Captura de tela 2021-05-28 145301

Captação de leads; Quais estratégias adotar para conseguir leads de sucesso?

A captação de leads é um processo muito importante para as marcas, é dessa forma que elas obtêm, de maneira ética, informações de contato de potenciais clientes, ou seja, pessoas que futuramente podem se interessar por suas soluções.

Portanto, estamos falando de um importante passo para qualquer empresa, afinal, todas precisam vender seu produto ou serviço para se manterem ativas no mercado.

A relação de compra e venda mudou muito nos últimos anos, graças à internet. 

Antigamente, bastava que a companhia fizesse uma propaganda na TV para que as pessoas sentissem necessidade de obter tal solução.

Só que hoje em dia esse cenário sofreu alterações drásticas por muitas razões provocadas pela web. 

Uma delas é o amplo acesso à informação, por isso, o consumidor moderno deseja saber tudo o que puder sobre um produto ou serviço.

Além disso, a internet possibilitou que empresas dos mais variados setores e tamanhos pudessem conquistar seu espaço, o que aumentou a concorrência.

Frente a isso, as marcas precisaram se recriar e atrair os consumidores, o que chamamos de captação de leads. Portanto, se você deseja saber mais sobre eles, continue a leitura.

O que é o lead?

O lead é um potencial cliente, ou seja, um consumidor que representa oportunidade de venda, uma vez que já demonstrou interesse na marca de alguma forma.

Ações que demonstram esse interesse podem variar, por exemplo, quando o lead acessa o site de uma empresa de gestão patrimonial e baixa um material sobre determinado assunto.

Sendo assim, quando um visitante preenche um formulário de contato, pede um orçamento, dentre outras ações, em troca dessas informações, ele deixa um meio de contato, como o e-mail.

A partir disso, a empresa pode se aproximar do lead, estabelecer um relacionamento com ele e influenciar em sua decisão de compra.

Em linhas gerais, estamos falando de alguém que está ao alcance da empresa, independentemente do canal pelo qual essa pessoa entrou em contato com ela.

Nos últimos anos, o Inbound Marketing cresceu muito e fortaleceu a necessidade de captar leads. A relação de consumo mudou ao ponto de inverter a posição da marca e do cliente.

A ideia é a empresa atrair o cliente por meio de estratégias orgânicas como o SEO e o marketing de conteúdo, ou seja, as organizações não vão atrás dos consumidores, eles é que vão até elas, atraídos por essas ações.

Contudo, precisamos entender que aquelas pessoas que acabaram de conhecer uma marca ainda não estão prontas para comprar dela.

Em vista disso, uma gráfica focada em convites personalizados, por exemplo, investe em estratégias para amadurecer essas pessoas em sua decisão de compra.

São práticas dentro do funil de vendas, que delimita etapas que representam o processo de compra, qualificando aqueles que têm perfil para se tornar cliente.

Quem faz esse trabalho são as equipes de marketing e vendas, que entram em contato com os leads, enviando-lhes conteúdos e esclarecendo suas dúvidas, até que se decidam pela compra.

Só que para que a equipe de vendas possa entrar em ação, é necessário criar uma lista de leads, e vamos falar mais sobre isso no próximo tópico.

Como criar uma lista de leads

O marketing digital como um todo é conhecido por ser mais eficiente justamente porque trabalha de maneira direcionada, ou seja, seu negócio não dá um tiro no escuro e espera que tudo aconteça.

Por exemplo, um escritório de arquitetura com foco em projeto de loja de roupa vai criar campanhas para quem está montando uma loja e não para quem deseja comprar roupas.

Em vista disso, para criar a sua lista de leads, algumas estratégias são indispensáveis, como definir o seu perfil de cliente ideal.

Isso quer dizer que você vai criar a sua persona, um personagem que reúne as principais características desse cliente, com informações detalhadas em comum dentro do seu público-alvo, como:

  • Gênero;
  • Idade;
  • Localização;
  • Estado civil;
  • Necessidades;
  • Objetivos.

Feito isso, escolha uma boa ferramenta para levantar sua lista de leads. É possível encontrar tanto ferramentas mais simples quanto as mais complexas e todas elas são pagas.

Depois, é necessário encontrar os seus leads e podemos fazer isso de muitas maneiras. 

Por exemplo, uma empresa que trabalhe com roupas femininas para revenda pode encontrar seus leads nas redes sociais ou em sites relacionados.

Também é necessário definir as informações que precisam ser coletadas, mas isso vai depender do modelo de abordagem da sua empresa e da complexidade da venda.

No caso de empresas B2B, ou seja, que vendem para outras companhias, têm uma venda mais complexa, que necessita de uma abordagem mais consultiva e mais dados devem ser coletados, como:

  • Nome da empresa;
  • Site;
  • Segmento de mercado;
  • Nome e cargo do contato.

São muitos dados que precisam ser levantados para apostar em uma abordagem mais certeira. 

Só que antes de fazer sua lista de leads, uma fabricante de placas informativas personalizadas ou o seu negócio precisa captá-los.

Estratégias mais eficientes para captação de leads

Ter leads é ter contato com pessoas que se interessam pelo que você vende, mas é necessário saber conquistá-las. Para isso, algumas estratégias são indispensáveis, como:

Criar um formulário no site

O formulário de contato deve ser inserido em todas as páginas do site, ou ao final de um conteúdo ou até mesmo em uma página específica.

Ele precisa ser simples e fácil de preencher, pedindo apenas informações essenciais como nome e e-mail do visitante. 

Quanto mais curto ele for, mas a conversão vai gerar, outras informações você vai captar com o tempo.

O formulário é uma boa estratégia porque é com ele que a empresa vai obter informações básicas para estabelecer um relacionamento e se comunicar com o lead.

Pop-ups

Os pop-ups devem ser usados com sabedoria, podendo ser empregados quando o contato chega ao final da página, ao final de um conteúdo, quando o visitante estiver saindo da página ou quando ele estiver inativo.

Essa é uma boa estratégia porque funciona como uma isca virtual, oferecendo benefícios como desconto, vídeo aulas, vantagens exclusivas, dentre outras possibilidades para atrair mais contatos para o seu negócio.

Landing pages e hotsites

Uma boa estratégia é inserir formulários nas landing pages e hotsites que aumentam a conversão de contatos na base. 

Elas contêm menos informações que as demais, visto que a intenção é conseguir o cadastro do visitante.

Uma loja de material de construção, por exemplo, cria essas páginas evitando elementos que possam distrair o usuário, mantendo o foco no formulário e destacando o botão de conversão.

Essas páginas são importantes porque o foco delas é única e exclusivamente a captação de novos leads, sem abrir espaço para que ele desista ou se sinta atraído por outra coisa.

Captar contato nas redes sociais

Os perfis nas redes sociais também são canais para a captação de leads. Por meio delas, é possível chamar a atenção das pessoas e disponibilizar um cadastro para elas.

O Facebook, por exemplo, disponibiliza uma opção de formulário para cadastro. Basta instalar o aplicativo em sua página. 

Essa é uma boa estratégia porque agiliza a captação de leads dentro da plataforma, evitando que a oportunidade seja perdida.

Uso de tecnologias em materiais impressos

Apesar de o marketing digital estar em alta, as empresas, como uma de paisagismo e jardinagem, não deixaram de lado as estratégias offline, e elas também podem ajudar na captação de leads.

Exemplo disso é usar o QR Code nos materiais impressos e produtos físicos, tendo em vista que ele facilita a conexão entre o meio físico e a página do seu negócio na web.

É interessante rever o modelo de impresso que sua empresa usa hoje, pois essa estratégia é boa para reforçar o acesso ao seu site e a partir disso começar a captação de leads.

Cadastros em espaços físicos

Você precisa aproveitar qualquer contato com seu cliente, e uma forma de fazer isso é usando o espaço do seu estabelecimento.

Um escritório de arquitetura com foco em quarto de casal planejado pode fazer isso dentro de sua empresa, mas também em eventos, feiras e outras oportunidades.

Essa estratégia é vantajosa porque você pode solicitar dados mais detalhados (mas sem exagero), e aproveitar para conversar diretamente com o novo lead.

Conclusão

Trabalhar com a geração de leads hoje em dia é uma necessidade para qualquer empresa que queira vender. 

Atrair potenciais clientes é falar com quem realmente importa, aumentando as chances de vendas.

Sem falar que essa prática otimiza suas ações de marketing e evita que você desperdice seus investimentos com pessoas e estratégias que não dão resultados.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos

ideias

Entenda como sustentar uma boa quantidade de leads com conteúdos!

Já é conhecido no mundo do marketing um número chocante e que dá os caminhos de boas estratégias para prospectar leads: mais de 90% dos usuários que visitam o seu site pela primeira vez não vão consumir nada. 

Mas o que isso revela? Esses dados mostram a importância de conquistar as pessoas que visitaram e não compraram ou adquiriram serviços por meio de um trabalho de convencimento, com bons conteúdos e que agreguem valor. 

Isso se chama nutrição de leads. É como alimentar constantemente os usuários e cada vez mais chegar próximo a uma fidelização e consolidação de novos clientes. 

Essa é uma das formas mais produtivas de sustentar uma boa quantidade de leads. Pensando nisso, neste artigo, vamos abordar mais sobre este assunto, além de mostrar a importância de nutrir os potenciais clientes do seu negócio. Acompanhe a leitura! 

O que é e como fazer a prospecção de leads?

Você pode ter todos os elementos para o sucesso, como uma marca forte de loja de material de construção, conteúdos muito bem construídos e um plano de negócio consolidado. Mas, se ninguém estiver visualizando todo esse potencial, o que adianta?

É por isso que a geração de leads é muito importante e pode ser o fator definidor para o seu sucesso. Se você quer saber quais são as melhores formas de fazer isso, alguns elementos a serem colocados em prática são:

  • Escolha formas pagas de gerar leads de forma mais rápida;
  • Crie conteúdo valioso e bem pensado;
  • Abuse dos formulários de inscrição para webinars e e-books;
  • Gere leads a partir de conteúdos frequentes em seu blog.

A seguir, entenda de maneira mais abrangente quais recursos podem ser utilizados para colocar em prática cada um destes tópicos.

1 – Investir em anúncios pagos

A presença da sua empresa de paisagismo e jardinagem nas redes sociais nunca foi tão importante quanto no momento atual. Caso você queira gerar leads mais instantâneos, ou seja, de forma mais rápida, os anúncios pagos costumam ser eficazes para esse objetivo. 

Mesmo com um orçamento modesto, é possível gerar bons resultados com o uso dessa estratégia.

2 – Fazer uso do e-mail marketing

O e-mail marketing, apesar de ser uma estratégia mais antiga, ainda dá grandes retornos em termos de tração e geração de leads, principalmente se forem personalizados. 

É uma ótima forma de angariar leads porque é um canal direto com o seu projeto de loja de roupa.

Dependendo do tipo de texto que você faz e do quão engajamento for gerado, bons leads podem vir deste tipo de comunicação.

3 – Usar CTAs nos conteúdos

Quando você cria conteúdos e textos dos mais diversos assuntos que têm a intenção de atrair novos usuários para o seu blog ou site da sua empresa de roupas femininas para revenda, por exemplo, o objetivo maior é atender as necessidades dos clientes.

Seja respondendo dúvidas ou mostrando na prática como fazer algo, bem como atrair novas pessoas para se tornarem potenciais clientes.

Porém, um texto por si só pode não ser a melhor experiência para o usuário. Para gerar realmente leads com uma estratégia de conteúdo é preciso usar chamadas para ação (ou Call to Action) mais fortes. 

Geralmente, esse CTA é uma caixa, botão ou chamada que leva a pessoa a fazer uma ação.

Seja clicar no link que você deixou à disposição ou para preencher um formulário com seus dados e, em seguida, baixar um e-book ou ir direto à compra de uma camiseta dry fit branca masculina.

Dessa forma, você consegue reter esses leads e fazer novas comunicações com eles a fim de nutri-los e convencê-los, ao longo do tempo, a comprar ou adquirir algo que sua companhia oferece.

Mas lembre-se que para os usuários chegarem a esses textos com diversos CTAs que vão fornecer mais leads, você precisa estabelecer uma forma paga ou uma maneira orgânica de trazer essas pessoas. 

O primeiro caso já vimos por aqui, mas o segundo é importante rever com uma boa estratégia SEO, que nada mais é do que deixar seu texto apto para o Google entender que aquele conteúdo merece estar nas primeiras posições dos resultados de busca. 

Isso faz com que mais pessoas, que procuram pelos termos que têm a ver com seu negócio de sala comercial compartilhada, acessem os seus conteúdos e, portanto, a chance é maior de converter essas pessoas por meio de um CTA. 

4 – Reviews e demonstrações do produto em vídeo

Hoje em dia, é inegável que os vídeos são os conteúdos que mais engajam. Na rapidez das rotinas, eles são muito práticos e uma ótima forma de trazer leads qualificados. 

Quando se trata de demonstrações ou reviews de produtos, a procura é ainda maior. 

Por isso, com a atratividade em alta, você só precisa ter um bom conteúdo em vídeo e instruir os usuários a clicarem no link e, assim, sua empresa pode reter esses dados para nutrir os leads e convencê-los eventualmente a se tornarem clientes. 

5 – Conteúdos para download

Em se tratando de marketing de conteúdo, focado em adquirir cada vez mais leads, uma arma poderosa são os conteúdos disponíveis para as pessoas baixarem se tiverem interesse, como e-books, planilhas exclusivas de gestão patrimonial, vídeos especiais, etc.

Porém, certifique-se de que esses conteúdos estejam, de fato, prontos, chamativos e interessantes a ponto de as pessoas quererem deixar os seus contatos no formulário de download. Isso é importantíssimo! 

Além de que a qualidade deve ser garantida, pois caso as pessoas se sintam enganadas, a opção mais provável para elas será encontrar o canal mais rápido que tiver e fazer reclamações, e você certamente não quer isso. Então, o seu conteúdo deve estar tinindo. 

Principais estratégias para nutrição de leads

Primeiramente, tenha calma e muita paciência, afinal, nutrir leads leva tempo e esforço, baseados em tentativa e erro. 

Se você ainda não começou com uma estratégia de nutrição de leads em sua empresa, não tem problema. Nunca é tarde para começar. Vamos ver algumas estratégias mais efetivas para conquistar cada vez mais potenciais clientes:

Marketing e Vendas devem estar bem alinhados

Há sempre uma polêmica no mundo empresarial entre Marketing e Vendas, áreas que costumam brigar pelos clientes e divergir bastante em situações conceituais de trabalho. 

Por exemplo, o que pode ser um lead qualificado para alguém do departamento de marketing pode não ser para um profissional de vendas. 

Por isso, como primeiro passo de uma estratégia de nutrição de leads, ambas as partes devem concordar com a definição de um lead. 

Isso é fundamental uma vez que é só a partir dessa definição que dá para entender o que fazer com o contato dessas pessoas, que acontece por causa do funil de vendas. 

Ou seja, se os leads que acabaram de encontrar sua empresa declararam poucas informações e não se verificou um interesse maior, então esse lead ainda precisa ser mais trabalhado dentro do funil para passar a outros estágios de interesse em se tornar cliente. 

Já os leads mais qualificados, que são aqueles que a empresa tem mais conhecimento e que estão prontos para dar os próximos passos em torno de uma compra, para nutri-lo, é preciso personalizar bastante a sua comunicação.

Assim, cada vez mais esse lead qualificado se sente exclusivo e passará a dar valor à empresa, a ponto de se tornar cliente. 

Crie um planejamento de conteúdo focado em nutrição de leads

Depois de alinhar as expectativas das duas áreas principais que lidarão com os leads, além de entender que há diferenciação entre eles devido às etapas do funil de vendas, é hora de criar o conteúdo que fará essa roda girar. 

Para garantir que você mantenha o relacionamento com seus clientes em potencial através da nutrição de leads, é uma boa ideia criar categorizações do seu conteúdo para que você saiba quando enviar, o que enviar e para quem enviar.

Por exemplo, veja quais conteúdos se adequam mais aos leads de topo de funil ou aqueles que se identificam mais com leads mais avançados.

Nesta primeira etapa, não se esqueça que o planejamento de conteúdo focado em nutrição de leads precisa ser simples. Não torne-o complicado demais e com muitos processos para não dificultar a execução. Com o tempo, vá aprimorando. 

Importância de nutrir potenciais clientes

Os leads, no geral, são pessoas que se interessaram pela reforma de loja de sua empresa, proposta, ideia, estilo ou pelos produtos e/ou serviços disponibilizados.

No entanto, sobretudo no meio online, o interesse desaparece muito rápido porque há inúmeras outras campanhas e comunicações de concorrentes acontecendo. Portanto, para fisgar e manter o interesse dessas pessoas, é preciso ter um relacionamento muito próximo. 

É exatamente nisso que se apoia a nutrição de leads. Assim como você precisa se alimentar para manutenção da saúde, os leads também precisam ser alimentados frequentemente, mas só que com conteúdos de primeiríssima qualidade.

Ao escrever e divulgar os conteúdos, pense como se você fosse um cliente. De que forma você gostaria de receber e acessar os conteúdos de uma empresa que você originalmente gostou em um primeiro contato? 

Dessa forma empática é que se cria maneiras muito criativas de captação de leads, sempre tentando antever o que ele precisa e o que ele quer assistir.

Com isso, fica claro como seguir as estratégias corretas seu negócio será capaz de captar e nutrir leads, consequentemente aumentando sua cartela de clientes.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Captura de tela 2021-05-03 151832

Entenda como sustentar uma boa quantidade de leads com conteúdos!

Já é conhecido no mundo do marketing um número chocante e que dá os caminhos de boas estratégias para prospectar leads: mais de 90% dos usuários que visitam o seu site pela primeira vez não vão consumir nada. 

Mas o que isso revela? Esses dados mostram a importância de conquistar as pessoas que visitaram e não compraram ou adquiriram serviços por meio de um trabalho de convencimento, com bons conteúdos e que agreguem valor. 

Isso se chama nutrição de leads. É como alimentar constantemente os usuários e cada vez mais chegar próximo a uma fidelização e consolidação de novos clientes. 

Essa é uma das formas mais produtivas de sustentar uma boa quantidade de leads. Pensando nisso, neste artigo, vamos abordar mais sobre este assunto, além de mostrar a importância de nutrir os potenciais clientes do seu negócio. Acompanhe a leitura! 

O que é e como fazer a prospecção de leads?

Você pode ter todos os elementos para o sucesso, como uma marca forte de loja de material de construção, conteúdos muito bem construídos e um plano de negócio consolidado. Mas, se ninguém estiver visualizando todo esse potencial, o que adianta?

É por isso que a geração de leads é muito importante e pode ser o fator definidor para o seu sucesso. Se você quer saber quais são as melhores formas de fazer isso, alguns elementos a serem colocados em prática são:

  • Escolha formas pagas de gerar leads de forma mais rápida;
  • Crie conteúdo valioso e bem pensado;
  • Abuse dos formulários de inscrição para webinars e e-books;
  • Gere leads a partir de conteúdos frequentes em seu blog.

A seguir, entenda de maneira mais abrangente quais recursos podem ser utilizados para colocar em prática cada um destes tópicos.

1 – Investir em anúncios pagos

A presença da sua empresa de paisagismo e jardinagem nas redes sociais nunca foi tão importante quanto no momento atual. Caso você queira gerar leads mais instantâneos, ou seja, de forma mais rápida, os anúncios pagos costumam ser eficazes para esse objetivo. 

Mesmo com um orçamento modesto, é possível gerar bons resultados com o uso dessa estratégia.

2 – Fazer uso do e-mail marketing

O e-mail marketing, apesar de ser uma estratégia mais antiga, ainda dá grandes retornos em termos de tração e geração de leads, principalmente se forem personalizados. 

É uma ótima forma de angariar leads porque é um canal direto com o seu projeto de loja de roupa.

Dependendo do tipo de texto que você faz e do quão engajamento for gerado, bons leads podem vir deste tipo de comunicação.

3 – Usar CTAs nos conteúdos

Quando você cria conteúdos e textos dos mais diversos assuntos que têm a intenção de atrair novos usuários para o seu blog ou site da sua empresa de roupas femininas para revenda, por exemplo, o objetivo maior é atender as necessidades dos clientes.

Seja respondendo dúvidas ou mostrando na prática como fazer algo, bem como atrair novas pessoas para se tornarem potenciais clientes.

Porém, um texto por si só pode não ser a melhor experiência para o usuário. Para gerar realmente leads com uma estratégia de conteúdo é preciso usar chamadas para ação (ou Call to Action) mais fortes. 

Geralmente, esse CTA é uma caixa, botão ou chamada que leva a pessoa a fazer uma ação.

Seja clicar no link que você deixou à disposição ou para preencher um formulário com seus dados e, em seguida, baixar um e-book ou ir direto à compra de uma camiseta dry fit branca masculina.

Dessa forma, você consegue reter esses leads e fazer novas comunicações com eles a fim de nutri-los e convencê-los, ao longo do tempo, a comprar ou adquirir algo que sua companhia oferece.

Mas lembre-se que para os usuários chegarem a esses textos com diversos CTAs que vão fornecer mais leads, você precisa estabelecer uma forma paga ou uma maneira orgânica de trazer essas pessoas. 

O primeiro caso já vimos por aqui, mas o segundo é importante rever com uma boa estratégia SEO, que nada mais é do que deixar seu texto apto para o Google entender que aquele conteúdo merece estar nas primeiras posições dos resultados de busca. 

Isso faz com que mais pessoas, que procuram pelos termos que têm a ver com seu negócio de sala comercial compartilhada, acessem os seus conteúdos e, portanto, a chance é maior de converter essas pessoas por meio de um CTA. 

4 – Reviews e demonstrações do produto em vídeo

Hoje em dia, é inegável que os vídeos são os conteúdos que mais engajam. Na rapidez das rotinas, eles são muito práticos e uma ótima forma de trazer leads qualificados. 

Quando se trata de demonstrações ou reviews de produtos, a procura é ainda maior. 

Por isso, com a atratividade em alta, você só precisa ter um bom conteúdo em vídeo e instruir os usuários a clicarem no link e, assim, sua empresa pode reter esses dados para nutrir os leads e convencê-los eventualmente a se tornarem clientes. 

5 – Conteúdos para download

Em se tratando de marketing de conteúdo, focado em adquirir cada vez mais leads, uma arma poderosa são os conteúdos disponíveis para as pessoas baixarem se tiverem interesse, como e-books, planilhas exclusivas de gestão patrimonial, vídeos especiais, etc.

Porém, certifique-se de que esses conteúdos estejam, de fato, prontos, chamativos e interessantes a ponto de as pessoas quererem deixar os seus contatos no formulário de download. Isso é importantíssimo! 

Além de que a qualidade deve ser garantida, pois caso as pessoas se sintam enganadas, a opção mais provável para elas será encontrar o canal mais rápido que tiver e fazer reclamações, e você certamente não quer isso. Então, o seu conteúdo deve estar tinindo. 

Principais estratégias para nutrição de leads

Primeiramente, tenha calma e muita paciência, afinal, nutrir leads leva tempo e esforço, baseados em tentativa e erro. 

Se você ainda não começou com uma estratégia de nutrição de leads em sua empresa, não tem problema. Nunca é tarde para começar. Vamos ver algumas estratégias mais efetivas para conquistar cada vez mais potenciais clientes:

Marketing e Vendas devem estar bem alinhados

Há sempre uma polêmica no mundo empresarial entre Marketing e Vendas, áreas que costumam brigar pelos clientes e divergir bastante em situações conceituais de trabalho. 

Por exemplo, o que pode ser um lead qualificado para alguém do departamento de marketing pode não ser para um profissional de vendas. 

Por isso, como primeiro passo de uma estratégia de nutrição de leads, ambas as partes devem concordar com a definição de um lead. 

Isso é fundamental uma vez que é só a partir dessa definição que dá para entender o que fazer com o contato dessas pessoas, que acontece por causa do funil de vendas. 

Ou seja, se os leads que acabaram de encontrar sua empresa declararam poucas informações e não se verificou um interesse maior, então esse lead ainda precisa ser mais trabalhado dentro do funil para passar a outros estágios de interesse em se tornar cliente. 

Já os leads mais qualificados, que são aqueles que a empresa tem mais conhecimento e que estão prontos para dar os próximos passos em torno de uma compra, para nutri-lo, é preciso personalizar bastante a sua comunicação.

Assim, cada vez mais esse lead qualificado se sente exclusivo e passará a dar valor à empresa, a ponto de se tornar cliente. 

Crie um planejamento de conteúdo focado em nutrição de leads

Depois de alinhar as expectativas das duas áreas principais que lidarão com os leads, além de entender que há diferenciação entre eles devido às etapas do funil de vendas, é hora de criar o conteúdo que fará essa roda girar. 

Para garantir que você mantenha o relacionamento com seus clientes em potencial através da nutrição de leads, é uma boa ideia criar categorizações do seu conteúdo para que você saiba quando enviar, o que enviar e para quem enviar.

Por exemplo, veja quais conteúdos se adequam mais aos leads de topo de funil ou aqueles que se identificam mais com leads mais avançados.

Nesta primeira etapa, não se esqueça que o planejamento de conteúdo focado em nutrição de leads precisa ser simples. Não torne-o complicado demais e com muitos processos para não dificultar a execução. Com o tempo, vá aprimorando. 

Importância de nutrir potenciais clientes

Os leads, no geral, são pessoas que se interessaram pela reforma de loja de sua empresa, proposta, ideia, estilo ou pelos produtos e/ou serviços disponibilizados.

No entanto, sobretudo no meio online, o interesse desaparece muito rápido porque há inúmeras outras campanhas e comunicações de concorrentes acontecendo. Portanto, para fisgar e manter o interesse dessas pessoas, é preciso ter um relacionamento muito próximo. 

É exatamente nisso que se apoia a nutrição de leads. Assim como você precisa se alimentar para manutenção da saúde, os leads também precisam ser alimentados frequentemente, mas só que com conteúdos de primeiríssima qualidade.

Ao escrever e divulgar os conteúdos, pense como se você fosse um cliente. De que forma você gostaria de receber e acessar os conteúdos de uma empresa que você originalmente gostou em um primeiro contato? 

Dessa forma empática é que se cria maneiras muito criativas de captação de leads, sempre tentando antever o que ele precisa e o que ele quer assistir.

Com isso, fica claro como seguir as estratégias corretas seu negócio será capaz de captar e nutrir leads, consequentemente aumentando sua cartela de clientes.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

nutrição de leads

Nutrição de Leads: como fazer de forma eficiente

Atrair clientes, esse é um dos principais objetivos de um estabelecimento, afinal de contas, para que o comércio sobreviva é preciso que alguém consuma os serviços. Portanto, uma das maneiras encontradas para fazer isso é com a nutrição de leads

Entender o público que é atingido por um negócio e mantê-lo com uma produção de conteúdo em troca de dados pode ser uma solução para um comércio que se sente perdido, bem como não sabe de que forma conseguir novos consumidores. 

Nesse sentido, investir na nutrição ajuda o comércio na sua estratégia, já que para o seu bom desempenho ele necessita que as pessoas se interessem por ele. Então, veja como usar esse recurso de modo adequado. 

Nutrição de leads do que se trata?

Para que, por exemplo, uma empresa de motoboy se mantenha, ela precisa de clientes, assim como qualquer comércio. Desse modo, ela procura maneiras para divulgar os seus serviços e captar novos consumidores. 

Assim, ela consegue que mais indivíduos conheçam o seu trabalho, então, quando uma pessoa precisar, vai procurar pelo estabelecimento. Nesse sentido, os leads são esses possíveis consumidores que a empresa vai atingir. 

Na prática, eles ainda não se tornaram clientes, só há a possibilidade disso acontecer porque o indivíduo demonstrou algum tipo de interesse, mas isso não significa que ele vá fazer alguma aquisição. 

Desse modo, quando se tem uma lista de leads, há a necessidade de nutri-los, isso nada mais é do que a elaboração de materiais que interessem a essas pessoas. Assim, para enviar as matérias, os leads fornecem dados que ajudam o comércio a aperfeiçoar a sua tática.

Mas atenção, esses materiais não são sobre qualquer coisa, é preciso que eles tenham relação com o estabelecimento e de preferência que trate de algum problema do lead que foi identificado na estratégia. 

Por que nutrir os leads?

Pode parecer bobagem, ou até tempo desperdiçado, alimentar os interessados,  mas com essa produção os leads são educados e ficam por dentro de suas ações, desse modo, é possível conquistá-los. 

O processo é assim: por meio de e-mails, ou outros formatos que o comércio ache relevante para o seu público, ele recebe conteúdos que tenham relação com o estabelecimento, que podem ser informações sobre promoções ou sobre utilidades. 

Assim, por meio dessas produções, uma loja de convites personalizados, por exemplo, mostra para os seus leads a relevância das suas mercadorias, bem como explica por quais motivos a pessoa deve adquirir esse item.

Esse é o objetivo de nutrir esse indivíduo, aos poucos ele vai sendo convencido de que precisa daquele produto, assim, pessoas que estão próximas disso, com a ajuda dos conteúdos, concluem mais rapidamente a aquisição. 

Mas a técnica também funciona para aqueles que estão no início da jornada de aquisição, assim, quem ainda está conhecendo o comércio e pesquisando também pode ser impactado. 

Nesse caso em específico, o indivíduo está mais longe da aquisição e precisa se convencer de que ele realmente necessita da mercadoria, assim, aqui a nutrição de leads atua como uma espécie de vendedor.

E essa é a diferença do meio digital para o físico, essa atividade de nutrição pessoalmente é feita pelo vendedor no momento do atendimento, ali ele mostra os benefícios, as funções e como outros usuários avaliaram a experiência. 

No meio digital nada disso é possível, por isso a técnica de nutrição é uma solução que consegue desempenhar esse papel e mostrar para o usuário as melhores condições. 

Além disso, essa técnica é vantajosa, pois o comércio que a utiliza pode:

  • Reduzir os custos;
  • Ter um relacionamento direto com o cliente;
  • Ter bons retornos financeiros;
  • Aumentar a possibilidade de compras dos leads.  

Nesse sentido, a equipe de marketing de uma loja de placas informativas para restaurantes, por exemplo, pode ter menos trabalho para conquistar novos clientes, logo, o dono pode reduzir o orçamento para esse setor. 

Isso porque a equipe não precisa se dedicar tanto quanto anteriormente para que os leads sejam conquistados. Com o contato já se consegue fazer isso, porque frequentemente o indivíduo está sendo alimentado. 

Além disso, o negócio sempre está em contato direto com o lead, isso ajuda para que a empresa não seja esquecida. Assim, mesmo que o indivíduo não esteja em um momento de finalizar a aquisição, quando esta hora chegar, ele vai lembrar daquele comércio.

Outro fator é que o recurso traz bons retornos para quem a usa, na prática aqueles indivíduos que não estavam pensando em fazer uma aquisição podem ser convencidos e concluir a ação

Já aqueles que estão pesquisando ou apenas descobrindo a sua empresa também podem ser levados a concluir a ação. Com a técnica, todos que chegam na página de uma loja de notebook para escritório, por exemplo, serão nutridos. 

A diferença é que existe a possibilidade de identificar em que momento da compra cada um está, e assim, disponibilizar conteúdos que se adequem a este momento.

Isso porque se a pessoa só está pesquisando, não faz sentido ela receber um conteúdo de quem está perto da compra. 

Por fim, a técnica ajuda aqueles que estavam perto de finalizar a aquisição, a realmente concluí-la. Assim, as chances de que o indivíduo faça a compra são maiores. 

Como fazer nutrição de leads

Com os resultados que são adquiridos com a técnica e os feitos que são gerados, o negócio pode prosseguir para a próxima etapa, realizando a nutrição de maneira adequada.

Veja como fazer isso:

Faça um planejamento

Tudo nessa vida precisa de planejamento, sendo que com essa estratégia não seria diferente, por isso é essencial que sejam pensadas táticas para atrair os leads. 

Devem ser pensados quais serão os conteúdos, com que frequência eles serão enviados, além dos formatos. 

Tudo deve ser pensado e estruturado para que os resultados alcançados por um comércio de automação industrial empresas, por exemplo, sejam satisfatórios. 

Além disso, é preciso pensar nas necessidades do público para que as produções sejam relacionadas com isso. 

Nesse momento, deve ser analisada a classificação relacionada ao momento que o lead está, ou seja, perto ou não da aquisição. Assim, é possível planejar de forma mais coerente os conteúdos. 

Acompanhe os leads

É essencial que os leads sejam acompanhados pela equipe, assim a qualquer interação que surgir deve ter alguém para responder. Isso porque uma possível venda pode ser perdida por falta de um acompanhamento. 

Apesar do recurso para nutrição de leads mais usado ser o e-mail, existem outros meios em que a técnica pode ser usada como redes sociais, blog e outros canais que forem identificados coerentes para o seu público. 

Assim, uma loja de peças refrigeração industrial, por exemplo, não pode demorar no atendimento, principalmente para evitar que vendas ou negociações sejam perdidas.

Personalize o conteúdo 

Textos que são enviados de modo personalizado com nome têm maiores chances de serem abertos, pelo fato do indivíduo se sentir mais atraído quando mencionado.

Sendo assim, personalize as produções, opte por e-mail com menção ao destinatário, mostre para ele que ele não é mais um no meio de todos, mostre que ele é único. 

Por isso, faça isso no título e no corpo do e-mail, seja educado e cumprimente o lead, assim juntamente com um conteúdo que seja personalizado para o momento que ele se encontra na jornada de aquisição, o e-mail tem mais chances de ser lido. 

Assim, uma loja de instalação elétrica externa, por exemplo, vai ter um melhor desempenho na sua nutrição de leads, além de ter elevadas chances que os seus e-mails sejam lidos. 

Obtenha dados dos leads

A coleta de dados ajuda muito na elaboração de produções que sejam relevantes para a nutrição, quanto mais dados forem obtidos e mais específicos forem, melhor. Fica mais fácil pensar em conteúdos quando se conhece melhor o público. 

Desse modo, isso permite que o comércio compreenda as necessidades, dúvidas e questões de cada momento do lead, assim ele consegue elaborar produções de acordo com cada etapa. 

Assim, um estabelecimento de banner de loja, por exemplo, entende o que o seu cliente que está realizando somente uma pesquisa precisa saber para continuar a sua jornada e ser estimulado a concluir uma aquisição.

Conclusão

A nutrição de potenciais compradores interessados ajuda os estabelecimentos a terem mais conhecimento sobre as produções que eles devem fazer, além disso, é possível que eles fiquem mais próximos dos consumidores e elevem as suas vendas, 

Desse modo, para os comércios que atuam no ambiente digital, investir na técnica ajuda para que vendas não sejam perdidas, além de possibilitar que a estratégia de marketing tenha um bom desempenho. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

geração de leads

Geração de leads: 5 estratégias para você captar possíveis clientes

Toda empresa precisa entender o que é a geração de leads, uma vez que, atualmente, é o caminho mais rápido para atrair e conquistar novos clientes.

O mercado está muito concorrido em qualquer setor, portanto, se destacar em seu nicho de atuação e atrair pessoas para o seu negócio não é uma tarefa fácil. Inclusive, pode ser até mesmo considerado como um desafio para os empreendedores.

Vale dizer que essa situação não está relacionada apenas ao aumento da concorrência, mas também ao comportamento cada vez mais exigente dos consumidores.

Com o marketing digital a situação não é diferente. Se uma empresa quer conquistar um número maior de consumidores, ela precisa de boas estratégias de marketing digital para conseguir mais leads, ou seja, potenciais clientes.

Se você quer ter um negócio de sucesso, então precisa saber como conquistar leads qualificados. Esse processo depende de um bom planejamento e do uso das estratégias corretas.

Tendo um bom número de pessoas interessadas na solução que seu negócio oferece, é natural que as oportunidades de venda também aumentem.

Pensando nisso, neste artigo, vamos explicar o que é lead, sua importância, dar algumas dicas, bem como mostrar quais são seus benefícios. Então, para acabar com as suas dúvidas, continue a leitura.

O que é lead?

Lead nada mais é do que alguém que, em algum momento, demonstrou interesse pelo seu produto ou serviço vendido. O primeiro contato é, digamos, provocado pela marca.

Ou seja, ela não vai diretamente em busca do cliente em potencial por meio de estratégias, como ligações. Mas sim, recebe algum tipo de contato de uma pessoa que se sentiu atraída por suas soluções.

Um exemplo disso é uma fabricante de painel de led para igreja que realizou uma pesquisa online e teve um bom número de pessoas que responderam.

Portanto, quando o visitante de um site preenche um formulário contendo dados simples, como nome e e-mail, ele passa a ser considerado um lead.

A partir disso, a marca pode enviar um e-mail para ele com um conteúdo, o que se torna uma forma de contato menos intrusiva, do que simplesmente ligar e oferecer produtos ou serviços que nem ao menos sabe se esse cliente de fato precisa.

Sendo assim, podemos resumir que o objetivo de atrair leads é estabelecer uma comunicação mais aberta com essas pessoas, a fim de entender suas reais necessidades, para aí sim oferecer seus serviços.

Importância da geração de leads para os negócios

Para um estúdio de gravação de áudio ou qualquer outra empresa, gerar leads é importante porque o processo de compra mudou, o que implica em encontrar novas maneiras de alcançar o público.

A internet acabou com a escassez de informações e trouxe uma enxurrada de conteúdos sobre absolutamente qualquer tipo de assunto.

Essa quantidade enorme é criada constantemente, mas que, por outro lado, pode levar as pessoas a não prestar tanta atenção, uma vez que não conseguem decidir onde manter o foco.

É necessário investir em práticas que prendam a atenção do público, levando em conta que as pessoas estão tão sobrecarregadas de informação que tendem a não dar ouvidos àquilo que não lhes interessa.

Por outro lado, quando alguém está interessado em algo, como som e iluminação para festas, quer saber tudo sobre o assunto e daí surge a necessidade de as marcas se relacionarem com o seu público-alvo.

Para construir esse relacionamento, é importante investir na criação de conteúdo relevante. No entanto, essa estratégia é mais abrangente do que parece.

Exemplo disso é o fato de que as organizações precisam entregar aos seus clientes exatamente o que eles precisam, uma vez que isso desperta sua atenção e faz com que se aproximem mais da marca.

Este é o processo que garante a geração de leads, ou seja, despertar o interesse das pessoas, atravessando com eles todo o processo de compra.

Quando alguém demonstra interesse genuíno por algum produto ou serviço, como montagem de stands, cria uma relação com a empresa, obtendo as informações que precisa e caminhando para o momento da compra.

É o que chamamos de inbound marketing, e trata-se do momento em que a marca atraiu seu público e pode iniciar o trabalho com sua equipe de vendas – levando para a segunda parte do processo de geração de leads.

Dicas para gerar leads

Agora que você entendeu a importância de gerar leads, vamos dar algumas dicas para implementar esse processo em seu negócio. São estratégias como:

1. E-mail marketing

O e-mail marketing é uma das melhores maneiras para um negócio gerar leads, porque por meio dele, é possível enviar mensagens convidando os contatos para eventos, além de promover produtos e serviços.

Uma boa prática de uso do e-mail marketing nesse sentido é usar uma lista de e-mails para divulgar conteúdos de outra com contatos mais segmentados.

2. Convites para eventos

Já que falamos sobre isso na dica anterior, saiba que, para qualquer tipo de negócio, como um buffet para festa de casamento simples, divulgar eventos é uma das maneiras mais eficientes de gerar leads qualificados. Alguns deles são:

  • Seminários on-line;
  • Palestras;
  • Aulas;
  • Lançamentos;
  • Entre outros.

É necessário informar que somente as pessoas que preencherem o formulário de contato terão acesso ao link para participar do evento.

3. Redes sociais

As redes sociais são excelentes plataformas que permitem que as empresas se aproximem dos consumidores de maneira mais pessoal.

Por exemplo, uma loja de artigos esportivos pode responder às dúvidas de seus seguidores e sugerir que eles entrem em seu site para preencher o formulário e ter acesso a um conteúdo completo exclusivo, como um e-book.

Você também pode compartilhar o link de sua landing page na linha do tempo e também de publicações destinadas à conversão de visitantes em leads.

Também é válido incorporar esses links da biografia dos perfis, como Facebook, Instagram e outras redes sociais que sua marca utilize.

4. Site institucional

Os sites são importantes canais onde os visitantes podem ler mais sobre a marca, seus produtos e serviços e, possivelmente, se interessar por eles.

É interessante distribuir as chamadas para ação (Call to Action, ou CTA) em diferentes formatos e com segmentações diferentes.

Exemplo disso é uma empresa de crepe para festa fazer um CTA que convide os visitantes a assinarem a newsletter, e outro que permita o download de um material.

5. Search Engine Optimization (SEO)

O SEO é um conjunto de estratégias importantes para otimizar o site da sua empresa e fazer com que ele apareça nas primeiras páginas de resultados de pesquisa.

Para usá-lo a favor da captação de leads, é necessário criar publicações que usem boas palavras-chave que sejam pesquisadas pelo público-alvo.

Assim, é mais provável que elas deixem seus dados de contato, visto que você entregou materiais que responderam às suas dúvidas.

Vantagens e resultados

A prospecção de leads traz diversas vantagens para as empresas, como uma fabricante de banner horizontal, que refletem diretamente em seus resultados.

Uma delas é o aumento da taxa de conversão, uma vez que é muito mais fácil vender para alguém que já demonstrou algum tipo de interesse no que está sendo ofertado.

Ou seja, há muito mais chances de aumentar as taxas de conversão trabalhando com a captação e a qualificação dos leads.

Os leads são contatos exclusivos da sua empresa, ou seja, durante a comunicação com eles, principalmente por e-mail, você não precisa dividir espaço com outros concorrentes.

Além do mais, a velocidade das conversões também é maior. Se formos comparar algumas ações, como o contato telefônico, convencer o consumidor a comprar é muito mais difícil do que quando o interesse parte dele.

Preencher um formulário de contato é demonstrar interesse nos produtos e serviços, como flyer de festa. Ao nutri-lo com conteúdos e até mesmo durante o contato de um vendedor, fica muito mais fácil vender.

A credibilidade do seu negócio também aumenta, e isso acontece porque é possível saber qual o momento ideal e de que maneira o potencial cliente deve ser abordado.

Isso evita uma comunicação inconveniente e vai de encontro com aquilo que realmente interessa para seu contato e a solução dos problemas dele.

Conclusão

O comportamento de consumo das pessoas mudou muito, e isso acontece porque o mercado está saturado de marcas que oferecem as mesmas soluções.

Os consumidores têm acesso a infinitas possibilidades e podem escolher a dedo quem vai comprar. É por isso que as organizações precisam conquistá-los e mostrar que estão interessadas nos desejos e necessidades deles.

É uma maneira singela de despertar seu interesse e fazer com que eles mesmos busquem estabelecer um contato com a sua marca.

Gerar leads é atrair para o seu negócio pessoas com chances reais de se tornarem clientes, aumentando a confiança delas e oferecendo soluções que realmente atendam aos seus objetivos.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

engajamento

6 dicas para aumentar o engajamento em suas redes sociais

A importância das redes sociais já não é uma novidade para quem entende o papel do marketing digital hoje em dia. Mas, afinal, como realmente conseguir aumentar o engajamento e os resultados de uma marca?

Além disso, muitas vezes a gente nem sequer compreende o que seja um bom engajamento. Com certeza não tem a ver com curtidas ou compartilhamentos, embora esses possam ser alguns dos indícios.

No fundo, o engajamento verdadeiro só pode nascer da interação de qualidade que você mantém com o seu público. Nem mesmo o número de comentários em uma postagem pode ser considerado um indício infalível.

Imagine, por exemplo, que a marca pretende fazer uma campanha de captação de leads, então consegue fazer algo criativo, chama atenção e recebe um monte de curtidas, compartilhamentos e comentários. Porém, não consegue nenhum lead.

O que há de errado nesse tipo de caso? É bem simples: a marca não se comunicou bem, não conseguiu traduzir sua meta final em meios eficientes de marketing. Não conseguiu, enfim, estabelecer uma interação de qualidade com o público.

Uma marca jamais vai conseguir crescer se não conseguir fazer com que as pessoas ajam conforme ela deseja. Ou seja, se a empresa não toma as rédeas da comunicação, ela perde em termos de engajamento e resultados.

Por isso, essa questão é muito mais abrangente do que parece, e envolve alguns conceitos como público-alvo, personas, planejamento de médio e longo prazo, tipos de linguagem e de gatilhos mentais, etc.

Então, se você quer conhecer as melhores dicas sobre como aumentar o engajamento das suas redes sociais de maneira sustentável, basta seguir adiante na leitura.

1. O poder de dominar as personas

Pense bem: em nossa vida pessoal, o que faz com que consideremos alguns como nossos amigos, outros apenas colegas e alguns não mais do que conhecidos? Tem a ver com o quanto nos conhecemos entre nós, certamente.

Na comunicação de marketing é igual, inclusive nas redes sociais. Você não consegue impactar positivamente um público de dieta para casal emagrecer se não entender mais ou menos como eles pensam e o que esperam da sua solução.

Até alguns anos atrás, o branding e o marketing só falavam, basicamente, em público-alvo. Hoje, esse conceito foi aprofundado de modo incrível, por meio das personas, com as quais você desenvolve dois ou três perfis como se fossem personagens semi fictícios.

Assim, você passa a ter uma clareza muito maior sobre como deve ser cada ação ou campanha publicitária, por ser capaz de falar a língua do seu público, tocando nas dores que ele tem e sugerindo uma solução que realmente o atraia.

As perguntas essenciais para montar as personas são:

  • Onde meu cliente ideal está?
  • Quais redes sociais ele mais utiliza?
  • O que ele faz nas horas vagas?
  • O que ama em uma marca?
  • O que odeia que ocorra em suas compras?
  • Que tipo de conteúdo pode atraí-lo?

Note que perguntas assim vão muito além do tradicional “nome, idade, profissão e endereço”. Aí é que está o segredo, pois ao aplicar algo assim, seu conteúdo sobre paisagismo quintal dos fundos vai mobilizar o público e trazer mais resultados.

O bacana é que, conhecendo a persona deste modo, não apenas a captação de leads e oportunidades irão aumentar (graças ao engajamento), mas também a fidelização de clientes e o pós-venda, trazendo melhorias até no médio e longo prazo.

2. Por dentro do marketing de conteúdo

As redes sociais são o lugar por excelência do marketing de conteúdo. Você pode até utilizar estratégias mais antigas de “promoções arrasadoras”, que exploram mais as vantagens do produto do que uma comunicação de qualidade.

Mas não é possível crescer de modo sustentável fazendo apenas nisso. Portanto, a empresa que vende mala antiga decoração ganha muito mais pontos quando traz conteúdos que agregam algum valor ao seu público.

Às vezes, que tal falar não apenas sobre malas, mas sobre a função delas? Para que viajamos mesmo? A trabalho, esperando crescer na carreira; para realizarmos um sonho; podemos ir sozinhos, com um parceiro, com a família toda, etc.

Esse tipo de abordagem tende a personalizar a comunicação. Tal como dicas práticas do tipo “10 maneiras de preservar uma mala antiga e usá-la como decoração”. 

Assim, você vai muito além de simplesmente postar por postar.

Uma dica interessante é sobre usar as redes como ponte para outros conteúdos, como as produções do seu blog/vlog. Se você tem um artigo ou vídeo sobre microagulhamento no rosto, faça um link para quem quiser se aprofundar no assunto.

Isso vai reforçar sua autoridade e também vai aumentar o engajamento dentro das próprias redes sociais, que foram o veículo que levou o visitante até um conteúdo mais completo.

3. O que é uma agenda editorial?

É verdade que as mídias sociais representam o que há de mais dinâmico no mundo do marketing e dos negócios atualmente. Porém, isso pode causar uma confusão: a de achar que as postagens precisam nascer da correria, do improviso.

Nada mais falso e mais prejudicial. Se você trabalha com talão para sorteio, é claro que pode ter um imprevisto, e então mudar a ordem de uma postagem no dia a dia, mas é preciso ter uma agenda editorial pré-estabelecida.

Primeiramente, porque o público se acostuma e já espera consumir seu conteúdo sempre no mesmo horário, ou nos mesmos dias da semana. Segundo, porque a qualidade da sua produção vai aumentar – e muito.

Na introdução falamos sobre esse problema, que é o de a marca acabar perdendo o fio condutor das suas próprias metas, e se deixar levar pelas novidades do momento.

Por isso, se a empresa lida com lipoescultura no quadril, e não quer perder o controle e a capacidade de gerar oportunidades reais, ela precisa de um bom planejamento que garanta que ela está indo para o lugar certo.

Realmente, muitas empresas acabam caindo nesse tipo de dispersão, e depois culpam a internet por suas campanhas não trazerem resultados.

4. CTAs e a linguagem do seu público

Além da qualidade do conteúdo, é preciso que ele conte com alguns elementos técnicos da linguagem do marketing digital, como os famosos CTAs, que são os Call to Actions, ou seja, as “Chamadas para Ação”.

Assim, ao postar algo sobre agenda personalizada com nome, não finalize sem deixar uma isca para o público interagir com você. Uma sugestão é deixar um CTA como: “Você alguma vez já se esqueceu de algum compromisso por não ter uma agenda?”.

Isso não apenas chama atenção para suas agendas (ou qualquer produto que seja), como vai além e faz com que a pessoa queira interagir, impactando diretamente no engajamento que sua marca pode alcançar.

Isso também reforça a importância de você falar a linguagem do seu público. É natural demorar um tempo até encontrar o ponto exato entre a formalidade e a informalidade.

Mas saiba que na internet o jogo é “de um para um”. Ou seja, o cliente quer ser tratado de modo customizado, como se a marca fosse uma amiga dele, e não uma máquina fria. O que nos leva ao próximo ponto, que é fundamental.

5. Por que interagir com o público?

Esqueça aquele mundo antigo dos SACs (Serviços de Atendimento ao Cliente), que deixavam os clientes pendurados no telefone por horas a fio, esperando a atenção de um atendente.

Hoje tudo é tão dinâmico que, se a marca não tiver disponibilidade para interagir com o seu público, é melhor ela nem entrar nas redes sociais.

Afinal, se você publica algo sobre banner para academia, mas ignora as dúvidas sobre medidas, valores e prazos de entrega, como pode esperar algum engajamento?

As redes sociais vieram para provar que a participação e opinião do cliente é algo que realmente faz parte da rotina da empresa, então precisa estar integrado à estratégia.

6. Bônus: onde meu público-alvo está?

Já vimos que o conceito de público-alvo foi aprofundado com a estratégia das personas. Mas, afinal, para que ele continua servindo?

Entre várias de suas aplicações, uma das mais importantes é na hora de identificar, por exemplo, onde seus clientes ideias se encontram, já que as redes sociais se tornaram um oceano de oportunidades e modalidades diferentes.

Há redes focadas em mensagens instantâneas, ou em textos mais longos, ou ainda em multimídias como fotos, imagens e vídeos. Outras lidam apenas com o mundo corporativo, e daí em diante.

A própria natureza do seu produto já deve indicar isso, como o fato de que artes gráficas puxam mais para as redes de multimídia; assim como literatura, vestibular e redação se voltam para as mídias de texto.

Uma dica de ouro é focar os esforços principais na rede que apresentar a maior sinergia com o seu público. Você pode até marcar presença nas demais, porém, não tente abraçar todas, ou acabaria perdendo a assertividade.

Com isso, vemos como essas seis dicas podem ajudar e muito na hora de uma marca aumentar seu engajamento e seus resultados nas mídias sociais.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.