Captura de tela 2021-08-25 090402

Como fazer marketing para startups sem gastar muito

O marketing digital é fundamental para se posicionar no mercado atual com qualidade, e no marketing para startups não é diferente.

Quando o assunto é trabalhar com tecnologia, as empresas relevantes são aquelas que unem o discurso inovador à prática.

Isso quer dizer que startups de peso precisam investir em métodos de divulgação que façam jus à inovação que elas promovem continuamente.

Não há conceito mais promissor na esfera da divulgação de negócios do que o marketing digital.

A grande variedade de oportunidades e canais de comunicação pode ser um desafio nos primeiros momentos.

No entanto, com análise e estudo é possível desenvolver estratégias inteligentes para várias empresas, como empresas de portaria e controlador de acesso.

Vamos falar mais sobre os benefícios do marketing digital para startups e dicas para aplicá-lo sem gastar muito no texto a seguir, confira.

Por que realizar investimentos em marketing digital?

As empresas startups estão inseridas em uma realidade totalmente nova. Por isso, a competitividade é alta e as oportunidades para se destacar precisam ser criadas.

Não importa o ramo de atuação, seja um despachante virtual ou uma empresa de locação de imóveis, o uso de estratégias virtuais para promover o serviço ou produto agrega alto valor.

Portanto, leia os tópicos a seguir para conhecer os benefícios do marketing digital para startups.

Mais resultados com menos despesas

Foi-se o tempo em que uma empresa precisava investir em meios de comunicação de massa para conseguir reconhecimento.

Emplacar uma propaganda no horário nobre da televisão ou anunciar em um outdoor de destaque na cidade demanda um investimento bem alto, que uma startup iniciante muitas vezes não consegue arcar.

O marketing digital democratiza os meios de divulgação. Uma oficina pode, por exemplo, investi em vários canais para divulgar que tem especialidade em fazer vistoria veicular em campinas gastando menos. 

Alguns exemplos:

  • Anúncios digitais;
  • Redes sociais;
  • Campanhas de e-mail marketing;
  • Marketing de conteúdo.

Esses e outros canais não exigem grandes quantias para começar a dar resultados.

Criação da consciência de marca

Uma startup que está começando a trajetória no mercado tem que marcar presença na vida do público para passar a ser notada.

As redes sociais são ótimas ferramentas para entrar em contato com as pessoas diretamente.

Essas plataformas estão entre os meios de comunicação interpessoal mais usados em todo o mundo. Por esse motivo, as estratégias estão cada vez mais específicas para um nicho do mercado. 

É muito importante que as empresas passem uma mensagem além da venda puramente dita. Uma loja de meias para ciclistas, por exemplo, tem que investir em conteúdos voltados para os direitos desse grupo e meio ambiente, por que isso humaniza a marca e a aproxima do seu público. 

Alcance mais segmentado

Se a internet não se iguala aos métodos tradicionais do marketing, por outro lado ela permite um alcance mais específico.

As ferramentas de programação de anúncios virtuais, por exemplo, dão meios para que a empresa possa identificar várias características da base de contatos.

Tendo dados como nome, localização e interesses em mãos, você pode pensar em anúncios muito mais certeiros para uma empresa desentupidora pinheiros.

Resultados mensuráveis

Por vezes as campanhas de marketing digital irão funcionar na base da tentativa e erro.

Um primeiro anúncio pode não conquistar muitos cliques ou os posts no blog podem ter um alcance limitado.

Felizmente, as ferramentas de marketing digital tem uma série de funcionalidades para que o usuário acompanhe de perto o impacto de cada estratégia.

Esse é um aspecto muito importante porque permite que as equipes façam alterações nas campanhas quando for necessário.

Por exemplo, se os anúncios de Stopper pdv estão tendo bastante visualizações, mas não se traduzem em conversões, é possível mudar o texto no meio da campanha.

Estratégias de marketing digital para startups: 6 dicas

O marketing digital presume planejamento. Essa é uma verdade para toda e qualquer empresa que pretende entrar nesse mundo.

Em primeiro lugar, é necessário desenvolver um plano de marketing focado em três etapas principais: planejamento, execução e mensuração.

O planejamento consiste em definir quais serão as ações e as tarefas de cada colaborador.

A execução é a fase em que as ações discutidas previamente são colocadas em prática, com o acompanhamento do gestor.

Por fim, os resultados de cada estratégia precisam ser mensurados para identificar se ela compensou o investimento feito ou não.

Dito isso, continue lendo para conhecer 6 dicas de como fazer marketing digital para startups de acordo com as três etapas detalhadas acima.

Defina objetivos

A equipe de uma empresa especializada em areia de quartzo para filtro,por exemplo,  tem que ter clareza sobre as intenções das estratégias de marketing digital.

Se o objetivo é aumentar o número de clientes ou alcançar um perfil novo de consumidores, as ações devem se desenrolar de acordo com isso.

O meio digital é mais veloz do que outros meios de comunicação. As prioridades das startups podem mudar à medida que as tendências mudam.

Por isso, é importante ficar sempre a par do que está acontecendo nas redes para trabalhar em um posicionamento harmonioso com os desejos da base de clientes.

Conheça sua persona

A persona é um conceito popular no marketing digital. É uma evolução mais específica do conceito de público-alvo.

Ela usa características mais pessoais do cliente para traçar um perfil exato dele, como desejos, hobbies, idade e profissão.

A ideia é conhecer os detalhes de cada pessoa para poder personalizar o atendimento com propriedade.

É sempre bom lembrar que toda e qualquer empresa deve ter como princípio a resolução de algum problema.

Conhecendo a persona do seu negócio você pode identificar melhor os problemas que afligem as pessoas e, assim, fazer o melhor para resolvê-los. 

Publique conteúdo de impacto

Quem pesquisa por “locação de impressoras multifuncionais sp” não quer saber só sobre locação de impressoras, mas também informações mais detalhadas sobre ela.

Uma startup no começo da carreira deve publicar conteúdo relevante para criar uma relação com as pessoas.

Os usuários da web veem com bons olhos os empreendimentos que proporcionam informações instrutivas e gratuitas no dia a dia.

É uma maneira relativamente simples e barata de marcar presença no cotidiano de cada um e incentivá-los a considerar comprar produtos.

Felizmente a internet possui vários canais adequados para a produção e a divulgação de conteúdo, como:

  • Blogs;
  • Sites;
  • Redes sociais;
  • YouTube.

Não se esqueça de se inteirar sobre as estratégias de SEO para produzir conteúdo com bom rankeamento no Google.

Use as redes sociais

As redes sociais são instrumentos extremamente úteis para a criação de um relacionamento mais próximo entre a marca e o consumidor.

Sites como Twitter e Facebook priorizam as interações dinâmicas e devem ser integrados às campanhas de marketing digital.

O primeiro passo é identificar quais redes as suas personas mais usam. Assim, é possível investir em sites que realmente vão dar retorno a curto e médio prazo, em vez de apostar em redes que não serão proveitosas para a startup.

Depois, é interessante contratar uma equipe de mídias sociais para ficar inteiramente responsável pelo gerenciamento dessas redes.

O gerenciamento inclui planejamento do tipo de conteúdo que vai ser postado e acompanhamento dos níveis de engajamento.

Publique conteúdo que desperte o interesse de quem te segue e sempre responda aos comentários ou compartilhamentos.

Automatize os processos

A jornada de trabalho diária em uma startup é, em geral, bastante atribulada. É primordial agilizar os processos manuais para aumentar a produtividade da equipe.

Existem várias ferramentas próprias para automatizar processos como disparo de e-mails, postagens em redes sociais, geração de leads, mensuração de resultados e testes A/B, por exemplo.

Esses e outros procedimentos semelhantes são muito beneficiados pela automatização, pois o padrão de qualidade aumenta e o risco de erros humanos cai.

Além disso, os funcionários ganham mais tempo para se dedicar a etapas mais específicas do trabalho.

Sendo assim, as energias se voltam para ações mais importantes e os resultados se tornam ainda mais notáveis.

Faça a mensuração de resultados

Por último, indicamos uma dica essencial: mensure os resultados de cada campanha continuamente.

Anúncios virtuais, newsletters e postagens em blogs e redes sociais devem ter seu desempenho averiguado sempre que possível.

Para fazer isso, escolha quais serão as métricas analisadas, alguns exemplos são taxa de cliques, número de leads gerados por mês, faturamento mensal, taxa de conversão e taxa de abertura de e-mails.

A mensuração é importante para garantir que as estratégias estão sendo desenvolvidas e executadas da melhor forma possível.

No caso de falhas e erros de qualquer tipo, as equipes podem fazer as correções necessárias sem ter prejuízos.

Considerações finais

Portanto, ficou claro que o marketing digital representa uma série de novas oportunidades para empresas em ascensão, como é o caso de muitas startups brasileiras.

Inovar é melhorar a vida dos clientes com soluções cada vez mais eficazes e atrativas. A inovação começa já no primeiro atendimento e deve ser a palavra de ordem até as estratégias de pós-venda.

O marketing digital pode ser um grande auxílio em todas essas áreas das vendas online.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Small business owners, startup and e-commerce concept. Smiling asian woman get lots of orders

Qual é o impacto que uma boa embalagem pode gerar ao seu e-commerce?

A primeira embalagem foi confeccionada para servir como propósito de proteção. No momento em que os humanos começaram a armazenar e transportar alimentos e outros itens de subsistência, protegê-los de intempéries, colisões e animais, tornou-se prioridade. 

 

Esta é uma função cumprida pelas embalagens até os dias atuais, elevada à décima potência com o advento do e-commerce e das transferências remotas de bens. A distância entre produtor e consumidor força o produto a percorrer longos e árduos trajetos. 

 

As longas viagens estão presentes no roteiro da civilização em seus primeiros relatos, nas sociedades altamente organizadas do Crescente Fértil. Restritas, porém, ao nível de distribuição, ainda não havia o conceito de embalagem como propaganda. 

 

Este cenário se estendeu por grande parte da história das embalagens, formadas por tecido, madeira, palha, papel e ferro, envolvendo imensos volumes de mercadorias em navios, barcas, trens e o tronco de animais de grande porte.

 

Conforme desenvolveram-se os meios de transporte, transformando a movimentação de cargas em uma tarefa mais rápida e menos arriscada, os humanos puderam enxergar o material que as envolvia de outra maneira. 

 

Neste contexto, situado no epicentro da terceira fase da Revolução Industrial, nasce a ideia de embalagem como material publicitário, junto ao surgimento da teoria moderna do marketing e a apresentação das marcas ao mercado consumidor. 

 

A inclusão de anexos que tornaram a embalagem um artigo de luxo, em impressao 3d brindes da logomarca acrescentaram apelo ao produto, destacando-o do mar de novas alternativas e substituições.  

 

O objetivo de uma embalagem, que consiste em aumentar ou preservar a vida útil do produto, aplicou-se ao mundo das ideias quando os itens vendidos ganharam status de identidade e símbolo. Afinal, uma embalagem atraente indica os benefícios da aquisição. 

 

A transformação das embalagens acompanhou a mudança de paradigma no que diz respeito ao comportamento da empresa diante de seu mercado. O volume de opções para a aquisição de qualquer bem cresceu exponencialmente, multiplicando a concorrência. 

 

A partir da formação e aplicação das personas comerciais, a embalagem passa a cumprir o papel de transmitir os valores e sofisticação da marca ao cliente. 

 

Todas as etapas de sua confecção, cores e material utilizado, além de formatos e lacres, são cuidadosamente planejados. 

 

A oferta de serviços como entrega de encomendas com motoboy eleva os serviços de distribuição ao patamar de fase final, em que o cliente recebe o produto ainda envolto em caixas ou pacotes, ao invés de exibido em uma prateleira. 

A embalagem como produto

As embalagens devem ser vistas, no mercado atual, como parte do produto oferecido. O consumidor informado, fenômeno próprio da era digital, estende suas demandas por qualidade até a logística de transporte do produto que comprou. 

 

Cada embalagem é pensada de acordo com seu item correspondente, o destino final, o veículo de transporte utilizado e as especificações de peso e tamanho permitidas. O material escolhido, mais resistente e mais barato que o produto. 

 

As embalagens também fornecem informações importantes ao órgão distribuidor. Nela são grifados símbolos que indicam a fragilidade do conteúdo, o tamanho, além das datas de fabricação e validade, cumprindo as finalidades de melhoria na proteção e manuseio.

 

Esses dados exibidos na caixa facilitam o trabalho de colaboradores que manuseiam e transportam as mercadorias em postos intermediários, sem acesso à entrega de documento, com especificações para cada tipo de carga.  

Sobre a segurança que esses itens promovem

A função primordial da embalagem é executada dividindo-a em camadas que podem multiplicar-se a depender do tipo e quantidade do item. As embalagens de primeira camada estão em contato direto com o produto envolvido e servem para imobilização. 

 

Estas primeiras camadas de embalagem não cumprem função estética e são pouco trabalhadas, consistindo em blocos de papel, isopor ou plástico compactados nos espaços entre o produto e a embalagem secundária. 

 

Sua utilidade parte da norma que garante uma pequena distância entre a embalagem que estará em contato com o meio externo e o produto, de forma a proteger ambas as unidades, evitando a violação de um e a danificação de outro. 

 

Nota-se a diferença do material utilizado para cada camada. As embalagens mais próximas ao produto são fabricadas por substâncias mais maleáveis e leves, ideais para absorção de impacto. É o caso das esponjas, folhas de plástico e papel. 

Quanto mais distantes do bem transportado as embalagens estão posicionadas, mais rígidos e resistentes são os materiais utilizados para confecção, como uma embalagem de madeira para exportacao, por exemplo.

Business Person With Smartphone

Compra por voz: você conhece essa nova modalidade para o e-commerce?

Uma das mais recentes atualizações dentro do mercado mundial é a possibilidade de assistentes virtuais auxiliarem em inúmeras ações do dia a dia, desde um alarme a ser ajustado até uma ligação. Dentro dessas novidades, também temos as compras por voz.

De forma generalizada, podemos dizer que essa é uma forma de uma inteligência artificial colocar em prática uma atitude que seria própria de um usuário que usa internet.

Neste caso, por meio de um comando de voz, uma pessoa pode pedir pela compra de uma camisa com logo bordado em alguns instantes, direcionando o local de compra, bem como os detalhes dessa aquisição, como os números da roupa que a pessoa utiliza.

O mais interessante é que, hoje em dia, muitas pessoas têm sido adeptas do repasse de tarefas mais simples para os assistentes virtuais, presentes em celulares e utensílios.

Porém, segundo estudiosos, o formato de compras, que ainda é pequeno, está entrando em um crescimento significativo.

Isso por conta não apenas da popularização desses assistente em aparelhos, mas pelo impulsionamento feito pelas empresas de diferentes setores.

Para entender mais sobre isso, bem como detalhes sobre a compra por voz e os impactos positivos que ela pode trazer para sua empresa, acompanhe o texto a seguir.

Compra por voz: o novo comportamento do mercado

Para entendermos melhor sobre o que é a compra por voz, é interessante voltar no tempo e entender mais sobre os comportamentos do consumidor e usuários de tecnologia nos últimos anos, principalmente após a popularização em larga escala dos aparelhos celulares.

Essas tecnologias, que estão cada vez mais em atualização com a ideia principal de ajudar seus usuários, tem apresentando cada vez mais ações de comandos, manual ou via voz.

Sobre este último, tem sido bem comum acompanhar aparelhos, de marcas diferentes, que possuem assistentes virtuais.

Geralmente, nomeadas pela marca, que estão ali para atender o dono daquele aparelho em múltiplos sentidos, exercendo as mais variadas funções.

É interessante pontuar que dentro disso estão sempre dispostas ações que poderiam ser feitas por um usuário, mas que acabam sendo repassadas, por diferentes motivos.

Por exemplo, uma pessoa que deseja comprar um anel folheado a ouro feminino geralmente entra em um site na internet para pesquisar valores e modelos do objetivo.

Com o assistente virtual ela pode, em um momento de tarefas múltiplas, pedir que ele o faça.

Em outro caso, podemos entender que os assistentes virtuais têm sido essenciais para pessoas que precisam de algum tipo de auxílio, por conviverem com deficiências.

Sobre a compra de voz, podemos dizer que é uma função que tem sido cada vez mais popular, principalmente, por pessoas que já sabem o que querem, e desejam que o processo de compra seja o mais prático e rápido possível, inclusive pagamento.

O que acontece é um direcionamento para uma página de compra de camisa com logo bordado onde os dados e todas as informações são facilitadas pelo assistente.

Com tanta utilização, o mercado tem visto uma maior propensão para negócios firmados apenas pela voz.

Fazendo com que grande parte das compras futuras sejam vinculadas a esse formato de consumo, o que pede, além de experiência, entendimento das empresas.

Por exemplo, se uma empresa que trabalha com entrega de encomendas com motoboy possibilitar dentro de seu site ou até mesmo em aplicativos o uso adequado de uma compra feita por um assistente virtual, certamente terá mais vendas e maior fidelização.

Já em um caso contrário, onde não acontece essa atenção por parte da empresa, o então consumidor pode acabar escolhendo outro lugar onde possa de fato fazer um contrato.

De acordo com as previsões de especialistas, esse método de compra só tende a crescer ainda mais, principalmente com o impulsionamento de outras funções que familiarizam uma utilização a mais do assistente virtual ou de mecanismos totalmente tecnológicos.

É o caso de pessoas que não teclam e nem colocam mais senhas nos celulares, fazendo com que o processo de desbloqueio do aparelho ocorra apenas por digital ou face.

Assim, podemos entender que quanto mais o mercado, as empresas e os próprios empresários estiverem preparados para os próximos avanços tecnológicos, que estão mais alinhados a esse viés de assistência, melhores chances eles terão em suas vendas.

Como e-commerces podem se adaptar a essa modalidade

Abaixo, vamos mostrar como empresas de moda, até aquelas que trabalham com conserto de celular podem começar a moldar seus negócios para receberem as futuras atualizações e grandes chances de popularização da venda por meio de assistentes virtuais. Veja:

Otimizações no e-commerce

Se tem algum lugar por onde sua empresa pode começar se preparar para receber clientes adeptos à compra de voz é por meio da otimização, que pode ser feita em:

  • Descrições;
  • Mídias;
  • Programação do site;
  • Títulos de produtos.

Com o Search Engine Optimization (SEO) ferramenta do Google que filtra informações repassadas por empresas para que possam servir de resposta ao que o consumidor procura, é possível levar maior facilidade na hora de encontrar um produto para compra.

Afinal, quando um sistema de comando de voz procura por uma opção, ele leva em consideração as pesquisas do Google e tudo o que a ferramenta entrega a ele, fazendo então uma ponte entre comprador e empresa de grafica de impressao digital.

Além disso, quanto maior proximidade a empresa tiver dentro de suas otimizações de palavras com aquilo que vai ser dito por cum comprador, como frases que colocam as possíveis falas para um assistente, maior compatibilidade ela vai agregar.

Google Shopping Actions

O Google Shopping é uma ferramenta dentro do buscador onde produtos de diferentes empresas ficam dispostos, oferecendo um catálogo variado de opções, de preços, modelos e até mesmo localidades diferentes com maior propriedade ao público comprador.

Estar ali faz parte de um processo de cadastro, que é totalmente vinculado com o trabalho da própria empresa, que faz o cadastro e atualizações constantes sobre este produto.

Muitas vezes os assistentes virtuais dão preferências aos produtos que estão dentro desse shopping.

Visto que já são pontuados pelos buscadores como flyer digital de um produto que está sendo pedido pelo cliente por meio de seu aparelho.

Faça pesquisas sobre o público

É essencial que sua empresa faça um acompanhamento sobre o público comprador, principalmente em questão das constantes mudanças no mercado, algo que pode trazer uma maior compreensão sobre a pessoa certa que deve ser atendida.

O ideal é que haja uma maior identificação com o público que utiliza compra por voz, e que também tem semelhanças com o que a empresa oferece, trazendo uma união.

Dessa forma, uma empresa de impressao 3D brindes consegue ter muito mais conexão não apenas com questões práticas da venda por voz, mas também nas formas como falar sobre o produto, que podem indicar ou não um encontro com mais facilidade.

Os impactos dessa reorganização nas vendas

Começar a pesquisar e atualizar sua empresa para as novas mudanças no mercado de compras poderá, em pouco tempo, trazer grandes frutos para o seu negócio.

Principalmente, em tempos onde muitas pessoas estão de fato preferindo as compras por voz.

O primeiro ponto de alto impacto é o pioneirismo, que pode ser uma grande maneira de aparecer com maior frequência no mercado, mas principalmente de estar à frente.

Outro ponto que vem em conjunto com essa adequação são as vendas em maior escala, visto que em breve muitas pessoas vão preferir fazer estes tipos de compra, muito mais do que informar em uma loja física, o que ainda é bem comum nos dias de hoje.

Com toda essa transformação sua empresa acaba alcançando clientes cada vez mais rápido, e sendo para eles um negócio confiável, onde os problemas podem ser resolvidos.

Tudo isso agrega fidelização, o que é importante para as empresas nos últimos tempos, principalmente quando falamos em um mercado altamente competitivo e cheio de possibilidades de crescimento, o que pode ser importante para sua empresa.

Estar em constante atualização e entendimento sobre as novas formas de compra também agrega uma alta possibilidade de adaptação do seu negócio para os novos tempos, o que deve ser essencial para empresas que querem continuar em evidência.

Considerações finais 

O comando de voz tem possibilidade de compras por meio desses mecanismos, trazendo uma nova forma de venda onde o cliente deixa para um assistente virtual toda a parte burocrática de colocar em prática uma compra, facilitando ainda mais o processo.

Empresas que desejam ter maiores vendas e reconhecimento diante do mercado dentro dessa conformidade devem, mais do que nunca, procurar aprendizados e atualizações.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Man working on laptop computer

Marketing digital: Qual é a experiência de consumo que o seu e-commerce oferece aos clientes?

O marketing digital é composto por uma série de ações e estratégias que tem como o objetivo ajudar um negócio a conquistar cada vez mais clientes para o negócio. 

Essas estratégias abordam ações de fidelização, autoridade, reforço da imagem e até o uso de banner impressao, assim como outras.

Ocorre que dentre todas essas táticas existe uma muito importante que deve ser vista com um grande potencial de mudança de realidade.

Pois, trata-se de mudar a forma de atuação para si e passar a agir pensando quase sempre no consumidor.

Ótima experiência de consumo

Estamos falando da Experiência do Cliente ou Customer Experience que consiste basicamente em priorizar a percepção e interações que o público tem com a empresa. 

Por meio dessa análise é preciso definir métricas a fim de conquistá-los para sempre. 

O mercado está se tornando um universo extremamente competitivo o que faz uma acao de marketing promocional de anos anteriores ser totalmente inadequada para o sistema que é vivência hoje, por isso, existe a necessidade da constante evolução de estratégias.

Antes era comum as empresas oferecerem um produto por serem as únicas a terem no mercado aquela necessidade dentro de seus universos, hoje, praticamente há concorrência para qualquer tipo de setor. 

Isso não significa que não há pessoas para comprar, pelo contrário, existem muitos mais clientes do que antes.

Entretanto, todas essas pessoas estão centralizadas por empresas que entenderam que apenas vender não gera o maior lucro possível. 

Os clientes fazem uma espécie de impressao digital das empresas que estão aderindo as novas compras. 

São avaliados diversos aspectos da empresa e comparada com outras que podem ter tido algum tipo de experiência anterior.

São analisados alguns tópicos como:

  • Qualidade dos produtos;
  • Qualidade do atendimento (virtual ou por telefone);
  • Prazo de entrega;
  • Qualidade da entrega;
  • Autoridade no assunto;
  • Tratamento pessoal;
  • Embalagens únicas;
  • Promoções exclusivas.

Esses são alguns pontos que a Customer Experience tenta trazer para as empresas com o objetivo de conquistar os clientes dando a eles a melhor compra que já fizeram. 

Algumas empresas atuam tão bem no ramo que possuem apenas um flyer digital.                             Isso ocorre porque os próprios consumidores fazem o marketing da empresa. 

Quem nunca discutiu com uma pessoa que é tão fã de uma determinada empresa ou produto que é incapaz de criticá-la seja lá qual forem os erros que ela cometer?

Isso ocorre porque o consumidor está tão identificado com a marca e teve experiências tão positivas que cria um apego sentimental por ela. 

Sempre que possível ele tentará fazer com que seus familiares e amigos compartilhem da mesma experiência que ele. 

Eis então a principal importância de atuar com a experiência de cliente dentro da sua empresa. 

É preciso levar em consideração que o consumidor anseia por ser bem tratado e cada vez mais o mercado pede por isso. 

O novo consumidor

O novo consumidor é aquele que está totalmente integrado à internet ou está migrando totalmente para os grandes benefícios que ela tem a trazer. 

Ocorre que por diversas experiências positivas e negativas eles acabaram se tornando grandes sábios das compras.

Isso significa que os novos consumidores estudam muito um produto antes de comprá-lo e acabam por buscar diversas referências de produtos que oferecem algo a mais para eles. 

O preço não é algo tão relevante, mas a qualidade de serviço e a exclusividade. 

Quando nós vemos os funcionários de uma empresa com uma camisa de empresa bordada todos iguais, o que identificamos? Que dentro daquele local existe uma organização feita por alguém que pede para que os funcionários usem as mesmas roupas.

Deste modo fica mais fácil identificá-los e solicitar a ajuda caso necessário. 

Pois, muitas vezes o consumidor já sabe o que deseja e chama o funcionário somente para sanar alguma dúvida ou procurar um a diferente daquele que ele viu. 

Portanto, ele quer que ele esteja pronto com todas as informações na mente e disposto a ajudá-lo, se tudo for comprido a compra será efetiva e você terá um cliente feliz. 

Sendo assim, pense se o funcionário não estiver devidamente uniformizado como será identificado. O cliente não saberá dizer quem é a pessoa que ele deverá tirar suas dúvidas.

Portanto, se o líder não estiver visível há todos à quem o funcionário irá recorrer. Assim como se o sistema da loja ou site travar. 

Até mesmo se a pesquisa que for feita tiver dado informações erradas. Todas essas perguntas devem ser respondidas e resolvidas pelos responsáveis por criar uma boa experiência de cliente. 

Se uniformes não são a cara da sua empresa, ao menos uma camisa gola polo personalizada pode ser o caminho, seja criativo. 

O atendimento de qualidade ajuda a todos 

Muitas pessoas acreditam que o atendimento por telefone está morrendo, mas esquecem que atender um cliente vai além de falar bem no telefone, atualmente é preciso levar em conta o atendimento físico, por aplicativos de mensagens e chats online.

Existem diversos métodos de atender o cliente e todos eles precisam ser feitos com alta qualidade. 

Para que isso seja feito, será preciso que os líderes treinem bem as pessoas que irão fazer esses atendimentos e se possível deixar pautas com saídas para as situações.

Lembre-se que os atendentes também precisam ser bem tratados, eles também são pessoas e a forma como eles estiverem se sentindo  no dia refletirá clientes com quem eles forem entrar em contato.

O uso da tecnologia com robôs que lidam com assuntos simples e um bom modelo de atendimento 24  horas pode resolver os problemas que envolvem esses temas, tirando a sobrecarga dos funcionários e dando a eles outras tarefas.

A rotatividade é importante para que todos saibam atuar em diferentes áreas e sentir como os colegas se sentem, principalmente, quando se trata de modelos menos hierárquicos. 

Invista em bons sites e boas páginas de venda

Da mesma forma que o novo consumidor é carente por atenção ele tem o tempo escasso.

Sendo assim, ele quer a atenção no momento exato que tiver alguma dúvida ou precisar de algo, mas fora essa realidade tentará resolver por conta própria. 

O cliente não estará procurando um produto em um busdoor anuncio em Amazonas, mas em sites de vendas e blogs que oferecem produtos que geram interesse. 

Por isso, é preciso que a empresa tenha um bom site e que ele funcione super bem.

Uma das piores sensações que um consumidor tem é quando tenta entrar em um determinado site e ele não carrega ou quando a  página de comprar não dá prosseguimento nas ações. 

Uma boa empresa que investe na experiência do cliente, trata de investir na tecnologia de seu site de vendas por entender que o potencial gerado de compras virtuais é enorme. 

Portanto, se faz cada vez mais necessário nos dias de hoje.

Pense no que você gostaria de ter

Por fim, uma das maiores estratégias realizadas para as pessoas que querem ter uma boa experiência de usuário em suas empresas é se colocar no lugar do cliente. 

Essa estratégia é extremamente efetiva para entender os pontos fortes e fracos da sua empresa.

Portanto, verá que precisará estudar bastante para conseguir agradar um número grande de consumidores. 

Até as cores do seu site e a forma como as informações são mostradas podem interferir na maneira com que os consumidores enxergam o seu trabalho. 

O empreendedor por natureza tem que ter a capacidade interna de querer melhorar os serviços que alí compõe o seu esquema de vendas. 

Sendo assim, não há forma melhor para isso do que estudar e se aprimorar referente a técnicas e modelos de atendimento.

Por isso, torne-se cliente de seu concorrente, com isso queremos dizer que passe por todos os processos que seus clientes que preferem o seu concorrente passam e identifique os motivos que fazem eles serem bons ou que fazem você se diferenciar deles.

Não necessariamente somos piores que nossos concorrentes, mas é interessante se espelhar em empresas que tem um poderio de venda maior que a sua, e que geram mais interações nas redes sociais ou na fala popular.

Compreender o que faz dessas marcas gigantes é um processo interessante é bastante necessário. 

Se o seu concorrente faz adesivacao de carros propaganda, se fizer sentido para você faça também só que coloque LED, aprimore e seja melhor veja se deu certo e evolua. 

Os clientes permanecerão mudando de opinião e serão cada vez mais difíceis de serem conquistados, mas com uma boa Customer Experience você será capaz de trazê-los para a sua empresa.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos. 

Elderly man is using mobile phone

Usabilidade: Descubra como impactar de maneira positiva o usuário que navega no seu site!

O comércio virtual vem crescendo cada vez mais e o seu desenvolvimento nos últimos anos foi intenso e bastante rápido. Hoje, entenderemos como melhorar a usabilidade de seu site e impactar de maneira positiva todos os usuários que navegam por ele.

O meio digital tem sido de grande ajuda para diversas empresas e pessoas que buscam empreender, sendo que o cenário e a forma como negócios são vistos nos dias de hoje são totalmente diferentes de como era a alguns anos atrás.

Atualmente, todos têm informação a apenas um clique de distância e isso se reflete também nos produtos ofertados por incontáveis lojas, comércios e organizações, ou seja, se tornou cada vez mais difícil se destacar nesse meio.

Mesmo que você venda um computador completo com o melhor atendimento e qualidade disponíveis, ainda assim, podem não ser o suficiente.

Afinal, o mercado está cada vez mais competitivo e movimentado. Em outras palavras, as empresas têm de sempre estar se reinventando.

Isso não necessariamente é algo ruim, afinal, quanto mais acirrada for a competição, melhor as empresas terão de desenvolver seus produtos e serviços, consequentemente, o consumidor tem mais opções e oportunidades de compra.

Sendo assim, em um mercado repleto de possibilidades, o seu site não pode ser mal desenvolvido ou correr o risco de não ser atrativo o suficiente, independentemente se oferece assistencia tecnica Apple Iphone ou se é focado na venda de cosméticos.

O seu site muitas vezes é o primeiro contato que o cliente tem com o seu negócio, e no mundo de marketing e vendas, as primeiras impressões marcam bastante e podem ser decisivas para uma possível conversão desse lead ou a completa perda dele.

Em poucas palavras, o seu site deve ser um lugar agradável e que instigue o usuário a continuar pesquisando sobre seus produtos e sabendo mais da empresa, se informando do porque ela é boa e como o seu serviço pode ser essencial para ele.

Pensando nesse contexto, vamos entender como o seu negócio de papel de parede 3D, logística ou até mesmo venda de camisetas pode se beneficiar ao construir um excelente site. Confira no próximo tópico.

O impacto de um site com alta usabilidade

Pensemos em um cliente, pode ser tanto uma pessoa física quanto uma organização, que esteja procurando sobre algum serviço em específico e encontre o seu site. 

Para que você chame a atenção dele, serão necessários em alguns elementos, como:

  • Fluidez do site;
  • Design e layout;
  • Conteúdo;
  • Interação do usuário.

Quanto melhor esses elementos estiverem bem desenvolvidos dentro do seu site, melhor será a experiência do usuário e mais satisfeito ele ficará ao navegar pelo seu site. 

Não apenas isso, mas que ele se sinta instigado a voltar a ele.

O seu site é como se fosse uma espécie de flyer de divulgacao e serve tanto de forma informativa como forma de divulgação. 

Sendo assim, alguns benefícios podem ser adquiridos ao desenvolver melhor o seu site.

Cria uma melhor impressão

Como dito anteriormente, a primeira impressão é a que fica, portanto, não tenha receio de investir pesado no layout e no visual do seu site. 

Pense bastante em sua identidade visual, na forma como disponibiliza imagens, links e a própria formatação dele.

Sites que não se preocupam com esse elemento causam estranheza no público, mesmo que eles não saibam diretamente o que os está incomodando. 

Portanto, um site bonito e esteticamente interessante chama muito mais atenção.

Quando um site não é bonito e atrativo, a grande maioria dos usuários nem oferece uma chance para navegar nele, portanto, sua empresa deve ter isso em mente, servindo como uma espécie de grafica cartao de visita.

Maior taxa de conversão

A boa experiência do usuário do seu site está diretamente ligada a conversão desses leads em clientes em potencial, podendo futuramente até mesmo fidelizá-los.

Afinal, quanto maior a satisfação do lead, maior a probabilidade dele virar seu cliente.

Claro que existem diversas outras formas de aumentar a taxa de conversão de sua empresa, mas é muito melhor que isso aconteça de forma mais natural do que forçar isso com altos investimentos. 

Muitas vezes o custo-benefício não compensa. Portanto, pense em cada etapa de desenvolvimento do site.

Estabelece um grande diferencial no mercado

Seja na venda de uma caixa display papelao ou em algum aparelho celular, por exemplo, com tantas novas empresas e empreendedores surgindo no mercado atual, se tornou comum que não existam tantos sites tão bem desenvolvidos assim.

Muitos por falta de experiência, outros por faltas de investimentos eficazes, mas a realidade é que ter um site bem construído, fluido e com conteúdo pode ser necessário um investimento que empresas iniciantes podem não ter.

Portanto, quanto mais você investe em seu site, mais se distancia do comum e ganha um certo destaque, mesmo que o produto ofertado seja algo simples como um banner com foto.

Como construir um bom site?

Existem diversas estratégias e práticas de mercado que te ajudam a construir um site bom, eficiente, fluido e atrativo. 

Portanto, vamos destacar algumas dicas do que você e sua empresa devem focar para o desenvolvimento do seu site.

01 – Trabalhe com marketing de conteúdo

Essa sem dúvida é uma das melhores alternativas que você pode utilizar para deixar o seu site muito melhor, facilitando a geração de leads e fazendo com que se tenha um maior engajamento com a sua empresa, e consequentemente, com a sua marca.

O marketing de conteúdo é uma estratégia baseada em criar conteúdo relevante e de qualidade para o seu público e fazer com que eles venham até a sua empresa e não que a empresa vá até o cliente.

Pense no seu ramo de trabalho e em um conteúdo informativo que você pode desenvolver para que as pessoas se sintam motivadas a voltar para o seu site. 

Dessa forma, você faz um marketing do produto ou serviço e o usuário já está no lugar certo para encontrá-lo.

Independentemente se o foco da sua empresa seja impressao digital ou até mesmo sobre peças automotivas, essa é uma das formas mais eficazes de atrair clientes e impactá-los de maneira positiva.

02 – Crie uma estrutura simples

É extremamente comum que muitas pessoas confundam quantidade com qualidade. Pense em algo simples, bonito e atrativo para o seu site. 

De nada adianta preenchê-lo com diversas informações que não levam a lugar nenhum apenas para fazer com que se pareça melhor.

Pense na navegação do usuário, crie painéis que facilitem com que ele vá até onde quer de forma simples e fácil. 

Um bom exemplo é colocar uma espécie de guia lateral por onde ele irá navegar, indo para qualquer canto do site com apenas uma pesquisa rápida.

Esse tipo de facilitação cria uma maior fluidez durante o acesso, que é um ponto que estamos destacando desde o começo do texto. Simplicidade e eficiência são a chave para o sucesso.

03 – Faça investimentos na divulgação

De nada adianta oferecer o melhor produto e serviço e ter um site incrível e bastante funcional se as pessoas não sabem como te encontrar. 

Para isso, é necessário um determinado investimento em marketing e divulgação.

Utilize as redes sociais para promover o que você tem a oferecer, sempre orientando os clientes a visitarem o site para maiores informações e conteúdo caso queiram se inteirar mais do assunto e saber mais curiosidades.

Outra técnica que pode ser utilizada é a utilização e estudo dos SEO, que são as ferramentas de busca do Google, fazendo assim com que o seu site seja melhor ranqueado no momento em que alguém pesquisa por algum produto em específico.

Dessa forma, seu site será alimentado com link de mais qualidades, com boas parcerias e com boas indicações de outros sites, fortalecendo o algoritmo do Google e fazendo com que ele entenda o quão bem estruturado e bom o seu site é.

Considerações finais

Hoje, entendemos como a usabilidade pode melhorar o desempenho do seu site e impactar os usuários de maneira positiva.

Além de alguns benefícios muito importantes que você pode adquirir e boas dicas de como colocar essa estratégia em prática.

Utilize as informações aqui disponibilizadas para aumentar o tráfego de usuários pelo seu site e se tornar mais relevante no mercado de trabalho, adaptando tudo de acordo com a realidade da sua empresa, afinal, você a conhece melhor do que ninguém.

Sendo assim, planeje por onde irá começar o seu site ou melhorar ainda mais o desempenho dele. Lembre-se de utilizar a sua criatividade.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.