Captura de tela 2021-05-28 145301

Captação de leads; Quais estratégias adotar para conseguir leads de sucesso?

A captação de leads é um processo muito importante para as marcas, é dessa forma que elas obtêm, de maneira ética, informações de contato de potenciais clientes, ou seja, pessoas que futuramente podem se interessar por suas soluções.

Portanto, estamos falando de um importante passo para qualquer empresa, afinal, todas precisam vender seu produto ou serviço para se manterem ativas no mercado.

A relação de compra e venda mudou muito nos últimos anos, graças à internet. 

Antigamente, bastava que a companhia fizesse uma propaganda na TV para que as pessoas sentissem necessidade de obter tal solução.

Só que hoje em dia esse cenário sofreu alterações drásticas por muitas razões provocadas pela web. 

Uma delas é o amplo acesso à informação, por isso, o consumidor moderno deseja saber tudo o que puder sobre um produto ou serviço.

Além disso, a internet possibilitou que empresas dos mais variados setores e tamanhos pudessem conquistar seu espaço, o que aumentou a concorrência.

Frente a isso, as marcas precisaram se recriar e atrair os consumidores, o que chamamos de captação de leads. Portanto, se você deseja saber mais sobre eles, continue a leitura.

O que é o lead?

O lead é um potencial cliente, ou seja, um consumidor que representa oportunidade de venda, uma vez que já demonstrou interesse na marca de alguma forma.

Ações que demonstram esse interesse podem variar, por exemplo, quando o lead acessa o site de uma empresa de gestão patrimonial e baixa um material sobre determinado assunto.

Sendo assim, quando um visitante preenche um formulário de contato, pede um orçamento, dentre outras ações, em troca dessas informações, ele deixa um meio de contato, como o e-mail.

A partir disso, a empresa pode se aproximar do lead, estabelecer um relacionamento com ele e influenciar em sua decisão de compra.

Em linhas gerais, estamos falando de alguém que está ao alcance da empresa, independentemente do canal pelo qual essa pessoa entrou em contato com ela.

Nos últimos anos, o Inbound Marketing cresceu muito e fortaleceu a necessidade de captar leads. A relação de consumo mudou ao ponto de inverter a posição da marca e do cliente.

A ideia é a empresa atrair o cliente por meio de estratégias orgânicas como o SEO e o marketing de conteúdo, ou seja, as organizações não vão atrás dos consumidores, eles é que vão até elas, atraídos por essas ações.

Contudo, precisamos entender que aquelas pessoas que acabaram de conhecer uma marca ainda não estão prontas para comprar dela.

Em vista disso, uma gráfica focada em convites personalizados, por exemplo, investe em estratégias para amadurecer essas pessoas em sua decisão de compra.

São práticas dentro do funil de vendas, que delimita etapas que representam o processo de compra, qualificando aqueles que têm perfil para se tornar cliente.

Quem faz esse trabalho são as equipes de marketing e vendas, que entram em contato com os leads, enviando-lhes conteúdos e esclarecendo suas dúvidas, até que se decidam pela compra.

Só que para que a equipe de vendas possa entrar em ação, é necessário criar uma lista de leads, e vamos falar mais sobre isso no próximo tópico.

Como criar uma lista de leads

O marketing digital como um todo é conhecido por ser mais eficiente justamente porque trabalha de maneira direcionada, ou seja, seu negócio não dá um tiro no escuro e espera que tudo aconteça.

Por exemplo, um escritório de arquitetura com foco em projeto de loja de roupa vai criar campanhas para quem está montando uma loja e não para quem deseja comprar roupas.

Em vista disso, para criar a sua lista de leads, algumas estratégias são indispensáveis, como definir o seu perfil de cliente ideal.

Isso quer dizer que você vai criar a sua persona, um personagem que reúne as principais características desse cliente, com informações detalhadas em comum dentro do seu público-alvo, como:

  • Gênero;
  • Idade;
  • Localização;
  • Estado civil;
  • Necessidades;
  • Objetivos.

Feito isso, escolha uma boa ferramenta para levantar sua lista de leads. É possível encontrar tanto ferramentas mais simples quanto as mais complexas e todas elas são pagas.

Depois, é necessário encontrar os seus leads e podemos fazer isso de muitas maneiras. 

Por exemplo, uma empresa que trabalhe com roupas femininas para revenda pode encontrar seus leads nas redes sociais ou em sites relacionados.

Também é necessário definir as informações que precisam ser coletadas, mas isso vai depender do modelo de abordagem da sua empresa e da complexidade da venda.

No caso de empresas B2B, ou seja, que vendem para outras companhias, têm uma venda mais complexa, que necessita de uma abordagem mais consultiva e mais dados devem ser coletados, como:

  • Nome da empresa;
  • Site;
  • Segmento de mercado;
  • Nome e cargo do contato.

São muitos dados que precisam ser levantados para apostar em uma abordagem mais certeira. 

Só que antes de fazer sua lista de leads, uma fabricante de placas informativas personalizadas ou o seu negócio precisa captá-los.

Estratégias mais eficientes para captação de leads

Ter leads é ter contato com pessoas que se interessam pelo que você vende, mas é necessário saber conquistá-las. Para isso, algumas estratégias são indispensáveis, como:

Criar um formulário no site

O formulário de contato deve ser inserido em todas as páginas do site, ou ao final de um conteúdo ou até mesmo em uma página específica.

Ele precisa ser simples e fácil de preencher, pedindo apenas informações essenciais como nome e e-mail do visitante. 

Quanto mais curto ele for, mas a conversão vai gerar, outras informações você vai captar com o tempo.

O formulário é uma boa estratégia porque é com ele que a empresa vai obter informações básicas para estabelecer um relacionamento e se comunicar com o lead.

Pop-ups

Os pop-ups devem ser usados com sabedoria, podendo ser empregados quando o contato chega ao final da página, ao final de um conteúdo, quando o visitante estiver saindo da página ou quando ele estiver inativo.

Essa é uma boa estratégia porque funciona como uma isca virtual, oferecendo benefícios como desconto, vídeo aulas, vantagens exclusivas, dentre outras possibilidades para atrair mais contatos para o seu negócio.

Landing pages e hotsites

Uma boa estratégia é inserir formulários nas landing pages e hotsites que aumentam a conversão de contatos na base. 

Elas contêm menos informações que as demais, visto que a intenção é conseguir o cadastro do visitante.

Uma loja de material de construção, por exemplo, cria essas páginas evitando elementos que possam distrair o usuário, mantendo o foco no formulário e destacando o botão de conversão.

Essas páginas são importantes porque o foco delas é única e exclusivamente a captação de novos leads, sem abrir espaço para que ele desista ou se sinta atraído por outra coisa.

Captar contato nas redes sociais

Os perfis nas redes sociais também são canais para a captação de leads. Por meio delas, é possível chamar a atenção das pessoas e disponibilizar um cadastro para elas.

O Facebook, por exemplo, disponibiliza uma opção de formulário para cadastro. Basta instalar o aplicativo em sua página. 

Essa é uma boa estratégia porque agiliza a captação de leads dentro da plataforma, evitando que a oportunidade seja perdida.

Uso de tecnologias em materiais impressos

Apesar de o marketing digital estar em alta, as empresas, como uma de paisagismo e jardinagem, não deixaram de lado as estratégias offline, e elas também podem ajudar na captação de leads.

Exemplo disso é usar o QR Code nos materiais impressos e produtos físicos, tendo em vista que ele facilita a conexão entre o meio físico e a página do seu negócio na web.

É interessante rever o modelo de impresso que sua empresa usa hoje, pois essa estratégia é boa para reforçar o acesso ao seu site e a partir disso começar a captação de leads.

Cadastros em espaços físicos

Você precisa aproveitar qualquer contato com seu cliente, e uma forma de fazer isso é usando o espaço do seu estabelecimento.

Um escritório de arquitetura com foco em quarto de casal planejado pode fazer isso dentro de sua empresa, mas também em eventos, feiras e outras oportunidades.

Essa estratégia é vantajosa porque você pode solicitar dados mais detalhados (mas sem exagero), e aproveitar para conversar diretamente com o novo lead.

Conclusão

Trabalhar com a geração de leads hoje em dia é uma necessidade para qualquer empresa que queira vender. 

Atrair potenciais clientes é falar com quem realmente importa, aumentando as chances de vendas.

Sem falar que essa prática otimiza suas ações de marketing e evita que você desperdice seus investimentos com pessoas e estratégias que não dão resultados.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos

capa-blog-site

4 motivos para ter um blog para sua empresa

Depois de criar um site, certamente você se perguntará qual é a próxima etapa para que a sua página ganhe cada vez mais visitas e alcance bons resultados. A resposta é bastante simples: ter um blog.

É cada vez mais comum que as empresas invistam em estratégias para atrair mais público para o seu site e, mais do que pagar anúncios, elas utilizam táticas para aumento de tráfego que podem ser bastante interessantes.

Um blog é exatamente isso: uma forma atrativa de fidelizar o seu público.

Quem já possui um site em funcionamento, costuma inserir essa nova categoria, pois ela é capaz de atrair novas visitas, aumentar o tráfego e visibilidade da sua página.

Tudo isso porque no blog você pode publicar sobre os mais diversos conteúdos, que normalmente são relacionados à sua área de atuação. 

Por isso, quando um potencial cliente entra na internet para buscar mais informações sobre algo que ele precisa, ele certamente entrará na sua página.

Mas para que isso aconteça, existe uma regra básica para as postagens em blog: conteúdo de qualidade.

Afinal, para ser encontrado na internet, você deve possuir alguma relevância e ser uma autoridade no assunto.

E você será essa autoridade no seu segmento quando você investir na postagem de bons conteúdos, que atraiam o público e incentivem a participação dos leitores na sua página, com comentários e compartilhamentos, por exemplo.

Assim, se você fizer uma postagem sobre os benefícios da acupuntura para dor de cabeça, os seus leitores podem interagir de maneira ativa na sua página, fazendo com que ela ganhe maior relevância na internet.

Essas são algumas das ações que fazem com que o seu blog cresça na internet. E se ele cresce, é porque cada vez mais pessoas estão interessadas no seu conteúdo.

Se você possui um site de venda de componentes para ar condicionado e cria uma postagem que trata da limpeza de ar condicionado de janela, dando dicas para o seu leitor e falando sobre os benefícios desse serviço, certamente ele irá se interessar em ler mais conteúdos relacionados.

Sendo assim, ele provavelmente irá se cadastrar para receber as novidades que forem surgindo no seu blog, o que cria uma audiência recorrente para a sua página.

Por isso, o blog se mostra uma ferramenta complementar de grande importância para o seu site.

Neste artigo, selecionamos 4 motivos relevantes para que você tenha um blog para a sua empresa.

  1. Ter um blog faz com que você seja encontrado

Você já ouviu falar sobre marketing de conteúdo? Se você deseja criar um blog, certamente já sabe do que se trata.

O marketing de conteúdo tem por objetivo a criação de conteúdos de qualidade para que o público encontre a sua página com maior facilidade.

Por isso, ter um blog é essencial para colocar em prática essa estratégia.

Ela é bastante eficiente pois faz com que seu site/blog possua um bom posicionamento dentro dos principais buscadores, de modo que quando um cliente busca por um conteúdo que está publicado e bem desenvolvido no seu blog, você terá maior visibilidade e relevância na internet.

Um exemplo disso é se uma pessoa está buscando entender como funciona a vistoria cautelar veicular e, ao buscar o assunto na internet, encontra a sua página que fez uma publicação abordando todas as etapas e informações sobre esse serviço.

Quando você auxilia um leitor a entender sobre um assunto, de maneira simples e objetiva, você ganha a atenção dele e faz com que ele aprove o seu conteúdo, e queira receber as suas atualizações periodicamente.

Por esse motivo, ter um blog pode te ajudar a ser encontrado por clientes e potenciais clientes.

  1. Ter um blog faz você fidelizar os seus clientes

Entre as principais preocupações de uma empresa está a fidelização de um cliente. Ter um blog, nesse caso, faz toda a diferença.

Isso porque você pode fazer uma venda seu site, mas não necessariamente aquele cliente vai retornar e comprar novamente. Por isso, você precisa aplicar estratégias para fidelizar esses clientes.

Entre as principais, estão:

  • Um bom atendimento;
  • Ofertas atrativas;
  • Oferecimento de descontos;
  • Envio de brindes;
  • Proporcionar uma boa experiência de compra;
  • Criar um blog e realizar postagens de bons conteúdos;
  • Entre outras.

Sem dúvida um bom atendimento é grande parte do processo de fidelização do cliente. Afinal, quando você realiza adquire um produto/serviço espera ser bem tratado, já que está pagando por ele.

Até porque isso vai determinar a sua avaliação. Por isso, se você vai em uma clínica de estética para passar por uma drenagem linfática abdominal, você deseja que o profissional responsável pelo procedimento seja simpático e cuidadoso, prestando um bom serviço.

Nessa mesma linha, certamente boas ofertas e descontos podem ser um elemento importante da fidelização. 

Se uma pessoa realiza uma compra no seu site e você envia um cupom de desconto para motivá-la a comprar novamente, ela certamente aproveitará a oportunidade.

Pode ser interessante também apostar no envio de brindes. Isso faz com que o cliente tenha uma boa impressão da sua loja. Assim, se ele compra um balizador de embutir para o seu jardim e recebe uma lâmpada led, por exemplo, ele certamente ficará surpreso e agradecido, e voltará a fazer compras com a sua loja.

Outra estratégia importante de fidelização é a boa experiência de compra. Por isso, investir em um layout descomplicado no seu site faz toda a diferença. E se você unir a isso uma boa embalagem, um frete econômico e uma entrega rápida, o cliente ficará muito satisfeito.

Depois disso, é possível aplicar a estratégia da comunicação com o cliente, que pode ser feita com e-mail marketing e por meio do seu blog.

Afinal, sempre que você realizar uma nova postagem, pode comunicá-lo por e-mail, fazendo com que ele visite constantemente a sua página.

No blog, quando você posta sempre conteúdos bastante atrativos e informativos, você faz com que seu cliente crie o hábito de visitá-lo. Isso faz parte de uma estratégia interessante de fidelização, já que as pessoas buscam cada vez mais informação de maneira acessível.

  1. Ter um blog torna a sua empresa uma autoridade

As boas empresas são sempre reconhecidas pela qualidade dos seus produtos/serviços, mas também por serem especialistas em sua área.

Uma empresa pode prestar os serviços de locação de equipamentos para obras e utilizar o seu blog para compartilhar conteúdos informativos para o seu público-alvo, de maneira a abordar diferentes tipos de itens necessários para uma construção.

E assim fazer uma postagem indicando qual é o melhor tipo de martelete para alugar, de acordo com as características do produto e as suas principais aplicações.

Depois, ela pode ainda investir em uma série de postagens que abordem outras ferramentas para canteiros de obras, o que fará com que seus clientes ampliem a capacidade de entendimento do setor.

Assim, as postagens seguintes podem abordar temas como a necessidade de um gerador locação para não haver interrupções no serviço, sobre a importância de se adquirir materiais de qualidade para a construção, ou sobre os equipamentos de segurança essenciais para os funcionários, etc.

Desse modo, a empresa mostra que possui um amplo conhecimento da sua área de atuação, o que a torna uma referência em seu setor.

Por isso, o blog se mostra uma ferramenta importante para a empresa, fazendo com que ela seja reconhecida como uma autoridade.

  1. Ter um blog pode melhorar os seus resultados

Justamente porque um blog permite que a sua empresa seja encontrada, que você fidelize os seus clientes e faz com que você seja visto como uma autoridade no seu setor, o resultado final disso é um crescimento dos resultados.

Por isso, ter um blog pode apresentar bons resultados para sua empresa e, consequentemente, bons lucros para seu negócio.

Se uma empresa que faz venda de redes para quadras esportivas se dedica em alimentar o blog com assuntos relacionados a essa atividade, como os tipos de esportes mais praticados, os benefícios da prática de atividades físicas e os tipos de redes utilizados em cada esporte, certamente vai atrair pessoas que precisam adquirir os seus produtos.

E isso vai impactar diretamente nas vendas da empresa, já que ela não apenas vende itens, mas educa o seu público-alvo e faz com que eles entendam a importância do segmento em que estão atuando.

Por isso, um blog deve fazer parte de uma estratégia de marketing e de resultados, justamente porque ele trará novos clientes e interessados, e fará com que a empresa possua maior relevância e destaque no seu setor.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.