link, é uma boa indicação de que a página da web é de baixa qualidade. Esse link é então descartado nos feeds dos usuários de acordo.

Outro fator que o Facebook usa para determinar a qualidade de um post de link é a proporção de cliques no link para vincular o engajamento do post.

Basicamente, o número de cliques de link é dividido pelo número de reações, comentários e compartilhamentos na postagem para determinar se as pessoas que clicaram no link encontraram algo de valor lá.

Finalmente, com a mais recente mudança no algoritmo do Facebook , Zuckerberg e co. decidiram priorizar as postagens que solicitam “interações significativas” entre os usuários. Isso significa que as postagens de links que levam os usuários comentando e interagindo com os comentários uns dos outros terão um alcance mais orgânico em 2018.

Não é suficiente hoje em dia apenas obter ações ou reações – você precisa fazer as pessoas falarem.

Fonte: Falcon