INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

Trade Marketing Digital: saiba como aumentar suas vendas com essa estratégia

O Trade Marketing Digital, ou Digital Trade Marketing, é uma estratégia que tem sido cada vez mais adotada por empresas para alavancar suas vendas.

Muitas pessoas já estão na internet vendendo seus produtos e serviços, e podem até alcançar algum sucesso, mas é possível que o empresário não esteja explorando todo o potencial de seu negócio.

Vender um banner com ilhos pela internet pode ser um trabalho muito fácil se você souber quais elementos utilizar para uma melhor conversão.

Isso porque a maioria dos negócios ainda não está completamente adequada para uma experiência correta de compra online.

Esse tipo de problema afeta diretamente os lucros de uma empresa, uma vez que com a queda de vendas, os rendimentos também diminuem, gerando uma série de problemas.

Os carrinhos virtuais muitas vezes são abandonados com itens, deixando apenas o desejo de realizar um negócio na mente do empreendedor. Para isso, foi criada a ideia do Digital Trade Marketing, como uma forma de minimizar esses danos.

A ferramenta propõe melhorar a experiência do usuário, impactando a decisão de compras e aumentando a conversão de clientes que colocam os produtos nos carrinhos virtuais.

Essa técnica é, portanto, adequada para aqueles clientes em estágio final do funil de vendas, onde é o momento de gerar a conversão e conquistar o consumidor.

Utilizando essa ferramenta, você pode identificar as melhores estratégias para vender seus produtos, como fita de cetim personalizada, e identificar quais são os elementos primordiais para converter mais clientes.

Trade Marketing Digital ou tradicional?

O conceito de Trade Marketing não é novo para empreendedores com lojas físicas. Essa estratégia promove ações nos pontos de venda para impulsionar um determinado produto.

Isso pode ter uma série de atividades, desde exposições, posicionamento do produto nas vitrines e aumento de estoque para dar conta das vendas.

O Digital Trade Marketing, entretanto, está mais focado em converter em venda o visitante da loja virtual, buscando maneiras de fidelizar o cliente enquanto realiza a conversão.

A grande diferença entre os dois é a área de atuação. O mundo digital exigiu essa migração para criar novas ferramentas de suporte ao empresário, visando a conclusão de mais negócios.

A forma de consumo mudou com os anos. Antigamente, para efetuar uma compra, você obrigatoriamente tinha que sair de casa e ir até uma loja. Lá, era possível conversar com um vendedor, que se encarregaria de concluir a transação.

Você poderia ir em uma loja e ver em funcionamento uma impressora térmica etiqueta adesiva, por exemplo.

Hoje em dia, a maioria dos produtos e serviços está a um clique de distância, com uma variedade muito maior de escolhas através de e-commerces concorrentes.

Isso obrigou o empreendedor a criar uma experiência diferenciada para o cliente como uma forma de se destacar e conseguir fechar uma venda.

1 – O que considerar no Trade Marketing Digital?

A primeira coisa a se considerar com o Digital Trade Marketing é que a ferramenta deve avaliar os motivos da rejeição de produtos no carrinho.

Esse elemento é uma das maiores problemáticas de e-commerce no Brasil, e conseguir entender os motivos pode ajudar a driblar essa situação. Muitos clientes podem estar até considerando a compra, mas algo os faz desistir.

Identificar esse motivo é fundamental para aumentar suas vendas no site.

Trabalhar com atividades de estimulação sensorial pode te fazer pensar que não é possível converter seu serviço através de vendas online.

Entretanto, uma boa estratégia pode identificar um público-alvo que você estava perdendo por não se atualizar com a internet.

Além disso, a ferramenta busca uma evolução da experiência do cliente enquanto estiver comprando. Não basta ter um bom produto, toda a jornada de compra deve ser uma experiência única e prazerosa para render um bom resultado.

Isso porque, quanto mais satisfeito um cliente estiver, não só ele irá concluir a compra mas também torna-se um promotor de sua empresa, divulgando em suas redes de amigos e familiares sobre a qualidade da experiência, ou com o famoso marketing boca a boca.

Se você tiver uma loja offline, as chances de crescimento ficam ainda maiores. Isso porque a experiência online oferecida pelo Trade Marketing Digital pode melhorar a visão que os clientes têm de seu negócio físico também.

2 – A experiência omnichannel do cliente

Alguns clientes podem preferir efetuar toda a jornada de compras online, mas retirar em mãos o produto: é o famoso omnichannel. Nesse caso, ao chegar em sua loja, você tem uma oportunidade de fidelizar o cliente e garantir que ele voltará mais vezes.

Um consumidor pode comprar pela internet uma cesta para bicicleta, mas pode desejar levar a bicicleta até sua loja para instalação. Ali, você pode mostrar mais produtos e se engajar em uma nova venda, ou garantir o retorno do cliente mais vezes.

Com essas ações, é possível identificar os elementos de sua estratégia de marketing que têm sido mais bem sucedidos, e quais você deve repensar no planejamento para um resultado melhor.

Como o Trade Marketing Digital está focado em diversas pequenas ações, que podem ser facilmente implementadas, é possível testar e diversificar seu plano estratégico para que se adeque às suas necessidades.

Isso permite que você consiga melhorar o efeito que deseja alcançar de forma prática, fácil e assertiva, com ações pontuais.

Como aplicar o Trade Marketing Digital?

Não existe um passo a passo para você seguir no que diz respeito ao Digital Trade Marketing. As ações que envolvem a ferramenta são independentes e podem ser aplicadas em qualquer ordem.

O importante, nesse caso, é a quantidade de ações que você aplicará, e não a sequência de eventos.

Para vender seu serviço de motoboy, é preciso utilizar uma série de ferramentas que possibilitarão ao cliente compreender as especificações do serviço e as formas de contratação.

Comece com um trabalho de base em seu site. Muitas pessoas desistem de compras online por falta de informação, então trabalhe muito bem a descrição de seu produto. Quanto mais detalhado for o perfil de um item, mais segurança o cliente terá na hora de fechar o negócio.

É preciso detalhar tudo com clareza de informação, de forma que o consumidor consiga compreender rapidamente e sem precisar perder muito tempo lendo descritivos técnicos. Isso vale também para imagens.

Não economize na hora de colocar imagens do produto que está à venda. Ângulos diferentes, cores, áreas de exposição. 

O máximo de informações visuais que você puder fornecer será ideal, uma vez que antes de ler toda a descrição de um produto, o cliente se atrai pelo visual.

Além disso, procure uma plataforma responsiva para seu site. Atualmente, muitas pessoas utilizam smartphones e tablets para efetuar suas compras online, e se a página não ficar adequada nessas ferramentas, as chances de o cliente desistir da compra são grandes.

Tente facilitar o máximo possível o checkout da loja. Alguns sites até mesmo oferecem a possibilidade de compra com um clique. Isso ocorre porque, quanto mais demorado for a etapa de pagamento, maiores são as chances do cliente desistir.

1 – A otimização para motores de busca

O SEO (Search Engine Optimization) é uma das ferramentas principais para auxiliar o trabalho dentro do Trade Marketing Digital. 

Com essa estratégia, é possível alavancar suas vendas usando ferramentas de engajamento orgânico, subindo seu ranqueamento em motores de busca.

Para vender vinho lambrusco rosé na internet, não basta ter um excelente produto. É preciso se engajar para aparecer no topo das páginas de busca, onde as pessoas costumam parar sua pesquisa.

Para isso, o SEO possui algumas estratégias, como:

  • Palavras-chave;
  • Otimização de página;
  • Velocidade de carregamento;
  •  Automatização.

Esses processos auxiliam a melhorar a imagem da marca junto ao consumidor ao engajar com conteúdo real e orgânico, permitindo uma maior aproximação entre o cliente e a empresa.

 

2 – Fique de olho na concorrência

Apesar de abandonar um carrinho com produtos ser um problema, ele não é exclusivo. Monitore seus concorrentes, identifique as ações que eles estão tomando para lidar com esse tipo de situação.

Você não deve interferir negativamente nos trabalhos de um concorrente, uma vez que isso seria muito antiético. Mas pode aprender com o que eles estão fazendo certo e utilizar as estratégias para tentar melhorar seu próprio empreendimento.

A análise é fundamental nesse tipo de engajamento de marketing. O processo de evolução da empresa se dá por tentativa e erro, e você provavelmente não vai resolver todos seus problemas na primeira tentativa.

Uma empresa de controle de acesso externo precisará de várias tentativas para resolver todas as pendências envolvendo sua estratégia de marketing.

Por isso, manter um monitoramento constante é fundamental para conseguir identificar quais elementos da estratégia de Digital Trade Marketing estão funcionando, quais você pode deixar de lado e onde melhorar.

É possível inclusive analisar se não é o momento de tentar outras microações dentro do Trade Marketing Digital para melhorar sua conversão de vendas.

O essencial nesse tipo de estratégia é identificar os pontos de falha em seu site, que podem afastar clientes ou fazê-los desistir de comprar. Ao melhorar a experiência de um usuário, você garante mais sucesso e resultados.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Auris

Por: Auris Ideias Digitais

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

INCREVA-SE EM NOSSA NEWSLETTER

E receba por email novos conteúdos sobre Marketing Digital e Vendas

Comments are closed.

Últimos Artigos e Notícias

Shopping Basket