O que é Inbound Marketing?

Conheça essa estratégia para atrair o interesse de seu público-alvo.

Sabe aquela empresa que te conquista com um e-mail cheio de conteúdo bacana ou uma postagem no Facebook de utilidade pública, em vez de entupir sua timeline e caixa de entrada com ofertas e propagandas?

Então, essa empresa, sabiamente, está se utilizando do famoso Inbound Marketing, um conjunto de estratégias que visam a atrair o interesse de um público-alvo.

Também conhecido como marketing de atração, os esforços dessa modalidade são voltados para ações que conquistem a confiança e ofereçam informação aos usuários.

De acordo com dados do Hubspot, 58% das empresas brasileiras praticam Inbound Marketing, sendo que 92% delas têm retorno positivo.

É uma abordagem diferente em relação ao marketing tradicional, o chamado Outbound Marketing, que tem como base o anúncio de produtos com foco direto em vendas. No Inbound, a intenção de venda não é tão destacada, mas a conversão vem como resultado das atividades.

Os objetivos mais comuns do Inbound são:

• Despertar o interesse do usuário pela marca;

• Construir uma relação de confiança com o público;

• Fidelizar leitores ou visitantes;

• Gerar engajamento;

• Criação de conteúdo relevante para um público-alvo;

• Produção e disponibilização de materiais para download;

• Investimento em publicações nas mídias sociais;

• Trabalho com blogs;

• Uso de técnicas de SEO;

• Personalização de conteúdo.

Lado a lado com o marketing de conteúdo, o Inbound usa a criação e a disponibilização de conteúdo relevante como um trunfo para atrair a atenção do público-alvo. O objetivo principal é agregar valor à experiência do usuário com a marca para, então, ampliar o número e a qualidade de visitantes e leads – e, consequentemente, a quantidade de conversões.

Conquistando o interesse do público, a interação da marca com o usuário não acaba no momento da conversão: o Inbound Marketing torna possível que o impactado se transforme em um multiplicador, que vai voluntariamente divulgar sua marca comentando sobre a experiência que teve ou indicando conteúdos a outras pessoas.

Os ótimos resultados obtidos com a aplicação do Inbound Marketing têm feito sua utilização cada vez mais popular entre as empresas. Mas, para chegar a resultados satisfatórios, é preciso dedicar-se e investir nas estratégias. Planejamento e qualidade na criação de conteúdo são essenciais para colher bons frutos.

 

Fonte: Uol Host.

Marketing Digital: 40 termos e siglas para conhecer!

Termos técnicos devem fazer parte do mundo de quem deseja impulsionar seu negócio com o marketing digital

Quem está ingressando agora no mundo do marketing digital e ainda não conhece bem todas as ferramentas incríveis que esse segmento pode oferecer, corre o risco de acabar perdido entre tantos termos e siglas novas.

Mas se você está realmente querendo usar a internet e as ferramentas de marketing em seu favor, e em favor do seu negócio, é importantíssimo conhecer algumas delas para poder planejar, executar e metrificar melhor suas campanhas de marketing.

Para ajudá-lo com essa tarefa, separamos 40 termos e siglas de marketing digital que todo empreendedor deve conhecer! Confira nossa lista a seguir:

Automação de marketing: quando as etapas de marketing digital se tornam automatizadas e, por isso, fica mais fácil escalar os resultados.

Alcance: número de pessoas que visualizaram um post ou campanha que você veiculou.

Alcance orgânico: número de pessoas que visualizaram um conteúdo naturalmente, sem que houvesse nenhum investimento pago para isso.

Alcance pago: número de pessoas que visualizaram um conteúdo porque houve um investimento pago para isso.

Application Programming Interface (API): grupo de padrões para que softwares, aplicativos e outras plataformas web se desenvolvam e se comuniquem.

Banner: imagem ou vídeo, normalmente promocional, que fica no topo das lojas virtuais para atrair a atenção do consumidor.

Black Hat SEO: estratégias ilícitas ou que usam trapaças para posicionar melhor um site no Google.

Blog: conjunto de textos publicados na internet. É possível ter um site inteiro no formato de blog ou incluir uma sessão de blog em um site institucional ou dentro de um e-commerce, por exemplo.

CAC (Custo de Aquisição por Cliente): valor gasto em marketing e outras estratégias para adquirir um novo consumidor para o negócio. É calculado somando todo o valor investido e dividindo esse número pelo total de clientes conquistados dentro de um período.

Conversão: acontece quando o consumidor compra um produto, contrata um serviço ou realiza alguma ação desejada pela empresa.

CPC (Custo por Clique): valor que é descontado de um orçamento toda vez que um consumidor clica em um link. É muito utilizado em campanhas de links patrocinados, cujo objetivo é fazer com que o consumidor clique em uma publicidade e vá para o site do anunciante.

CTA (Call to Action): chamada para que o consumidor execute uma ação, como comprar, fazer um download ou se inscrever em uma newsletter.

Engajamento: participação de um usuário em algum material seu. Os principais tipos de engajamento nas redes sociais são: comentários, curtidas, reações e compartilhamentos.

Guest post: texto publicado em seu blog por um convidado.

Inbound Marketing: nova tendência de marketing em que a marca desperta o interesse do cliente e faz com que ele vá até ela.

inbound marketing

Landing Page: página destinada à um tipo de conversão, sobretudo à criação de leads.

Lead: pessoa que demonstrou interesse no seu mercado, produtos ou marca por meio de um cadastro.

Link patrocinado: publicidade dos buscadores, como o Google, que permite que as marcas criem anúncios relacionados à pesquisa de um usuário.

Link building: estratégias que fazem com que outros sites relevantes, do mesmo segmento, apontem para o seu. O link building é uma importante tática de SEO.

Mobile-friendly: sites, aplicativos e outro conteúdo web que têm design pensado, também, para dispositivos móveis, como smartphones e tablets.

Outbound marketing: marketing mais tradicional, em que a marca procura o consumidor e tenta convencê-lo a comprar.

Opt-in: quando o consumidor, declaradamente, expressa a vontade de receber conteúdo de uma marca, geralmente por e-mail.

Palavra-chave: termo usado como foco de uma campanha ou ação. Pode ser usada para classificar o seu anúncio ou para segmentar uma publicidade, por exemplo.

Page rank: algoritmo do Google utilizado para avaliar e ranquear os sites nas páginas de resultado da mais relevante para a menos relevante.

Page-view: número de visualizações de uma página na internet.

Persona: perfil de cliente criado para guiar as estratégias de marketing e vendas.

Publieditorial: conteúdo patrocinado por uma empresa e publicado em um canal de conteúdo, como um blog ou portal.

Remarketing: estratégia cujo objetivo é identificar consumidores que demonstraram interesse em um produto e convidá-los a finalizar a compra, por meio de publicidade e e-mail marketing.

Responsivo: aplicativos, sites e outros conteúdos web que são mobile-friendly, ou seja, estão disponíveis para dispositivos móveis.

ROI (Return on Investiment): retorno sobre o investimento feito em uma campanha. É calculado em duas etapas. Primeiro deve-se subtrair o custo da campanha pela receita gerada e, depois, dividir o total pelo custo. Na sequência, multiplica-se o resultado por 100.

Segmentação: ato de dividir um mesmo público em grupos para garantir que campanhas de marketing sejam sempre direcionadas para as personas certas.

Search Engine Marketing (SEM): estratégias de marketing digital (incluindo mídia paga) que tem como objetivo destacar um site nas páginas dos buscadores, como o Google.

Search Engine Optimization (SEO): conjunto de estratégias que um site pode adotar para se posicionar melhor nos resultados dos buscadores de forma orgânica.

SEO

SEO

SERP: nome dado às páginas de resultado que o Google apresenta depois que um usuário faz uma busca.

Taxa de abertura: número de e-mails abertos dividido pela quantidade de e-mails recebidos por seus contatos.

Taxa de clique (CTR): número de cliques que uma peça obteve dividido pelo número de visualizações. Pode ser usada em ferramentas como e-mail marketing e posts de redes sociais.

Teste A/B: teste que consiste em apresentar dois elementos diferentes para o público e avaliar qual deles obtém os melhores resultados.

Visitante: pessoa que fez uma visita ao seu site, blog ou e-commerce.

Visita: número de vezes em que alguém acessou seu site, blog ou e-commerce.

White hat SEO: táticas para posicionar melhor seu site no Google que são aceitas e recomendadas pelo buscador.

 

Fonte: Uol Host.